Mostrar 3025 resultados

Descrição arquivística
Orquestra Sinfônica de Santa Maria
Previsualizar a impressão Ver:

3025 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais

Concerto 25 anos do Theatro Treze de Maio "Compositores Brasileiros Contemporâneos"

Fotografia de Ronald Mendes.
Dando seguimento a temporada de 2022, a Orquestra Sinfônica de Santa Maria uniu-se em comemoração à Semana de Arte Moderna com um concerto de compositores brasileiros contemporâneos, homenageando os 25 anos de reabertura do Theatro Treze de Maio, patrimônio da cidade e do RS. Também homenageou os 90 anos do maestro Frederico Richter, fundador da OSSM. O concerto teve compositores e solistas convidados, entre eles os compositores Frederico Richter, Maria Helena da Costa, Flávio Oliveira, Andersen Viana e Alexandre Eisenberg, os solistas Francis Padilha, Rosimari Oliveira e Hélio Xavier Guimarães Valentim, e o Maestro Cláudio Ribeiro.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria apresenta Coral e Coro de Câmara da UFSM.

Fotografia de Marcos Oliveira.
Em 20 de julho a Orquestra Sinfônica de Santa Maria recebeu o Coral e o Coro da Câmera da Universidade Federal de Santa Maria, além do solista violinista Lucas Schiewe para a realização de um concerto com repertório de ênfase francês sob a regência do Maestro Cláudio Antônio Esteves. Entretanto houve uma exceção entre as músicas selecionadas, sendo ela a obra sacra apresentada inicialmente denominada Gloria RV 589 de Antonio Vivaldi, que marcou o retorno e agradecimento por meio dessa expressão religiosa dos grupos vocais para o palco do Centro de Convenções. Em seguida, uma obra franco-canadense denominada Je Te Retrouve de France Levasseur-Ouimet reconhecida por trazer a essência da formação humana. Logo após Pavane de Fauré, uma melodia mais conhecida do mesmo compositor, apresentada na versão coral. Para finalizar foi apresentado o Concerto n. 1 para violoncelo de Saint-Saëns com participação do solista convidado, acadêmico e ganhador do Concurso de Músicos da UFSM, Lucas Schiewe. O concerto foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria apresenta Coral e Coro de Câmara da UFSM.

Fotografia de Marcos Oliveira.
Em 20 de julho a Orquestra Sinfônica de Santa Maria recebeu o Coral e o Coro da Câmera da Universidade Federal de Santa Maria, além do solista violinista Lucas Schiewe para a realização de um concerto com repertório de ênfase francês sob a regência do Maestro Cláudio Antônio Esteves. Entretanto houve uma exceção entre as músicas selecionadas, sendo ela a obra sacra apresentada inicialmente denominada Gloria RV 589 de Antonio Vivaldi, que marcou o retorno e agradecimento por meio dessa expressão religiosa dos grupos vocais para o palco do Centro de Convenções. Em seguida, uma obra franco-canadense denominada Je Te Retrouve de France Levasseur-Ouimet reconhecida por trazer a essência da formação humana. Logo após Pavane de Fauré, uma melodia mais conhecida do mesmo compositor, apresentada na versão coral. Para finalizar foi apresentado o Concerto n. 1 para violoncelo de Saint-Saëns com participação do solista convidado, acadêmico e ganhador do Concurso de Músicos da UFSM, Lucas Schiewe. O concerto foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria apresenta Coral e Coro de Câmara da UFSM.

Fotografia de Marcos Oliveira.
Em 20 de julho a Orquestra Sinfônica de Santa Maria recebeu o Coral e o Coro da Câmera da Universidade Federal de Santa Maria, além do solista violinista Lucas Schiewe para a realização de um concerto com repertório de ênfase francês sob a regência do Maestro Cláudio Antônio Esteves. Entretanto houve uma exceção entre as músicas selecionadas, sendo ela a obra sacra apresentada inicialmente denominada Gloria RV 589 de Antonio Vivaldi, que marcou o retorno e agradecimento por meio dessa expressão religiosa dos grupos vocais para o palco do Centro de Convenções. Em seguida, uma obra franco-canadense denominada Je Te Retrouve de France Levasseur-Ouimet reconhecida por trazer a essência da formação humana. Logo após Pavane de Fauré, uma melodia mais conhecida do mesmo compositor, apresentada na versão coral. Para finalizar foi apresentado o Concerto n. 1 para violoncelo de Saint-Saëns com participação do solista convidado, acadêmico e ganhador do Concurso de Músicos da UFSM, Lucas Schiewe. O concerto foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria apresenta Coral e Coro de Câmara da UFSM.

Fotografia de Marcos Oliveira.
Em 20 de julho a Orquestra Sinfônica de Santa Maria recebeu o Coral e o Coro da Câmera da Universidade Federal de Santa Maria, além do solista violinista Lucas Schiewe para a realização de um concerto com repertório de ênfase francês sob a regência do Maestro Cláudio Antônio Esteves. Entretanto houve uma exceção entre as músicas selecionadas, sendo ela a obra sacra apresentada inicialmente denominada Gloria RV 589 de Antonio Vivaldi, que marcou o retorno e agradecimento por meio dessa expressão religiosa dos grupos vocais para o palco do Centro de Convenções. Em seguida, uma obra franco-canadense denominada Je Te Retrouve de France Levasseur-Ouimet reconhecida por trazer a essência da formação humana. Logo após Pavane de Fauré, uma melodia mais conhecida do mesmo compositor, apresentada na versão coral. Para finalizar foi apresentado o Concerto n. 1 para violoncelo de Saint-Saëns com participação do solista convidado, acadêmico e ganhador do Concurso de Músicos da UFSM, Lucas Schiewe. O concerto foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria apresenta Coral e Coro de Câmara da UFSM.

Fotografia de Marcos Oliveira.
Em 20 de julho a Orquestra Sinfônica de Santa Maria recebeu o Coral e o Coro da Câmera da Universidade Federal de Santa Maria, além do solista violinista Lucas Schiewe para a realização de um concerto com repertório de ênfase francês sob a regência do Maestro Cláudio Antônio Esteves. Entretanto houve uma exceção entre as músicas selecionadas, sendo ela a obra sacra apresentada inicialmente denominada Gloria RV 589 de Antonio Vivaldi, que marcou o retorno e agradecimento por meio dessa expressão religiosa dos grupos vocais para o palco do Centro de Convenções. Em seguida, uma obra franco-canadense denominada Je Te Retrouve de France Levasseur-Ouimet reconhecida por trazer a essência da formação humana. Logo após Pavane de Fauré, uma melodia mais conhecida do mesmo compositor, apresentada na versão coral. Para finalizar foi apresentado o Concerto n. 1 para violoncelo de Saint-Saëns com participação do solista convidado, acadêmico e ganhador do Concurso de Músicos da UFSM, Lucas Schiewe. O concerto foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria apresenta Coral e Coro de Câmara da UFSM.

Fotografia de Marcos Oliveira.
Em 20 de julho a Orquestra Sinfônica de Santa Maria recebeu o Coral e o Coro da Câmera da Universidade Federal de Santa Maria, além do solista violinista Lucas Schiewe para a realização de um concerto com repertório de ênfase francês sob a regência do Maestro Cláudio Antônio Esteves. Entretanto houve uma exceção entre as músicas selecionadas, sendo ela a obra sacra apresentada inicialmente denominada Gloria RV 589 de Antonio Vivaldi, que marcou o retorno e agradecimento por meio dessa expressão religiosa dos grupos vocais para o palco do Centro de Convenções. Em seguida, uma obra franco-canadense denominada Je Te Retrouve de France Levasseur-Ouimet reconhecida por trazer a essência da formação humana. Logo após Pavane de Fauré, uma melodia mais conhecida do mesmo compositor, apresentada na versão coral. Para finalizar foi apresentado o Concerto n. 1 para violoncelo de Saint-Saëns com participação do solista convidado, acadêmico e ganhador do Concurso de Músicos da UFSM, Lucas Schiewe. O concerto foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria apresenta Coral e Coro de Câmara da UFSM.

Fotografia de Marcos Oliveira.
Em 20 de julho a Orquestra Sinfônica de Santa Maria recebeu o Coral e o Coro da Câmera da Universidade Federal de Santa Maria, além do solista violinista Lucas Schiewe para a realização de um concerto com repertório de ênfase francês sob a regência do Maestro Cláudio Antônio Esteves. Entretanto houve uma exceção entre as músicas selecionadas, sendo ela a obra sacra apresentada inicialmente denominada Gloria RV 589 de Antonio Vivaldi, que marcou o retorno e agradecimento por meio dessa expressão religiosa dos grupos vocais para o palco do Centro de Convenções. Em seguida, uma obra franco-canadense denominada Je Te Retrouve de France Levasseur-Ouimet reconhecida por trazer a essência da formação humana. Logo após Pavane de Fauré, uma melodia mais conhecida do mesmo compositor, apresentada na versão coral. Para finalizar foi apresentado o Concerto n. 1 para violoncelo de Saint-Saëns com participação do solista convidado, acadêmico e ganhador do Concurso de Músicos da UFSM, Lucas Schiewe. O concerto foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível.

Associação Cultural Orquestra Sinfônica de Santa Maria (ACOSSM)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria no Santa Maria em Música

Fotografia de Marcos Oliveira.
Ensaio para o concerto. No mês da cultura, mais uma edição do Santa Maria em Música contou com a participação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria onde o concerto visou levar a música como um instrumento de homenagem ao público santa mariense com participação do cantor Tuny Brum e o acordeonista Fernando Ávila. O Santa Maria em Música é um projeto realizado através da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria que conta com o incentivo cultural da Unimed, Simplimed, Felice Jeep e Eny Calçados. Os ingressos tiveram distribuição antecipada mediante doação de 1kg de alimento não perecível, podendo ser entregue diretamente no Centro de Convenções ou nos seguintes lugares: Sede administrativa da Unimed, Felice Jeep, Lojas Eny e Rótula Papelaria em Camobi.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria no Santa Maria em Música

Fotografia de Marcos Oliveira.
Ensaio para o concerto. No mês da cultura, mais uma edição do Santa Maria em Música contou com a participação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria onde o concerto visou levar a música como um instrumento de homenagem ao público santa mariense com participação do cantor Tuny Brum e o acordeonista Fernando Ávila. O Santa Maria em Música é um projeto realizado através da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria que conta com o incentivo cultural da Unimed, Simplimed, Felice Jeep e Eny Calçados. Os ingressos tiveram distribuição antecipada mediante doação de 1kg de alimento não perecível, podendo ser entregue diretamente no Centro de Convenções ou nos seguintes lugares: Sede administrativa da Unimed, Felice Jeep, Lojas Eny e Rótula Papelaria em Camobi.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria no Santa Maria em Música

Fotografia de Marcos Oliveira.
Ensaio para o concerto. No mês da cultura, mais uma edição do Santa Maria em Música contou com a participação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria onde o concerto visou levar a música como um instrumento de homenagem ao público santa mariense com participação do cantor Tuny Brum e o acordeonista Fernando Ávila. O Santa Maria em Música é um projeto realizado através da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria que conta com o incentivo cultural da Unimed, Simplimed, Felice Jeep e Eny Calçados. Os ingressos tiveram distribuição antecipada mediante doação de 1kg de alimento não perecível, podendo ser entregue diretamente no Centro de Convenções ou nos seguintes lugares: Sede administrativa da Unimed, Felice Jeep, Lojas Eny e Rótula Papelaria em Camobi.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Apresenta Concerto 60 anos do CAL

Fotografia de Ronald Mendes.
O concerto especial alusivo aos 60 anos do Centro de Artes e Letras e do Curso de Música da Universidade Federal de Santa Maria foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Os ingressos puderam ser retirados gratuitamente no Centro de Convenções, bem como no Theatro Treze de Maio e na papelaria Rótula, em Camobi. Solicitou-se ao público, na entrada do concerto, a doação de 1 kg de alimento não perecível. O programa contou com a participação do Grupo de Percussão da UFSM, que completou 40 anos em 2023 sob regência de Ney Rosauro; o concerto para Clarinete, de Aaron Copland, tendo como solista o egresso do Curso de Bacharelado em Clarinete, Hélio Xavier Guimarães Valentim e o professor de clarinete no Conservatório de Lima Josafat Roel Pineda; árias de Mozart com solos do professor do Departamento de Música e cantor barítono, Roberto Henrique de Oliveira e, para finalizar, a Sinfonia 40 do mesmo compositor. Projesom Sonorizações, sob coordenação de Paulo Coser, realizou a sonorização e iluminação do evento.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Apresenta Concerto 60 anos do CAL

Fotografia de Ronald Mendes.
O concerto especial alusivo aos 60 anos do Centro de Artes e Letras e do Curso de Música da Universidade Federal de Santa Maria foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Os ingressos puderam ser retirados gratuitamente no Centro de Convenções, bem como no Theatro Treze de Maio e na papelaria Rótula, em Camobi. Solicitou-se ao público, na entrada do concerto, a doação de 1 kg de alimento não perecível. O programa contou com a participação do Grupo de Percussão da UFSM, que completou 40 anos em 2023 sob regência de Ney Rosauro; o concerto para Clarinete, de Aaron Copland, tendo como solista o egresso do Curso de Bacharelado em Clarinete, Hélio Xavier Guimarães Valentim e o professor de clarinete no Conservatório de Lima Josafat Roel Pineda; árias de Mozart com solos do professor do Departamento de Música e cantor barítono, Roberto Henrique de Oliveira e, para finalizar, a Sinfonia 40 do mesmo compositor. Projesom Sonorizações, sob coordenação de Paulo Coser, realizou a sonorização e iluminação do evento.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Apresenta Concerto 60 anos do CAL

Fotografia de Ronald Mendes.
O concerto especial alusivo aos 60 anos do Centro de Artes e Letras e do Curso de Música da Universidade Federal de Santa Maria foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Os ingressos puderam ser retirados gratuitamente no Centro de Convenções, bem como no Theatro Treze de Maio e na papelaria Rótula, em Camobi. Solicitou-se ao público, na entrada do concerto, a doação de 1 kg de alimento não perecível. O programa contou com a participação do Grupo de Percussão da UFSM, que completou 40 anos em 2023 sob regência de Ney Rosauro; o concerto para Clarinete, de Aaron Copland, tendo como solista o egresso do Curso de Bacharelado em Clarinete, Hélio Xavier Guimarães Valentim e o professor de clarinete no Conservatório de Lima Josafat Roel Pineda; árias de Mozart com solos do professor do Departamento de Música e cantor barítono, Roberto Henrique de Oliveira e, para finalizar, a Sinfonia 40 do mesmo compositor. Projesom Sonorizações, sob coordenação de Paulo Coser, realizou a sonorização e iluminação do evento.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Apresenta Concerto 60 anos do CAL

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
O concerto especial alusivo aos 60 anos do Centro de Artes e Letras e do Curso de Música da Universidade Federal de Santa Maria foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Os ingressos puderam ser retirados gratuitamente no Centro de Convenções, bem como no Theatro Treze de Maio e na papelaria Rótula, em Camobi. Solicitou-se ao público, na entrada do concerto, a doação de 1 kg de alimento não perecível. O programa contou com a participação do Grupo de Percussão da UFSM, que completou 40 anos em 2023 sob regência de Ney Rosauro; o concerto para Clarinete, de Aaron Copland, tendo como solista o egresso do Curso de Bacharelado em Clarinete, Hélio Xavier Guimarães Valentim e o professor de clarinete no Conservatório de Lima Josafat Roel Pineda; árias de Mozart com solos do professor do Departamento de Música e cantor barítono, Roberto Henrique de Oliveira e, para finalizar, a Sinfonia 40 do mesmo compositor. Projesom Sonorizações, sob coordenação de Paulo Coser, realizou a sonorização e iluminação do evento.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Apresenta Concerto 60 anos do CAL

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
O concerto especial alusivo aos 60 anos do Centro de Artes e Letras e do Curso de Música da Universidade Federal de Santa Maria foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Os ingressos puderam ser retirados gratuitamente no Centro de Convenções, bem como no Theatro Treze de Maio e na papelaria Rótula, em Camobi. Solicitou-se ao público, na entrada do concerto, a doação de 1 kg de alimento não perecível. O programa contou com a participação do Grupo de Percussão da UFSM, que completou 40 anos em 2023 sob regência de Ney Rosauro; o concerto para Clarinete, de Aaron Copland, tendo como solista o egresso do Curso de Bacharelado em Clarinete, Hélio Xavier Guimarães Valentim e o professor de clarinete no Conservatório de Lima Josafat Roel Pineda; árias de Mozart com solos do professor do Departamento de Música e cantor barítono, Roberto Henrique de Oliveira e, para finalizar, a Sinfonia 40 do mesmo compositor. Projesom Sonorizações, sob coordenação de Paulo Coser, realizou a sonorização e iluminação do evento.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Apresenta Concerto 60 anos do CAL

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
O concerto especial alusivo aos 60 anos do Centro de Artes e Letras e do Curso de Música da Universidade Federal de Santa Maria foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Os ingressos puderam ser retirados gratuitamente no Centro de Convenções, bem como no Theatro Treze de Maio e na papelaria Rótula, em Camobi. Solicitou-se ao público, na entrada do concerto, a doação de 1 kg de alimento não perecível. O programa contou com a participação do Grupo de Percussão da UFSM, que completou 40 anos em 2023 sob regência de Ney Rosauro; o concerto para Clarinete, de Aaron Copland, tendo como solista o egresso do Curso de Bacharelado em Clarinete, Hélio Xavier Guimarães Valentim e o professor de clarinete no Conservatório de Lima Josafat Roel Pineda; árias de Mozart com solos do professor do Departamento de Música e cantor barítono, Roberto Henrique de Oliveira e, para finalizar, a Sinfonia 40 do mesmo compositor. Projesom Sonorizações, sob coordenação de Paulo Coser, realizou a sonorização e iluminação do evento.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Apresenta Concerto 60 anos do CAL

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
O concerto especial alusivo aos 60 anos do Centro de Artes e Letras e do Curso de Música da Universidade Federal de Santa Maria foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Os ingressos puderam ser retirados gratuitamente no Centro de Convenções, bem como no Theatro Treze de Maio e na papelaria Rótula, em Camobi. Solicitou-se ao público, na entrada do concerto, a doação de 1 kg de alimento não perecível. O programa contou com a participação do Grupo de Percussão da UFSM, que completou 40 anos em 2023 sob regência de Ney Rosauro; o concerto para Clarinete, de Aaron Copland, tendo como solista o egresso do Curso de Bacharelado em Clarinete, Hélio Xavier Guimarães Valentim e o professor de clarinete no Conservatório de Lima Josafat Roel Pineda; árias de Mozart com solos do professor do Departamento de Música e cantor barítono, Roberto Henrique de Oliveira e, para finalizar, a Sinfonia 40 do mesmo compositor. Projesom Sonorizações, sob coordenação de Paulo Coser, realizou a sonorização e iluminação do evento.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Apresenta Concerto 60 anos do CAL

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
O concerto especial alusivo aos 60 anos do Centro de Artes e Letras e do Curso de Música da Universidade Federal de Santa Maria foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Os ingressos puderam ser retirados gratuitamente no Centro de Convenções, bem como no Theatro Treze de Maio e na papelaria Rótula, em Camobi. Solicitou-se ao público, na entrada do concerto, a doação de 1 kg de alimento não perecível. O programa contou com a participação do Grupo de Percussão da UFSM, que completou 40 anos em 2023 sob regência de Ney Rosauro; o concerto para Clarinete, de Aaron Copland, tendo como solista o egresso do Curso de Bacharelado em Clarinete, Hélio Xavier Guimarães Valentim e o professor de clarinete no Conservatório de Lima Josafat Roel Pineda; árias de Mozart com solos do professor do Departamento de Música e cantor barítono, Roberto Henrique de Oliveira e, para finalizar, a Sinfonia 40 do mesmo compositor. Projesom Sonorizações, sob coordenação de Paulo Coser, realizou a sonorização e iluminação do evento.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Apresenta Concerto 60 anos do CAL

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
O concerto especial alusivo aos 60 anos do Centro de Artes e Letras e do Curso de Música da Universidade Federal de Santa Maria foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Os ingressos puderam ser retirados gratuitamente no Centro de Convenções, bem como no Theatro Treze de Maio e na papelaria Rótula, em Camobi. Solicitou-se ao público, na entrada do concerto, a doação de 1 kg de alimento não perecível. O programa contou com a participação do Grupo de Percussão da UFSM, que completou 40 anos em 2023 sob regência de Ney Rosauro; o concerto para Clarinete, de Aaron Copland, tendo como solista o egresso do Curso de Bacharelado em Clarinete, Hélio Xavier Guimarães Valentim e o professor de clarinete no Conservatório de Lima Josafat Roel Pineda; árias de Mozart com solos do professor do Departamento de Música e cantor barítono, Roberto Henrique de Oliveira e, para finalizar, a Sinfonia 40 do mesmo compositor. Projesom Sonorizações, sob coordenação de Paulo Coser, realizou a sonorização e iluminação do evento.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Apresenta Concerto 60 anos do CAL

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
O concerto especial alusivo aos 60 anos do Centro de Artes e Letras e do Curso de Música da Universidade Federal de Santa Maria foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Os ingressos puderam ser retirados gratuitamente no Centro de Convenções, bem como no Theatro Treze de Maio e na papelaria Rótula, em Camobi. Solicitou-se ao público, na entrada do concerto, a doação de 1 kg de alimento não perecível. O programa contou com a participação do Grupo de Percussão da UFSM, que completou 40 anos em 2023 sob regência de Ney Rosauro; o concerto para Clarinete, de Aaron Copland, tendo como solista o egresso do Curso de Bacharelado em Clarinete, Hélio Xavier Guimarães Valentim e o professor de clarinete no Conservatório de Lima Josafat Roel Pineda; árias de Mozart com solos do professor do Departamento de Música e cantor barítono, Roberto Henrique de Oliveira e, para finalizar, a Sinfonia 40 do mesmo compositor. Projesom Sonorizações, sob coordenação de Paulo Coser, realizou a sonorização e iluminação do evento.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Rafael Happke.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Rafael Happke.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Rafael Happke.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Rafael Happke.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Rafael Happke.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Rafael Happke.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Rafael Happke.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Rafael Happke.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Rafael Happke.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Rafael Happke.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Rafael Happke.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto de Abertura da Temporada 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
Concerto de abertura da temporada de 2023 da Orquestra Sinfônica de Santa Maria sob regência de João Batista Sartor, promovido pela e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria e Pró-Reitoria de Extensão. Os ingressos foram distribuídos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Aaron Copland deu início as apresentações com a Fanfarra para o Homem Comum, seguido do pianista uruguaio Miguel Lecueder, professor de performance da Escuela Universitária de Música Regional Salto apresentando a Rhapsody in Blue e para o piano tanto solo quanto da orquestra o profissional Jazzista George Gershwin. Na segunda parte, a obra “Três Cantos Poéticos” foi apresentada em homenagem ao compositor Frederico Richter (maestro e fundador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria), o qual teve sua passagem no início de 2023. O compositor Residente de 2023 foi Dimitri Cervo, natural de Santa Maria e regeu “O Trenzinho do Caipira”, movimento da “Bachianas Brasileiras 2”, de Heitor Villa-Lobos. Logo após a obra “Abertura Brasil 2014”, do próprio Cervo e completando o programa o “Prelúdio” da “Bachianas Brasileiras 4” de Villa-Lobos, a abertura da ópera “O Guarani” de Carlos Gomes, as “Três Danças Brasileiras” de Camargo-Guarnieri e “Chamamé” de Catarina Domenici.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Concerto da Orquestra Sinfônica no Santa Maria em Música - Edição de Aniversário de 165 Anos da Cidade

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
Em homenagem aos 165 anos de Santa Maria ocorreu mais uma edição do festival Viva Santa Maria junto ao Projeto Santa Maria em Música, ao qual trouxe aos palcos Mercado, Vila Belga e Estação artistas locais, entre eles a Orquestra Sinfônica de Santa Maria (OSSM). Participaram como solistas convidados Beto Pires, Juliana Pires e Matheus Lopes, e no repertorio estavam canções comemorativas ao aniversário da cidade. A festividade foi uma realização da Prefeitura Municipal de Santa Maria com apoio cultural da Construtora Jobim, Vila Belga Food Hall e Erva Mate Cristalina, além do patrocínio da Corsan. O Projeto Santa Maria em Música, é financiado através da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria (LIC-SM) e dos órgãos privados UNIMED, Grupo Felice, Simplimed e Fundação Eny. A entrada era gratuita.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Apresenta Concertos Internacionais

fotografia de Gabriel Zeppe.
A Orquestra Sinfônica de Santa Maria realizou uma turnê internacional pelo Uruguai, em grandes teatros reconhecidos pela sua estrutura e qualidade sonora. Em 9 e 10 de junho aconteceram os concertos da orquestra nos Teatros Larrañaga na cidade de Salto e Artigas na cidade de Artigas, que foram acompanhados pelo talentoso pianista uruguaio Miguel Lecueder. Esta foi uma oportunidade para proporcionar novas experiências e aprendizados aos músicos e a equipe da orquestra; e apresentar suas músicas a outros públicos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Apresenta Concertos Internacionais

fotografia de Gabriel Zeppe.
A Orquestra Sinfônica de Santa Maria realizou uma turnê internacional pelo Uruguai, em grandes teatros reconhecidos pela sua estrutura e qualidade sonora. Em 9 e 10 de junho aconteceram os concertos da orquestra nos Teatros Larrañaga na cidade de Salto e Artigas na cidade de Artigas, que foram acompanhados pelo talentoso pianista uruguaio Miguel Lecueder. Esta foi uma oportunidade para proporcionar novas experiências e aprendizados aos músicos e a equipe da orquestra; e apresentar suas músicas a outros públicos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Apresenta Concertos Internacionais

fotografia de Gabriel Zeppe.
A Orquestra Sinfônica de Santa Maria realizou uma turnê internacional pelo Uruguai, em grandes teatros reconhecidos pela sua estrutura e qualidade sonora. Em 9 e 10 de junho aconteceram os concertos da orquestra nos Teatros Larrañaga na cidade de Salto e Artigas na cidade de Artigas, que foram acompanhados pelo talentoso pianista uruguaio Miguel Lecueder. Esta foi uma oportunidade para proporcionar novas experiências e aprendizados aos músicos e a equipe da orquestra; e apresentar suas músicas a outros públicos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Recebe Daniel Morales

Fotografia de Marcos Oliveira.
O concerto “Pelas Fronteiras da Música Latino-Americana” foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Os ingressos não foram distribuídos através do método tradicional, retirada antecipada, mas sim, mediante a entrega no Hall do entro de Convenções de 1kg de alimento não perecível. O concerto trouxe consigo os embalos que marcaram a trajetória musical do latino americano Daniel Morales, que foi professor e músico da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Em seu repertório estavam melodias autorais e ligadas as expressões representativas das fronteiras culturais. Para este espetáculo, foi realizada uma seletiva do Festival “Vem Cantar com a Orquestra Sinfônica de Santa Maria”, que visava desde seu início em meio a Pandemia de COVID-19 estimular as atividades artísticas e envolver a comunidade de Santa Mariense e regiões em atividades da OSSM. Neste ano ocorreu mais uma edição deste festival que contou com o espetáculo dos vencedores da seletiva, entre eles a dupla Anthônia e Cecília Bellochio, Enrico Kindel Sartor e participação especial barítono Roberto Henrique de Oliveira com a escolha de canções.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Recebe Daniel Morales

Fotografia de Marcos Oliveira.
O concerto “Pelas Fronteiras da Música Latino-Americana” foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Os ingressos não foram distribuídos através do método tradicional, retirada antecipada, mas sim, mediante a entrega no Hall do entro de Convenções de 1kg de alimento não perecível. O concerto trouxe consigo os embalos que marcaram a trajetória musical do latino americano Daniel Morales, que foi professor e músico da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Em seu repertório estavam melodias autorais e ligadas as expressões representativas das fronteiras culturais. Para este espetáculo, foi realizada uma seletiva do Festival “Vem Cantar com a Orquestra Sinfônica de Santa Maria”, que visava desde seu início em meio a Pandemia de COVID-19 estimular as atividades artísticas e envolver a comunidade de Santa Mariense e regiões em atividades da OSSM. Neste ano ocorreu mais uma edição deste festival que contou com o espetáculo dos vencedores da seletiva, entre eles a dupla Anthônia e Cecília Bellochio, Enrico Kindel Sartor e participação especial barítono Roberto Henrique de Oliveira com a escolha de canções.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Recebe Daniel Morales

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
O concerto “Pelas Fronteiras da Música Latino-Americana” foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Os ingressos não foram distribuídos através do método tradicional, retirada antecipada, mas sim, mediante a entrega no Hall do entro de Convenções de 1kg de alimento não perecível. O concerto trouxe consigo os embalos que marcaram a trajetória musical do latino americano Daniel Morales, que foi professor e músico da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Em seu repertório estavam melodias autorais e ligadas as expressões representativas das fronteiras culturais. Para este espetáculo, foi realizada uma seletiva do Festival “Vem Cantar com a Orquestra Sinfônica de Santa Maria”, que visava desde seu início em meio a Pandemia de COVID-19 estimular as atividades artísticas e envolver a comunidade de Santa Mariense e regiões em atividades da OSSM. Neste ano ocorreu mais uma edição deste festival que contou com o espetáculo dos vencedores da seletiva, entre eles a dupla Anthônia e Cecília Bellochio, Enrico Kindel Sartor e participação especial barítono Roberto Henrique de Oliveira com a escolha de canções.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Recebe Daniel Morales

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
O concerto “Pelas Fronteiras da Música Latino-Americana” foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Os ingressos não foram distribuídos através do método tradicional, retirada antecipada, mas sim, mediante a entrega no Hall do entro de Convenções de 1kg de alimento não perecível. O concerto trouxe consigo os embalos que marcaram a trajetória musical do latino americano Daniel Morales, que foi professor e músico da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Em seu repertório estavam melodias autorais e ligadas as expressões representativas das fronteiras culturais. Para este espetáculo, foi realizada uma seletiva do Festival “Vem Cantar com a Orquestra Sinfônica de Santa Maria”, que visava desde seu início em meio a Pandemia de COVID-19 estimular as atividades artísticas e envolver a comunidade de Santa Mariense e regiões em atividades da OSSM. Neste ano ocorreu mais uma edição deste festival que contou com o espetáculo dos vencedores da seletiva, entre eles a dupla Anthônia e Cecília Bellochio, Enrico Kindel Sartor e participação especial barítono Roberto Henrique de Oliveira com a escolha de canções.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Recebe Daniel Morales

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
O concerto “Pelas Fronteiras da Música Latino-Americana” foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Os ingressos não foram distribuídos através do método tradicional, retirada antecipada, mas sim, mediante a entrega no Hall do entro de Convenções de 1kg de alimento não perecível. O concerto trouxe consigo os embalos que marcaram a trajetória musical do latino americano Daniel Morales, que foi professor e músico da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Em seu repertório estavam melodias autorais e ligadas as expressões representativas das fronteiras culturais. Para este espetáculo, foi realizada uma seletiva do Festival “Vem Cantar com a Orquestra Sinfônica de Santa Maria”, que visava desde seu início em meio a Pandemia de COVID-19 estimular as atividades artísticas e envolver a comunidade de Santa Mariense e regiões em atividades da OSSM. Neste ano ocorreu mais uma edição deste festival que contou com o espetáculo dos vencedores da seletiva, entre eles a dupla Anthônia e Cecília Bellochio, Enrico Kindel Sartor e participação especial barítono Roberto Henrique de Oliveira com a escolha de canções.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Recebe Daniel Morales

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
O concerto “Pelas Fronteiras da Música Latino-Americana” foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Os ingressos não foram distribuídos através do método tradicional, retirada antecipada, mas sim, mediante a entrega no Hall do entro de Convenções de 1kg de alimento não perecível. O concerto trouxe consigo os embalos que marcaram a trajetória musical do latino americano Daniel Morales, que foi professor e músico da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Em seu repertório estavam melodias autorais e ligadas as expressões representativas das fronteiras culturais. Para este espetáculo, foi realizada uma seletiva do Festival “Vem Cantar com a Orquestra Sinfônica de Santa Maria”, que visava desde seu início em meio a Pandemia de COVID-19 estimular as atividades artísticas e envolver a comunidade de Santa Mariense e regiões em atividades da OSSM. Neste ano ocorreu mais uma edição deste festival que contou com o espetáculo dos vencedores da seletiva, entre eles a dupla Anthônia e Cecília Bellochio, Enrico Kindel Sartor e participação especial barítono Roberto Henrique de Oliveira com a escolha de canções.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Orquestra Sinfônica de Santa Maria Recebe Daniel Morales

Fotografia de Dartanhan Baldez Figueiredo.
O concerto “Pelas Fronteiras da Música Latino-Americana” foi realizado pela Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Pró-Reitoria de Extensão e Associação da Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Os ingressos não foram distribuídos através do método tradicional, retirada antecipada, mas sim, mediante a entrega no Hall do entro de Convenções de 1kg de alimento não perecível. O concerto trouxe consigo os embalos que marcaram a trajetória musical do latino americano Daniel Morales, que foi professor e músico da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Em seu repertório estavam melodias autorais e ligadas as expressões representativas das fronteiras culturais. Para este espetáculo, foi realizada uma seletiva do Festival “Vem Cantar com a Orquestra Sinfônica de Santa Maria”, que visava desde seu início em meio a Pandemia de COVID-19 estimular as atividades artísticas e envolver a comunidade de Santa Mariense e regiões em atividades da OSSM. Neste ano ocorreu mais uma edição deste festival que contou com o espetáculo dos vencedores da seletiva, entre eles a dupla Anthônia e Cecília Bellochio, Enrico Kindel Sartor e participação especial barítono Roberto Henrique de Oliveira com a escolha de canções.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Resultados 1 a 50 de 3025