Salão Paroquial de Vale Vêneto/São João do Polêsine/RS

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

Nota(s) da fonte

Mostrar nota(s)

Termos hierárquicos

Salão Paroquial de Vale Vêneto/São João do Polêsine/RS

Termos equivalentes

Salão Paroquial de Vale Vêneto/São João do Polêsine/RS

Termos associados

Salão Paroquial de Vale Vêneto/São João do Polêsine/RS

26 Descrição arquivística resultados para Salão Paroquial de Vale Vêneto/São João do Polêsine/RS

26 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos

60ª Festa Regional do Arroz

CTISM lança o livro “História de São João do Polêsine – Desde o Início de Sua Colonização Até o Ano de 1936” em parceria com a prefeitura de São João do Polêsine. A entrega de exemplares ocorreu na 60ª edição da Festa Regional do Arroz.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

60ª Festa Regional do Arroz

CTISM lança o livro “História de São João do Polêsine – Desde o Início de Sua Colonização Até o Ano de 1936” em parceria com a prefeitura de São João do Polêsine. A entrega de exemplares ocorreu na 60ª edição da Festa Regional do Arroz.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

60ª Festa Regional do Arroz

CTISM lança o livro “História de São João do Polêsine – Desde o Início de Sua Colonização Até o Ano de 1936” em parceria com a prefeitura de São João do Polêsine. A entrega de exemplares ocorreu na 60ª edição da Festa Regional do Arroz.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

60ª Festa Regional do Arroz

CTISM lança o livro “História de São João do Polêsine – Desde o Início de Sua Colonização Até o Ano de 1936” em parceria com a prefeitura de São João do Polêsine. A entrega de exemplares ocorreu na 60ª edição da Festa Regional do Arroz.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia

Durante o 34º Festival de Inverno da UFSM e 34ª Semana Cultural Italiana, em Vale Vêneto, no dia 29 de julho de 2019, ocorreu a cerimônia de lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia, projeto vinculado a Pró-Reitoria de Extensão da UFSM. A cerimônia de lançamento contou com a presença do reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann, do vice-presidente do Consórcio para o Desenvolvimento Sustentável da Quarta Colônia (Condesus), Clovis Montagner, e alunos e professores responsáveis pela criação da marca e do vídeo institucional do projeto. A marca foi desenvolvida pela professora Marilaine Amadori e pela acadêmica Micheli Grigolo com o apoio dos professores André Dalmazzo e Marcos Brod Jr. Em tons de verde azulados estão representados os morros e montanhas característicos da região e sobre um tom terroso, também característico do solo do território, está a silhueta do dinossauro Macrocollun itaquii, do qual foram encontrados fósseis na Quarta Colônia. As fontes utilizadas apresentam um tipo mais tradicional, justamente para remeter às tradições culturais dos imigrantes. A riqueza de aspectos culturais em um território tão vasto como a Quarta Colônia dificultaram um pouco o processo de criação, já que além do patrimônio geológico existem inúmeras heranças culturais que complementam esse cenário singular e que merecem destaque. Por isso, foram quase quarenta esboços diferentes para chegar ao resultado final e um processo de pesquisa que levou em conta até mesmo um questionário sobre as características que deveriam estar representadas na marca. A dupla também foi responsável pelo desenvolvimento da marca do projeto Geoparque Caçapava e contam que a marca desta traz a silhueta das guaritas em uma cor que foge do tradicional verde ligado ao ambiente e aposta num tom contemporâneo. A tonalidade, que já havia sido utilizada anteriormente em materiais do Geodia – evento anual de popularização da geologia que é organizado em parceria por UFSM e Unipampa – contribui para a identificação da marca e, segundo as criadoras, a valoriza por ser mais viva e alegre, o que também acontece com a fonte, que apresenta um aspecto mais arrojado.Durante a cerimônia de lançamento, também foi apresentado o vídeo institucional do projeto Geoparque Quarta Colônia. Resultado de um trabalho desenvolvido durante o primeiro semestre deste ano, o vídeo foi produzido pelos alunos curso de Comunicação Social – Habilitação em Produção Editorial, Amanda Oliveira, Antônia Haag, João Bevilaqua, Luizi Jovasque e Rodrigo Santini, sob orientação da professora Aline Dalmolin na disciplina de Produção Audiovisual. As cenas do vídeo de cerca de três minutos apresentam as belas paisagens e riquezas patrimoniais da Quarta Colônia e deixam o espectador com vontade de conhecer cada um dos locais registrados. A turma também trabalhou na elaboração de um vídeo institucional do Geoparque Caçapava, ainda não lançado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia

Durante o 34º Festival de Inverno da UFSM e 34ª Semana Cultural Italiana, em Vale Vêneto, no dia 29 de julho de 2019, ocorreu a cerimônia de lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia, projeto vinculado a Pró-Reitoria de Extensão da UFSM. A cerimônia de lançamento contou com a presença do reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann, do vice-presidente do Consórcio para o Desenvolvimento Sustentável da Quarta Colônia (Condesus), Clovis Montagner, e alunos e professores responsáveis pela criação da marca e do vídeo institucional do projeto. A marca foi desenvolvida pela professora Marilaine Amadori e pela acadêmica Micheli Grigolo com o apoio dos professores André Dalmazzo e Marcos Brod Jr. Em tons de verde azulados estão representados os morros e montanhas característicos da região e sobre um tom terroso, também característico do solo do território, está a silhueta do dinossauro Macrocollun itaquii, do qual foram encontrados fósseis na Quarta Colônia. As fontes utilizadas apresentam um tipo mais tradicional, justamente para remeter às tradições culturais dos imigrantes. A riqueza de aspectos culturais em um território tão vasto como a Quarta Colônia dificultaram um pouco o processo de criação, já que além do patrimônio geológico existem inúmeras heranças culturais que complementam esse cenário singular e que merecem destaque. Por isso, foram quase quarenta esboços diferentes para chegar ao resultado final e um processo de pesquisa que levou em conta até mesmo um questionário sobre as características que deveriam estar representadas na marca. A dupla também foi responsável pelo desenvolvimento da marca do projeto Geoparque Caçapava e contam que a marca desta traz a silhueta das guaritas em uma cor que foge do tradicional verde ligado ao ambiente e aposta num tom contemporâneo. A tonalidade, que já havia sido utilizada anteriormente em materiais do Geodia – evento anual de popularização da geologia que é organizado em parceria por UFSM e Unipampa – contribui para a identificação da marca e, segundo as criadoras, a valoriza por ser mais viva e alegre, o que também acontece com a fonte, que apresenta um aspecto mais arrojado.Durante a cerimônia de lançamento, também foi apresentado o vídeo institucional do projeto Geoparque Quarta Colônia. Resultado de um trabalho desenvolvido durante o primeiro semestre deste ano, o vídeo foi produzido pelos alunos curso de Comunicação Social – Habilitação em Produção Editorial, Amanda Oliveira, Antônia Haag, João Bevilaqua, Luizi Jovasque e Rodrigo Santini, sob orientação da professora Aline Dalmolin na disciplina de Produção Audiovisual. As cenas do vídeo de cerca de três minutos apresentam as belas paisagens e riquezas patrimoniais da Quarta Colônia e deixam o espectador com vontade de conhecer cada um dos locais registrados. A turma também trabalhou na elaboração de um vídeo institucional do Geoparque Caçapava, ainda não lançado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia

Durante o 34º Festival de Inverno da UFSM e 34ª Semana Cultural Italiana, em Vale Vêneto, no dia 29 de julho de 2019, ocorreu a cerimônia de lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia, projeto vinculado a Pró-Reitoria de Extensão da UFSM. A cerimônia de lançamento contou com a presença do reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann, do vice-presidente do Consórcio para o Desenvolvimento Sustentável da Quarta Colônia (Condesus), Clovis Montagner, e alunos e professores responsáveis pela criação da marca e do vídeo institucional do projeto. A marca foi desenvolvida pela professora Marilaine Amadori e pela acadêmica Micheli Grigolo com o apoio dos professores André Dalmazzo e Marcos Brod Jr. Em tons de verde azulados estão representados os morros e montanhas característicos da região e sobre um tom terroso, também característico do solo do território, está a silhueta do dinossauro Macrocollun itaquii, do qual foram encontrados fósseis na Quarta Colônia. As fontes utilizadas apresentam um tipo mais tradicional, justamente para remeter às tradições culturais dos imigrantes. A riqueza de aspectos culturais em um território tão vasto como a Quarta Colônia dificultaram um pouco o processo de criação, já que além do patrimônio geológico existem inúmeras heranças culturais que complementam esse cenário singular e que merecem destaque. Por isso, foram quase quarenta esboços diferentes para chegar ao resultado final e um processo de pesquisa que levou em conta até mesmo um questionário sobre as características que deveriam estar representadas na marca. A dupla também foi responsável pelo desenvolvimento da marca do projeto Geoparque Caçapava e contam que a marca desta traz a silhueta das guaritas em uma cor que foge do tradicional verde ligado ao ambiente e aposta num tom contemporâneo. A tonalidade, que já havia sido utilizada anteriormente em materiais do Geodia – evento anual de popularização da geologia que é organizado em parceria por UFSM e Unipampa – contribui para a identificação da marca e, segundo as criadoras, a valoriza por ser mais viva e alegre, o que também acontece com a fonte, que apresenta um aspecto mais arrojado.Durante a cerimônia de lançamento, também foi apresentado o vídeo institucional do projeto Geoparque Quarta Colônia. Resultado de um trabalho desenvolvido durante o primeiro semestre deste ano, o vídeo foi produzido pelos alunos curso de Comunicação Social – Habilitação em Produção Editorial, Amanda Oliveira, Antônia Haag, João Bevilaqua, Luizi Jovasque e Rodrigo Santini, sob orientação da professora Aline Dalmolin na disciplina de Produção Audiovisual. As cenas do vídeo de cerca de três minutos apresentam as belas paisagens e riquezas patrimoniais da Quarta Colônia e deixam o espectador com vontade de conhecer cada um dos locais registrados. A turma também trabalhou na elaboração de um vídeo institucional do Geoparque Caçapava, ainda não lançado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia

Durante o 34º Festival de Inverno da UFSM e 34ª Semana Cultural Italiana, em Vale Vêneto, no dia 29 de julho de 2019, ocorreu a cerimônia de lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia, projeto vinculado a Pró-Reitoria de Extensão da UFSM. A cerimônia de lançamento contou com a presença do reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann, do vice-presidente do Consórcio para o Desenvolvimento Sustentável da Quarta Colônia (Condesus), Clovis Montagner, e alunos e professores responsáveis pela criação da marca e do vídeo institucional do projeto. A marca foi desenvolvida pela professora Marilaine Amadori e pela acadêmica Micheli Grigolo com o apoio dos professores André Dalmazzo e Marcos Brod Jr. Em tons de verde azulados estão representados os morros e montanhas característicos da região e sobre um tom terroso, também característico do solo do território, está a silhueta do dinossauro Macrocollun itaquii, do qual foram encontrados fósseis na Quarta Colônia. As fontes utilizadas apresentam um tipo mais tradicional, justamente para remeter às tradições culturais dos imigrantes. A riqueza de aspectos culturais em um território tão vasto como a Quarta Colônia dificultaram um pouco o processo de criação, já que além do patrimônio geológico existem inúmeras heranças culturais que complementam esse cenário singular e que merecem destaque. Por isso, foram quase quarenta esboços diferentes para chegar ao resultado final e um processo de pesquisa que levou em conta até mesmo um questionário sobre as características que deveriam estar representadas na marca. A dupla também foi responsável pelo desenvolvimento da marca do projeto Geoparque Caçapava e contam que a marca desta traz a silhueta das guaritas em uma cor que foge do tradicional verde ligado ao ambiente e aposta num tom contemporâneo. A tonalidade, que já havia sido utilizada anteriormente em materiais do Geodia – evento anual de popularização da geologia que é organizado em parceria por UFSM e Unipampa – contribui para a identificação da marca e, segundo as criadoras, a valoriza por ser mais viva e alegre, o que também acontece com a fonte, que apresenta um aspecto mais arrojado.Durante a cerimônia de lançamento, também foi apresentado o vídeo institucional do projeto Geoparque Quarta Colônia. Resultado de um trabalho desenvolvido durante o primeiro semestre deste ano, o vídeo foi produzido pelos alunos curso de Comunicação Social – Habilitação em Produção Editorial, Amanda Oliveira, Antônia Haag, João Bevilaqua, Luizi Jovasque e Rodrigo Santini, sob orientação da professora Aline Dalmolin na disciplina de Produção Audiovisual. As cenas do vídeo de cerca de três minutos apresentam as belas paisagens e riquezas patrimoniais da Quarta Colônia e deixam o espectador com vontade de conhecer cada um dos locais registrados. A turma também trabalhou na elaboração de um vídeo institucional do Geoparque Caçapava, ainda não lançado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia

Durante o 34º Festival de Inverno da UFSM e 34ª Semana Cultural Italiana, em Vale Vêneto, no dia 29 de julho de 2019, ocorreu a cerimônia de lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia, projeto vinculado a Pró-Reitoria de Extensão da UFSM. A cerimônia de lançamento contou com a presença do reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann, do vice-presidente do Consórcio para o Desenvolvimento Sustentável da Quarta Colônia (Condesus), Clovis Montagner, e alunos e professores responsáveis pela criação da marca e do vídeo institucional do projeto. A marca foi desenvolvida pela professora Marilaine Amadori e pela acadêmica Micheli Grigolo com o apoio dos professores André Dalmazzo e Marcos Brod Jr. Em tons de verde azulados estão representados os morros e montanhas característicos da região e sobre um tom terroso, também característico do solo do território, está a silhueta do dinossauro Macrocollun itaquii, do qual foram encontrados fósseis na Quarta Colônia. As fontes utilizadas apresentam um tipo mais tradicional, justamente para remeter às tradições culturais dos imigrantes. A riqueza de aspectos culturais em um território tão vasto como a Quarta Colônia dificultaram um pouco o processo de criação, já que além do patrimônio geológico existem inúmeras heranças culturais que complementam esse cenário singular e que merecem destaque. Por isso, foram quase quarenta esboços diferentes para chegar ao resultado final e um processo de pesquisa que levou em conta até mesmo um questionário sobre as características que deveriam estar representadas na marca. A dupla também foi responsável pelo desenvolvimento da marca do projeto Geoparque Caçapava e contam que a marca desta traz a silhueta das guaritas em uma cor que foge do tradicional verde ligado ao ambiente e aposta num tom contemporâneo. A tonalidade, que já havia sido utilizada anteriormente em materiais do Geodia – evento anual de popularização da geologia que é organizado em parceria por UFSM e Unipampa – contribui para a identificação da marca e, segundo as criadoras, a valoriza por ser mais viva e alegre, o que também acontece com a fonte, que apresenta um aspecto mais arrojado.Durante a cerimônia de lançamento, também foi apresentado o vídeo institucional do projeto Geoparque Quarta Colônia. Resultado de um trabalho desenvolvido durante o primeiro semestre deste ano, o vídeo foi produzido pelos alunos curso de Comunicação Social – Habilitação em Produção Editorial, Amanda Oliveira, Antônia Haag, João Bevilaqua, Luizi Jovasque e Rodrigo Santini, sob orientação da professora Aline Dalmolin na disciplina de Produção Audiovisual. As cenas do vídeo de cerca de três minutos apresentam as belas paisagens e riquezas patrimoniais da Quarta Colônia e deixam o espectador com vontade de conhecer cada um dos locais registrados. A turma também trabalhou na elaboração de um vídeo institucional do Geoparque Caçapava, ainda não lançado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia

Durante o 34º Festival de Inverno da UFSM e 34ª Semana Cultural Italiana, em Vale Vêneto, no dia 29 de julho de 2019, ocorreu a cerimônia de lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia, projeto vinculado a Pró-Reitoria de Extensão da UFSM. A cerimônia de lançamento contou com a presença do reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann, do vice-presidente do Consórcio para o Desenvolvimento Sustentável da Quarta Colônia (Condesus), Clovis Montagner, e alunos e professores responsáveis pela criação da marca e do vídeo institucional do projeto. A marca foi desenvolvida pela professora Marilaine Amadori e pela acadêmica Micheli Grigolo com o apoio dos professores André Dalmazzo e Marcos Brod Jr. Em tons de verde azulados estão representados os morros e montanhas característicos da região e sobre um tom terroso, também característico do solo do território, está a silhueta do dinossauro Macrocollun itaquii, do qual foram encontrados fósseis na Quarta Colônia. As fontes utilizadas apresentam um tipo mais tradicional, justamente para remeter às tradições culturais dos imigrantes. A riqueza de aspectos culturais em um território tão vasto como a Quarta Colônia dificultaram um pouco o processo de criação, já que além do patrimônio geológico existem inúmeras heranças culturais que complementam esse cenário singular e que merecem destaque. Por isso, foram quase quarenta esboços diferentes para chegar ao resultado final e um processo de pesquisa que levou em conta até mesmo um questionário sobre as características que deveriam estar representadas na marca. A dupla também foi responsável pelo desenvolvimento da marca do projeto Geoparque Caçapava e contam que a marca desta traz a silhueta das guaritas em uma cor que foge do tradicional verde ligado ao ambiente e aposta num tom contemporâneo. A tonalidade, que já havia sido utilizada anteriormente em materiais do Geodia – evento anual de popularização da geologia que é organizado em parceria por UFSM e Unipampa – contribui para a identificação da marca e, segundo as criadoras, a valoriza por ser mais viva e alegre, o que também acontece com a fonte, que apresenta um aspecto mais arrojado.Durante a cerimônia de lançamento, também foi apresentado o vídeo institucional do projeto Geoparque Quarta Colônia. Resultado de um trabalho desenvolvido durante o primeiro semestre deste ano, o vídeo foi produzido pelos alunos curso de Comunicação Social – Habilitação em Produção Editorial, Amanda Oliveira, Antônia Haag, João Bevilaqua, Luizi Jovasque e Rodrigo Santini, sob orientação da professora Aline Dalmolin na disciplina de Produção Audiovisual. As cenas do vídeo de cerca de três minutos apresentam as belas paisagens e riquezas patrimoniais da Quarta Colônia e deixam o espectador com vontade de conhecer cada um dos locais registrados. A turma também trabalhou na elaboração de um vídeo institucional do Geoparque Caçapava, ainda não lançado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia

Durante o 34º Festival de Inverno da UFSM e 34ª Semana Cultural Italiana, em Vale Vêneto, no dia 29 de julho de 2019, ocorreu a cerimônia de lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia, projeto vinculado a Pró-Reitoria de Extensão da UFSM. A cerimônia de lançamento contou com a presença do reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann, do vice-presidente do Consórcio para o Desenvolvimento Sustentável da Quarta Colônia (Condesus), Clovis Montagner, e alunos e professores responsáveis pela criação da marca e do vídeo institucional do projeto. A marca foi desenvolvida pela professora Marilaine Amadori e pela acadêmica Micheli Grigolo com o apoio dos professores André Dalmazzo e Marcos Brod Jr. Em tons de verde azulados estão representados os morros e montanhas característicos da região e sobre um tom terroso, também característico do solo do território, está a silhueta do dinossauro Macrocollun itaquii, do qual foram encontrados fósseis na Quarta Colônia. As fontes utilizadas apresentam um tipo mais tradicional, justamente para remeter às tradições culturais dos imigrantes. A riqueza de aspectos culturais em um território tão vasto como a Quarta Colônia dificultaram um pouco o processo de criação, já que além do patrimônio geológico existem inúmeras heranças culturais que complementam esse cenário singular e que merecem destaque. Por isso, foram quase quarenta esboços diferentes para chegar ao resultado final e um processo de pesquisa que levou em conta até mesmo um questionário sobre as características que deveriam estar representadas na marca. A dupla também foi responsável pelo desenvolvimento da marca do projeto Geoparque Caçapava e contam que a marca desta traz a silhueta das guaritas em uma cor que foge do tradicional verde ligado ao ambiente e aposta num tom contemporâneo. A tonalidade, que já havia sido utilizada anteriormente em materiais do Geodia – evento anual de popularização da geologia que é organizado em parceria por UFSM e Unipampa – contribui para a identificação da marca e, segundo as criadoras, a valoriza por ser mais viva e alegre, o que também acontece com a fonte, que apresenta um aspecto mais arrojado.Durante a cerimônia de lançamento, também foi apresentado o vídeo institucional do projeto Geoparque Quarta Colônia. Resultado de um trabalho desenvolvido durante o primeiro semestre deste ano, o vídeo foi produzido pelos alunos curso de Comunicação Social – Habilitação em Produção Editorial, Amanda Oliveira, Antônia Haag, João Bevilaqua, Luizi Jovasque e Rodrigo Santini, sob orientação da professora Aline Dalmolin na disciplina de Produção Audiovisual. As cenas do vídeo de cerca de três minutos apresentam as belas paisagens e riquezas patrimoniais da Quarta Colônia e deixam o espectador com vontade de conhecer cada um dos locais registrados. A turma também trabalhou na elaboração de um vídeo institucional do Geoparque Caçapava, ainda não lançado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)