São Paulo

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

Nota(s) da fonte

Mostrar nota(s)

Termos hierárquicos

São Paulo

Termos equivalentes

São Paulo

Termos associados

São Paulo

58 Descrição arquivística resultados para São Paulo

58 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

Fotografia de Cristina Strohschoen dos Santos.
A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

Fotografia de Cristina Strohschoen dos Santos.
A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

Fotografia de Cristina Strohschoen dos Santos.
A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

Fotografia de Cristina Strohschoen dos Santos.
A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

Fotografia de Cristina Strohschoen dos Santos.
A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

Fotografia de Cristina Strohschoen dos Santos.
A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

Fotografia de Cristina Strohschoen dos Santos.
A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

Fotografia de Cristina Strohschoen dos Santos.
A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

Fotografia de Cristina Strohschoen dos Santos.
A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

Fotografia de Cristina Strohschoen dos Santos.
A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

Fotografia de Cristina Strohschoen dos Santos.
A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

Fotografia de Cristina Strohschoen dos Santos.
A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva

Fotografia de Cristina Strohschoen dos Santos.
A Fundação Dorina Nowill para Cegos realizou o II Encontro Nacional da Rede de Leitura Inclusiva, com o tema “Ler, incluir e transformar!”, no período de 07 a 09 de agosto de 2019 na cidade de São Paulo/SP, com a presença de aproximadamente 100 representantes dos Grupos de Trabalho atuantes em todo Brasil. O evento fez parte das ações comemorativas do Centenário de Dona Dorina Gouveia de Nowill e reuniu os parceiros da Rede Nacional de Leitura Inclusiva, projeto que fomenta a disseminação da leitura inclusiva e acessível em território nacional. A programação do evento contou com oficinas formativas, rodas de diálogo, apresentação de painéis de experiências inclusivas, com destaque para o lançamento da Pesquisa Nacional sobre Leitura Acessível. A arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, participou, como representante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). No dia nove, no painel denominado Gente Que Escreve Pra Gente Que Adora Ler aconteceu um bate papo com o escritor Lázaro Ramos sobre seu livro Na Minha Pele, o qual será publicado em Braille pela Fundação Dorina. De Santa Maria participaram outros representantes do GT Centro RS de Leitura Inclusiva: Maria Esther Gomes de Souza, pela 8° Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul; Patrícia Farias Fantinel Trevisan e Alana Claudia Mohr pela Coordenadoria de Educação Especial da Secretaria de Município da Educação de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viagem de estudos da Turma de Economia

Os alunos do Curso da Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria, realizaram, em julho de 1965, viagem de estudos a cidades de São Paulo - SP, Belo Horizonte – MG, e Vitória – ES. A excursão foi planejada devido a um convite recebido pelo professor Luiz Gonzaga Isaia pela Companhia Vale do Rio Doce. O objetivo era visitar a região mineralífera da companhia em São Paulo e onde era realizada a exportação do minério de ferro em Vitória. A caravana participou de evento na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas da Universidade de São Paulo (USP), cujo Reitor Luiz Antonio Gama e Silva havia recentemente visitado a Cidade Universitária de Santa Maria. Conheceram também o sistema hidroelétrico São Paulo Light AS e a Catedral-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Foram formadas comissões de acadêmicos encarregadas de receber relatórios sobre os estudos para uma posterior publicação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Visita técnica ao Arquivo e Discoteca do Jornal o Estadão

Fotografia de Cristal da Rocha.
Visita técnica da arquivista do Departamento de Arquivo Geral (DAG) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Cristina Strohschoen dos Santos ao Arquivo e Discoteca do Jornal o Estadão, sendo recebida pela arquivista Cristal da Rocha.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Resultados 1 a 50 de 58