Previsualizar a impressão Fechar

Mostrar 529 resultados

Descrição arquivística
Extensão da UFSM Com objeto digital
Opções de pesquisa avançada
Previsualizar a impressão Ver:

Descubra UFSM 2015

O Descubra 2015 realizou-se de 11 a 13 de junho. Trabalho de extensão do Descubra UFSM 2015, tendo como parceiros essenciais, Alternativa e NTE UAB UFSM.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

6º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária (CBEU)

O 6º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária é uma iniciativa conjunta do Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras, do Fórum Nacional de Extensão e Ação Comunitária das Universidades e Instituições de Ensino Superior Comunitárias e Fórum de Extensão das Instituições de Ensino Superior Particulares. A relevância do evento consiste no debate acerca dos desafios da extensão universitária no Brasil, tematizando a amplitude alcançada por esta, ao plasmar o diálogo entre o saber acadêmico e o saber popular, propiciando uma rica síntese da abordagem dos problemas da realidade brasileira tanto quanto da implementação das políticas públicas até as práticas de inovação.
A temática escolhida para o 6º CBEU “Diálogos da Extensão: saberes tradicionais e inovação científica” aponta para a importância de reconhecer a existência de diferentes conhecimentos, sob a perspectiva da ciência e do senso comum. Para que, de fato, os trabalhos de extensão se constituam como respostas cada vez mais dinâmicas e propositivas, é necessário um diálogo entre os protagonistas desses conhecimentos. A Participação da UFSM: Nossa instituição teve trabalhos selecionados em todas as áreas. No total, 21 trabalhos foram escolhidos para Apresentações Orais (tendo especial destaque a área de educação com 8 trabalhos selecionados), 2 trabalhos para Rodas de Conversa e 1 trabalho na categoria Oficina. Em Belém, UFSM foi representada por alunos, professores e técnicos administrativos em educação. (PRE UFSM e alunos da universidade marcam presença no 6º CBEU.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

6º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária (CBEU)

O 6º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária é uma iniciativa conjunta do Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras, do Fórum Nacional de Extensão e Ação Comunitária das Universidades e Instituições de Ensino Superior Comunitárias e Fórum de Extensão das Instituições de Ensino Superior Particulares. A relevância do evento consiste no debate acerca dos desafios da extensão universitária no Brasil, tematizando a amplitude alcançada por esta, ao plasmar o diálogo entre o saber acadêmico e o saber popular, propiciando uma rica síntese da abordagem dos problemas da realidade brasileira tanto quanto da implementação das políticas públicas até as práticas de inovação.
A temática escolhida para o 6º CBEU “Diálogos da Extensão: saberes tradicionais e inovação científica” aponta para a importância de reconhecer a existência de diferentes conhecimentos, sob a perspectiva da ciência e do senso comum. Para que, de fato, os trabalhos de extensão se constituam como respostas cada vez mais dinâmicas e propositivas, é necessário um diálogo entre os protagonistas desses conhecimentos. A Participação da UFSM: Nossa instituição teve trabalhos selecionados em todas as áreas. No total, 21 trabalhos foram escolhidos para Apresentações Orais (tendo especial destaque a área de educação com 8 trabalhos selecionados), 2 trabalhos para Rodas de Conversa e 1 trabalho na categoria Oficina. Em Belém, UFSM foi representada por alunos, professores e técnicos administrativos em educação. (PRE UFSM e alunos da universidade marcam presença no 6º CBEU.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

6º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária (CBEU)

O 6º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária é uma iniciativa conjunta do Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras, do Fórum Nacional de Extensão e Ação Comunitária das Universidades e Instituições de Ensino Superior Comunitárias e Fórum de Extensão das Instituições de Ensino Superior Particulares. A relevância do evento consiste no debate acerca dos desafios da extensão universitária no Brasil, tematizando a amplitude alcançada por esta, ao plasmar o diálogo entre o saber acadêmico e o saber popular, propiciando uma rica síntese da abordagem dos problemas da realidade brasileira tanto quanto da implementação das políticas públicas até as práticas de inovação.
A temática escolhida para o 6º CBEU “Diálogos da Extensão: saberes tradicionais e inovação científica” aponta para a importância de reconhecer a existência de diferentes conhecimentos, sob a perspectiva da ciência e do senso comum. Para que, de fato, os trabalhos de extensão se constituam como respostas cada vez mais dinâmicas e propositivas, é necessário um diálogo entre os protagonistas desses conhecimentos. A Participação da UFSM: Nossa instituição teve trabalhos selecionados em todas as áreas. No total, 21 trabalhos foram escolhidos para Apresentações Orais (tendo especial destaque a área de educação com 8 trabalhos selecionados), 2 trabalhos para Rodas de Conversa e 1 trabalho na categoria Oficina. Em Belém, UFSM foi representada por alunos, professores e técnicos administrativos em educação. (PRE UFSM e alunos da universidade marcam presença no 6º CBEU.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

6º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária (CBEU)

O 6º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária é uma iniciativa conjunta do Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras, do Fórum Nacional de Extensão e Ação Comunitária das Universidades e Instituições de Ensino Superior Comunitárias e Fórum de Extensão das Instituições de Ensino Superior Particulares. A relevância do evento consiste no debate acerca dos desafios da extensão universitária no Brasil, tematizando a amplitude alcançada por esta, ao plasmar o diálogo entre o saber acadêmico e o saber popular, propiciando uma rica síntese da abordagem dos problemas da realidade brasileira tanto quanto da implementação das políticas públicas até as práticas de inovação.
A temática escolhida para o 6º CBEU “Diálogos da Extensão: saberes tradicionais e inovação científica” aponta para a importância de reconhecer a existência de diferentes conhecimentos, sob a perspectiva da ciência e do senso comum. Para que, de fato, os trabalhos de extensão se constituam como respostas cada vez mais dinâmicas e propositivas, é necessário um diálogo entre os protagonistas desses conhecimentos. A Participação da UFSM: Nossa instituição teve trabalhos selecionados em todas as áreas. No total, 21 trabalhos foram escolhidos para Apresentações Orais (tendo especial destaque a área de educação com 8 trabalhos selecionados), 2 trabalhos para Rodas de Conversa e 1 trabalho na categoria Oficina. Em Belém, UFSM foi representada por alunos, professores e técnicos administrativos em educação. (PRE UFSM e alunos da universidade marcam presença no 6º CBEU.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

6º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária (CBEU)

O 6º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária é uma iniciativa conjunta do Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras, do Fórum Nacional de Extensão e Ação Comunitária das Universidades e Instituições de Ensino Superior Comunitárias e Fórum de Extensão das Instituições de Ensino Superior Particulares. A relevância do evento consiste no debate acerca dos desafios da extensão universitária no Brasil, tematizando a amplitude alcançada por esta, ao plasmar o diálogo entre o saber acadêmico e o saber popular, propiciando uma rica síntese da abordagem dos problemas da realidade brasileira tanto quanto da implementação das políticas públicas até as práticas de inovação.
A temática escolhida para o 6º CBEU “Diálogos da Extensão: saberes tradicionais e inovação científica” aponta para a importância de reconhecer a existência de diferentes conhecimentos, sob a perspectiva da ciência e do senso comum. Para que, de fato, os trabalhos de extensão se constituam como respostas cada vez mais dinâmicas e propositivas, é necessário um diálogo entre os protagonistas desses conhecimentos. A Participação da UFSM: Nossa instituição teve trabalhos selecionados em todas as áreas. No total, 21 trabalhos foram escolhidos para Apresentações Orais (tendo especial destaque a área de educação com 8 trabalhos selecionados), 2 trabalhos para Rodas de Conversa e 1 trabalho na categoria Oficina. Em Belém, UFSM foi representada por alunos, professores e técnicos administrativos em educação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

6º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária (CBEU)

O 6º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária é uma iniciativa conjunta do Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras, do Fórum Nacional de Extensão e Ação Comunitária das Universidades e Instituições de Ensino Superior Comunitárias e Fórum de Extensão das Instituições de Ensino Superior Particulares. A relevância do evento consiste no debate acerca dos desafios da extensão universitária no Brasil, tematizando a amplitude alcançada por esta, ao plasmar o diálogo entre o saber acadêmico e o saber popular, propiciando uma rica síntese da abordagem dos problemas da realidade brasileira tanto quanto da implementação das políticas públicas até as práticas de inovação.
A temática escolhida para o 6º CBEU “Diálogos da Extensão: saberes tradicionais e inovação científica” aponta para a importância de reconhecer a existência de diferentes conhecimentos, sob a perspectiva da ciência e do senso comum. Para que, de fato, os trabalhos de extensão se constituam como respostas cada vez mais dinâmicas e propositivas, é necessário um diálogo entre os protagonistas desses conhecimentos. A Participação da UFSM: Nossa instituição teve trabalhos selecionados em todas as áreas. No total, 21 trabalhos foram escolhidos para Apresentações Orais (tendo especial destaque a área de educação com 8 trabalhos selecionados), 2 trabalhos para Rodas de Conversa e 1 trabalho na categoria Oficina. Em Belém, UFSM foi representada por alunos, professores e técnicos administrativos em educação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto Inspira - 7ª Edição

Fotografia de Gerônimo Souto Lima.
O projeto Inspira – idealizado pela Polícia Federal, há 3 anos – e acolhido por vários órgãos de segurança pública, como SUSEPE, Brigada Militar, Polícia Civil e forças armadas, além da Universidade Federal de Santa Maria e da Universidade Franciscana, proporciona encontros semestrais entre as detentas do regime fechado e seus filhos. Durante um dia inteiro, os pequenos participam de atividades recreativas e educativas na companhia das mães. Nessa edição participaram oito detentas e 20 crianças, entre 02 e 14 anos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto de Extensão Proposta de Revitalização e Recuperação Ambiental da Vila Caiçara: Uma Necessidade Para Promover a Qualidade de Vida

Esgoto e Saúde Pública.
Projeto financiado pelo Fundo de Incentivo a Extensão (FIEX).
Coordenadora do projeto Ana Beatris Souza de Deus.
Iniciou suas atividades em março de 2014. Foi pensado para fornecer subsídios para uma mudança nas atitudes da população e fornecer ferramentas para que as entidades públicas possam agir na revitalização e recuperação ambiental da Vila Caiçara proporcionando um ambiente saudável para a comunidade de modo geral.
Durante os meses de junho a dezembro de 2016, o Grupo de Extensão e Pesquisa em Saneamento (GEPS), desenvolveu atividades extracurriculares de Educação Sanitária e Ambiental em duas escolas estaduais do Município de Agudo, RS. As atividades de Educação Sanitária e Ambiental desenvolvidas envolvendo as temáticas água, esgoto sanitário e drenagem, resíduos sólidos e saúde pública nas escolas EEEB Dom Érico Ferrari e EEEF Luiz Germano foram realizadas com a finalidade de atender parcialmente o objetivo geral - Oportunizar uma melhora, sanitária e ambiental, na qualidade de vida da população da Vila Caiçara do município de Agudo/RS - , pois há um número significativo de alunos que são moradores da Vila Caiçara. Sendo assim, estes podem ser multiplicadores do conhecimento adquirido durante as atividades para a família e conhecidos, esta é a nossa proposta. Este objetivo será concluído com as atividades diretamente na Vila Caiçara e na EMEF Santos Dumont que serão executadas em 2017.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto de Extensão Proposta de Revitalização e Recuperação Ambiental da Vila Caiçara: Uma Necessidade Para Promover a Qualidade de Vida

Esgoto e Saúde Pública.
Projeto financiado pelo Fundo de Incentivo a Extensão (FIEX).
Coordenadora do projeto Ana Beatris Souza de Deus.
Iniciou suas atividades em março de 2014. Foi pensado para fornecer subsídios para uma mudança nas atitudes da população e fornecer ferramentas para que as entidades públicas possam agir na revitalização e recuperação ambiental da Vila Caiçara proporcionando um ambiente saudável para a comunidade de modo geral.
Durante os meses de junho a dezembro de 2016, o Grupo de Extensão e Pesquisa em Saneamento (GEPS), desenvolveu atividades extracurriculares de Educação Sanitária e Ambiental em duas escolas estaduais do Município de Agudo, RS. As atividades de Educação Sanitária e Ambiental desenvolvidas envolvendo as temáticas água, esgoto sanitário e drenagem, resíduos sólidos e saúde pública nas escolas EEEB Dom Érico Ferrari e EEEF Luiz Germano foram realizadas com a finalidade de atender parcialmente o objetivo geral - Oportunizar uma melhora, sanitária e ambiental, na qualidade de vida da população da Vila Caiçara do município de Agudo/RS - , pois há um número significativo de alunos que são moradores da Vila Caiçara. Sendo assim, estes podem ser multiplicadores do conhecimento adquirido durante as atividades para a família e conhecidos, esta é a nossa proposta. Este objetivo será concluído com as atividades diretamente na Vila Caiçara e na EMEF Santos Dumont que serão executadas em 2017.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto de Extensão Proposta de Revitalização e Recuperação Ambiental da Vila Caiçara: Uma Necessidade Para Promover a Qualidade de Vida

Esgoto e Saúde Pública.
Projeto financiado pelo Fundo de Incentivo a Extensão (FIEX).
Coordenadora do projeto Ana Beatris Souza de Deus.
Iniciou suas atividades em março de 2014. Foi pensado para fornecer subsídios para uma mudança nas atitudes da população e fornecer ferramentas para que as entidades públicas possam agir na revitalização e recuperação ambiental da Vila Caiçara proporcionando um ambiente saudável para a comunidade de modo geral.
Durante os meses de junho a dezembro de 2016, o Grupo de Extensão e Pesquisa em Saneamento (GEPS), desenvolveu atividades extracurriculares de Educação Sanitária e Ambiental em duas escolas estaduais do Município de Agudo, RS. As atividades de Educação Sanitária e Ambiental desenvolvidas envolvendo as temáticas água, esgoto sanitário e drenagem, resíduos sólidos e saúde pública nas escolas EEEB Dom Érico Ferrari e EEEF Luiz Germano foram realizadas com a finalidade de atender parcialmente o objetivo geral - Oportunizar uma melhora, sanitária e ambiental, na qualidade de vida da população da Vila Caiçara do município de Agudo/RS - , pois há um número significativo de alunos que são moradores da Vila Caiçara. Sendo assim, estes podem ser multiplicadores do conhecimento adquirido durante as atividades para a família e conhecidos, esta é a nossa proposta. Este objetivo será concluído com as atividades diretamente na Vila Caiçara e na EMEF Santos Dumont que serão executadas em 2017.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto de Extensão Proposta de Revitalização e Recuperação Ambiental da Vila Caiçara: Uma Necessidade Para Promover a Qualidade de Vida

Esgoto e Saúde Pública.
Projeto financiado pelo Fundo de Incentivo a Extensão (FIEX).
Coordenadora do projeto Ana Beatris Souza de Deus.
Iniciou suas atividades em março de 2014. Foi pensado para fornecer subsídios para uma mudança nas atitudes da população e fornecer ferramentas para que as entidades públicas possam agir na revitalização e recuperação ambiental da Vila Caiçara proporcionando um ambiente saudável para a comunidade de modo geral.
Durante os meses de junho a dezembro de 2016, o Grupo de Extensão e Pesquisa em Saneamento (GEPS), desenvolveu atividades extracurriculares de Educação Sanitária e Ambiental em duas escolas estaduais do Município de Agudo, RS. As atividades de Educação Sanitária e Ambiental desenvolvidas envolvendo as temáticas água, esgoto sanitário e drenagem, resíduos sólidos e saúde pública nas escolas EEEB Dom Érico Ferrari e EEEF Luiz Germano foram realizadas com a finalidade de atender parcialmente o objetivo geral - Oportunizar uma melhora, sanitária e ambiental, na qualidade de vida da população da Vila Caiçara do município de Agudo/RS - , pois há um número significativo de alunos que são moradores da Vila Caiçara. Sendo assim, estes podem ser multiplicadores do conhecimento adquirido durante as atividades para a família e conhecidos, esta é a nossa proposta. Este objetivo será concluído com as atividades diretamente na Vila Caiçara e na EMEF Santos Dumont que serão executadas em 2017.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto de Extensão Proposta de Revitalização e Recuperação Ambiental da Vila Caiçara: Uma Necessidade Para Promover a Qualidade de Vida

Esgoto e Saúde Pública.
Projeto financiado pelo Fundo de Incentivo a Extensão (FIEX).
Coordenadora do projeto Ana Beatris Souza de Deus.
Iniciou suas atividades em março de 2014. Foi pensado para fornecer subsídios para uma mudança nas atitudes da população e fornecer ferramentas para que as entidades públicas possam agir na revitalização e recuperação ambiental da Vila Caiçara proporcionando um ambiente saudável para a comunidade de modo geral.
Durante os meses de junho a dezembro de 2016, o Grupo de Extensão e Pesquisa em Saneamento (GEPS), desenvolveu atividades extracurriculares de Educação Sanitária e Ambiental em duas escolas estaduais do Município de Agudo, RS. As atividades de Educação Sanitária e Ambiental desenvolvidas envolvendo as temáticas água, esgoto sanitário e drenagem, resíduos sólidos e saúde pública nas escolas EEEB Dom Érico Ferrari e EEEF Luiz Germano foram realizadas com a finalidade de atender parcialmente o objetivo geral - Oportunizar uma melhora, sanitária e ambiental, na qualidade de vida da população da Vila Caiçara do município de Agudo/RS - , pois há um número significativo de alunos que são moradores da Vila Caiçara. Sendo assim, estes podem ser multiplicadores do conhecimento adquirido durante as atividades para a família e conhecidos, esta é a nossa proposta. Este objetivo será concluído com as atividades diretamente na Vila Caiçara e na EMEF Santos Dumont que serão executadas em 2017.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto de Extensão Proposta de Revitalização e Recuperação Ambiental da Vila Caiçara: Uma Necessidade Para Promover a Qualidade de Vida

Esgoto e Saúde Pública.
Projeto financiado pelo Fundo de Incentivo a Extensão (FIEX).
Coordenadora do projeto Ana Beatris Souza de Deus.
Iniciou suas atividades em março de 2014. Foi pensado para fornecer subsídios para uma mudança nas atitudes da população e fornecer ferramentas para que as entidades públicas possam agir na revitalização e recuperação ambiental da Vila Caiçara proporcionando um ambiente saudável para a comunidade de modo geral.
Durante os meses de junho a dezembro de 2016, o Grupo de Extensão e Pesquisa em Saneamento (GEPS), desenvolveu atividades extracurriculares de Educação Sanitária e Ambiental em duas escolas estaduais do Município de Agudo, RS. As atividades de Educação Sanitária e Ambiental desenvolvidas envolvendo as temáticas água, esgoto sanitário e drenagem, resíduos sólidos e saúde pública nas escolas EEEB Dom Érico Ferrari e EEEF Luiz Germano foram realizadas com a finalidade de atender parcialmente o objetivo geral - Oportunizar uma melhora, sanitária e ambiental, na qualidade de vida da população da Vila Caiçara do município de Agudo/RS - , pois há um número significativo de alunos que são moradores da Vila Caiçara. Sendo assim, estes podem ser multiplicadores do conhecimento adquirido durante as atividades para a família e conhecidos, esta é a nossa proposta. Este objetivo será concluído com as atividades diretamente na Vila Caiçara e na EMEF Santos Dumont que serão executadas em 2017.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Projeto de Extensão Proposta de Revitalização e Recuperação Ambiental da Vila Caiçara: Uma Necessidade Para Promover a Qualidade de Vida

Esgoto e Saúde Pública.
Projeto financiado pelo Fundo de Incentivo a Extensão (FIEX).
Coordenadora do projeto Ana Beatris Souza de Deus.
Iniciou suas atividades em março de 2014. Foi pensado para fornecer subsídios para uma mudança nas atitudes da população e fornecer ferramentas para que as entidades públicas possam agir na revitalização e recuperação ambiental da Vila Caiçara proporcionando um ambiente saudável para a comunidade de modo geral.
Durante os meses de junho a dezembro de 2016, o Grupo de Extensão e Pesquisa em Saneamento (GEPS), desenvolveu atividades extracurriculares de Educação Sanitária e Ambiental em duas escolas estaduais do Município de Agudo, RS. As atividades de Educação Sanitária e Ambiental desenvolvidas envolvendo as temáticas água, esgoto sanitário e drenagem, resíduos sólidos e saúde pública nas escolas EEEB Dom Érico Ferrari e EEEF Luiz Germano foram realizadas com a finalidade de atender parcialmente o objetivo geral - Oportunizar uma melhora, sanitária e ambiental, na qualidade de vida da população da Vila Caiçara do município de Agudo/RS - , pois há um número significativo de alunos que são moradores da Vila Caiçara. Sendo assim, estes podem ser multiplicadores do conhecimento adquirido durante as atividades para a família e conhecidos, esta é a nossa proposta. Este objetivo será concluído com as atividades diretamente na Vila Caiçara e na EMEF Santos Dumont que serão executadas em 2017.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Resultados 1 a 50 de 529