Mostrar 1681 resultados

Descrição arquivística
Arte e Cultura
Previsualizar a impressão Ver:

1681 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais

13º Santa Maria Vídeo e Cinema

O 13º Santa Maria Vídeo e Cinema (SMVC) foi realizado de 29 de outubro a 03 de novembro de 2019. O evento teve como tema “Cinema para todas” e trouxe uma reflexão sobre o protagonismo da mulher no audiovisual e foram homenageadas como personalidade local a jornalista e crítica de cinema Bianca Zasso e como nacional a diretora de Arte Adriana Borba. Como diretor, o SMVC escolheu Zeca Brito para ser agraciado com o Troféu Vento Norte. A abertura contou com o longa-metragem Legalidade. A exibição ocorreu no Centro de Convenções da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Na sequência, foi realizado um bate-papo com o diretor do filme Zeca Brito e a diretora de Arte Adriana Borba, reafirmando uma das principais características do festival que é o debate com o público. Além disso, foram selecionados 23 filmes para a Mostra CredPago de Curtas-Metragens Brasileiros. Foram 17 ficções e seis documentários que concorrem ao Troféu Vento Norte. Já para a Mostra Bambino de Curtas-Metragens de Santa Maria e Região estavam na disputa 11 filmes. Os jurados do festival foram o professor e doutor em História Social do Trabalho Diorge Konrad, a Relações Públicas, professora e doutora em Comunicação Midiática Fabiana Pereira, a jornalista e criadora do portal Rede Sinas Melina Guterres, a jornalista e especialista em Cinema, doutoranda em Comunicação Marilice Daronco e o ator, cenotécnico e iluminador Sirmar Antunes.
Programação do festival: Terça-feira (29):
Centro de Convenções – UFSM: abertura oficial e exibição do longa-metragem “Legalidade”, de Zeca Brito, seguida de debate.
Quarta-feira (30):
Cesma: “Yoñlu”, de Hique Montanari, e oficina com o diretor.
Praça S. Marinho: “Depois daquele dia”, de Luciane Treulieb.
Praça S. Marinho: documentário “Sinprosm: 30 anos”.
Praça S. Marinho: primeira noite da Mostra CredPago de Curtas-Metragens Brasileiros e da Mostra Bambino de Curtas-Metragens de Santa Maria e Região.
Quinta-feira (31):
Praça S. Marinho: mostra Cine Caramelo – Peixonauta – O Filme.
Praça S. Marinho: “Manhã Transfigurada”, de Sérgio de Assis Brasil – sessão comemorativa dos 10 anos de lançamento.
Praça S. Marinho: primeira noite da Mostra CredPago de Curtas-Metragens Brasileiros e da Mostra Bambino de Curtas-Metragens de Santa Maria e Região.
Sexta-feira (1°):
Praça S. Marinho: mostra Cine Caramelo – Peixonauta – O Filme.
Praça S. Marinho: “Substantivo Feminino”, documentário de Daniela Sallet e Juan Zapata.
Praça S. Marinho: primeira noite da Mostra CredPago de Curtas-Metragens Brasileiros e da Mostra Bambino de Curtas-Metragens de Santa Maria e Região.
Sábado (2):
Sedufsm: “Esclerosada não é a vó”, de Erenice de Oliveira, Marcia Denardin e Luiz Alberto Cassol.
Sedufsm: “Alexandra”, de Luiz Alberto Cassol.
Salão Bianco Nero (anexo à Fadisma): cerimônia de premiação
Salão Bianco Nero (anexo à Fadisma): festa de encerramento
Domingo (3):
18h – Brique da Vila Belga: exibição dos vencedores do 13º SMVC.
Os filmes escolhidos pela Mostra Nacional de Curtas-Metragens foram: À Sombra (2018); De Longe, Ninguém Vê O Presidente (2018); Dia de Mudança (2019); Êles (2019); Endotermia (2018); Eva – Quarta de Cinzas (2018); Existência (2019); Feminino Substantivo (2019); Garbo (2018); Jardim Secreto (2019); Julieta de Bicicleta (2018); Lauri e a Subversão (2018); Love do Amor (2019); Meio Filme de Família. Meio Filme de Viagem (2019); Menino Pássaro (2018); O Mistério da Carne (2018); Parabéns a Você (2019); #Procuram-se Mulheres (2018); Riscados pela Memória (2018); Roupa de Sair (2019); Selma Depois da Chuva (2019); Somos de Ontem (2019) e Veraneio (2019). E os filmes escolhidos pela Mostra Bambino de Curtas-Metragens de Santa Maria e Região foram: 2319 (2019); Disforia (2019); Elena Nunca Esteve Aqui (2018); Existência (2019); Feminino Substantivo (2019); Flipando Ideias (2019); Love do Amor (2019); M (2019); Polifeira do Agricultor – A Produção (2019); Post It (2019); e T.R.I.M.M (2018).

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

15º Santa Maria Vídeo e Cinema

Fotografia de Josieli Guidolin Rossi.
A 15° edição do Santa Maria Vídeo e Cinema (SMVC), que também celebrou seus 20 anos, realizou-se no Centro de Convenções da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Foram exibidos os 10 trabalhos selecionados para a Mostra Sinprosm de Curtas-Metragens de Santa Maria e região, dos 24 audiovisuais inscritos. Além dos vencedores em mais de 10 categorias como melhor curta, ator, atriz e direção, escolhidas pelo júri composto pelos críticos de cinema Conrado Oliveira, Siliane Vieira e Bianca Zasso, também foi feita a entrega do Troféu Vento Norte Diário de Santa Maria ao curta mais votado no site do Diário. Os homenageados dessa edição foram o diretor, produtor e coordenador da TV OVO, Paulo Tavares, e o ator, formado pela UFSM, Rafa Sieg. O grande vencedor da noite foi o produtor audiovisual e diretor Marcos Amaral, que estreou no festival este ano com o curta-metragem de ficcção “Esporas”, com duração de nove minutos. O trabalho foi premiado nas seguintes categorias: melhor filme, melhor direção, melhor direção de fotografia, e melhor trilha sonora. “Esporas” ainda recebeu menção honrosa pela performance coreográfica da dupla de protagonistas. A noite também marcou a assinatura de uma parceria entre o Santa Maria Vídeo e Cinema e a UFSM. O festival fará a doação de todo o material, entre filmes, cartazes e fotos que marcaram a história do evento, para a criação de um acervo físico na Universidade.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

15º Santa Maria Vídeo e Cinema

Fotografia de Josieli Guidolin Rossi.
A 15° edição do Santa Maria Vídeo e Cinema (SMVC), que também celebrou seus 20 anos, realizou-se no Centro de Convenções da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Foram exibidos os 10 trabalhos selecionados para a Mostra Sinprosm de Curtas-Metragens de Santa Maria e região, dos 24 audiovisuais inscritos. Além dos vencedores em mais de 10 categorias como melhor curta, ator, atriz e direção, escolhidas pelo júri composto pelos críticos de cinema Conrado Oliveira, Siliane Vieira e Bianca Zasso, também foi feita a entrega do Troféu Vento Norte Diário de Santa Maria ao curta mais votado no site do Diário. Os homenageados dessa edição foram o diretor, produtor e coordenador da TV OVO, Paulo Tavares, e o ator, formado pela UFSM, Rafa Sieg. O grande vencedor da noite foi o produtor audiovisual e diretor Marcos Amaral, que estreou no festival este ano com o curta-metragem de ficcção “Esporas”, com duração de nove minutos. O trabalho foi premiado nas seguintes categorias: melhor filme, melhor direção, melhor direção de fotografia, e melhor trilha sonora. “Esporas” ainda recebeu menção honrosa pela performance coreográfica da dupla de protagonistas. A noite também marcou a assinatura de uma parceria entre o Santa Maria Vídeo e Cinema e a UFSM. O festival fará a doação de todo o material, entre filmes, cartazes e fotos que marcaram a história do evento, para a criação de um acervo físico na Universidade.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

15º Santa Maria Vídeo e Cinema

Fotografia de Josieli Guidolin Rossi.
A 15° edição do Santa Maria Vídeo e Cinema (SMVC), que também celebrou seus 20 anos, realizou-se no Centro de Convenções da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Foram exibidos os 10 trabalhos selecionados para a Mostra Sinprosm de Curtas-Metragens de Santa Maria e região, dos 24 audiovisuais inscritos. Além dos vencedores em mais de 10 categorias como melhor curta, ator, atriz e direção, escolhidas pelo júri composto pelos críticos de cinema Conrado Oliveira, Siliane Vieira e Bianca Zasso, também foi feita a entrega do Troféu Vento Norte Diário de Santa Maria ao curta mais votado no site do Diário. Os homenageados dessa edição foram o diretor, produtor e coordenador da TV OVO, Paulo Tavares, e o ator, formado pela UFSM, Rafa Sieg. O grande vencedor da noite foi o produtor audiovisual e diretor Marcos Amaral, que estreou no festival este ano com o curta-metragem de ficcção “Esporas”, com duração de nove minutos. O trabalho foi premiado nas seguintes categorias: melhor filme, melhor direção, melhor direção de fotografia, e melhor trilha sonora. “Esporas” ainda recebeu menção honrosa pela performance coreográfica da dupla de protagonistas. A noite também marcou a assinatura de uma parceria entre o Santa Maria Vídeo e Cinema e a UFSM. O festival fará a doação de todo o material, entre filmes, cartazes e fotos que marcaram a história do evento, para a criação de um acervo físico na Universidade.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

15º Santa Maria Vídeo e Cinema

Fotografia de Josieli Guidolin Rossi.
A 15° edição do Santa Maria Vídeo e Cinema (SMVC), que também celebrou seus 20 anos, realizou-se no Centro de Convenções da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Foram exibidos os 10 trabalhos selecionados para a Mostra Sinprosm de Curtas-Metragens de Santa Maria e região, dos 24 audiovisuais inscritos. Além dos vencedores em mais de 10 categorias como melhor curta, ator, atriz e direção, escolhidas pelo júri composto pelos críticos de cinema Conrado Oliveira, Siliane Vieira e Bianca Zasso, também foi feita a entrega do Troféu Vento Norte Diário de Santa Maria ao curta mais votado no site do Diário. Os homenageados dessa edição foram o diretor, produtor e coordenador da TV OVO, Paulo Tavares, e o ator, formado pela UFSM, Rafa Sieg. O grande vencedor da noite foi o produtor audiovisual e diretor Marcos Amaral, que estreou no festival este ano com o curta-metragem de ficcção “Esporas”, com duração de nove minutos. O trabalho foi premiado nas seguintes categorias: melhor filme, melhor direção, melhor direção de fotografia, e melhor trilha sonora. “Esporas” ainda recebeu menção honrosa pela performance coreográfica da dupla de protagonistas. A noite também marcou a assinatura de uma parceria entre o Santa Maria Vídeo e Cinema e a UFSM. O festival fará a doação de todo o material, entre filmes, cartazes e fotos que marcaram a história do evento, para a criação de um acervo físico na Universidade.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1ª Noite do Rock

Ocorreu dia 02 de julho de 2019 a 1ª Noite do Rock no Centro de Convenções da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), promovido pela Pró-Reitoria de Extensão (PRE) e Coordenadoria de Cultura e Eventos. As bandas finalistas que se apresentaram foram a Vakan, Denfor (de Palmeira das Missões) e Martelo. A banda Vakan é formada por Lucas Oliveira (bateria), Alexandre Marinho (guitarra), Matheus Oliveira (vocal), Carlos Schimitt (baixo) e Guma Streb (guitarra); a banda Denfor é formada por Guilherme Mattos (vocal/guitarra), Jair Júnior (guitarra), Fabio Ilke (bateria) e Alan Rodrigues (baixo) e a banda Martelo é formada por Rossano Martins (cantor e compositor), Gisele Dellalibera (vocalista), João Felipe Quevedo (bateria), Daniel John Patias (baixo), J. Júnior (guitarra), Charles R. Junior (guitarra).

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1ª Noite do Rock

Ocorreu dia 02 de julho de 2019 a 1ª Noite do Rock no Centro de Convenções da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), promovido pela Pró-Reitoria de Extensão (PRE) e Coordenadoria de Cultura e Eventos. As bandas finalistas que se apresentaram foram a Vakan, Denfor (de Palmeira das Missões) e Martelo. A banda Vakan é formada por Lucas Oliveira (bateria), Alexandre Marinho (guitarra), Matheus Oliveira (vocal), Carlos Schimitt (baixo) e Guma Streb (guitarra); a banda Denfor é formada por Guilherme Mattos (vocal/guitarra), Jair Júnior (guitarra), Fabio Ilke (bateria) e Alan Rodrigues (baixo) e a banda Martelo é formada por Rossano Martins (cantor e compositor), Gisele Dellalibera (vocalista), João Felipe Quevedo (bateria), Daniel John Patias (baixo), J. Júnior (guitarra), Charles R. Junior (guitarra).

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1ª Noite do Rock

Ocorreu dia 02 de julho de 2019 a 1ª Noite do Rock no Centro de Convenções da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), promovido pela Pró-Reitoria de Extensão (PRE) e Coordenadoria de Cultura e Eventos. As bandas finalistas que se apresentaram foram a Vakan, Denfor (de Palmeira das Missões) e Martelo. A banda Vakan é formada por Lucas Oliveira (bateria), Alexandre Marinho (guitarra), Matheus Oliveira (vocal), Carlos Schimitt (baixo) e Guma Streb (guitarra); a banda Denfor é formada por Guilherme Mattos (vocal/guitarra), Jair Júnior (guitarra), Fabio Ilke (bateria) e Alan Rodrigues (baixo) e a banda Martelo é formada por Rossano Martins (cantor e compositor), Gisele Dellalibera (vocalista), João Felipe Quevedo (bateria), Daniel John Patias (baixo), J. Júnior (guitarra), Charles R. Junior (guitarra).

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1ª Noite do Rock

Ocorreu dia 02 de julho de 2019 a 1ª Noite do Rock no Centro de Convenções da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), promovido pela Pró-Reitoria de Extensão (PRE) e Coordenadoria de Cultura e Eventos. As bandas finalistas que se apresentaram foram a Vakan, Denfor (de Palmeira das Missões) e Martelo. A banda Vakan é formada por Lucas Oliveira (bateria), Alexandre Marinho (guitarra), Matheus Oliveira (vocal), Carlos Schimitt (baixo) e Guma Streb (guitarra); a banda Denfor é formada por Guilherme Mattos (vocal/guitarra), Jair Júnior (guitarra), Fabio Ilke (bateria) e Alan Rodrigues (baixo) e a banda Martelo é formada por Rossano Martins (cantor e compositor), Gisele Dellalibera (vocalista), João Felipe Quevedo (bateria), Daniel John Patias (baixo), J. Júnior (guitarra), Charles R. Junior (guitarra).

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2ª Mateada Viva o Campus UFSM

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão juntamente com o DTG Noel Guarany, a 2ª Mateada do Viva o Campus UFSM contou com diversas atividades. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2ª Mateada Viva o Campus UFSM

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão juntamente com o DTG Noel Guarany, a 2ª Mateada do Viva o Campus UFSM contou com diversas atividades. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2ª Mateada Viva o Campus UFSM

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão juntamente com o DTG Noel Guarany, a 2ª Mateada do Viva o Campus UFSM contou com diversas atividades. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2ª Mateada Viva o Campus UFSM

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão juntamente com o DTG Noel Guarany, a 2ª Mateada do Viva o Campus UFSM contou com diversas atividades. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2ª Mateada Viva o Campus UFSM

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão juntamente com o DTG Noel Guarany, a 2ª Mateada do Viva o Campus UFSM contou com diversas atividades. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2ª Mateada Viva o Campus UFSM

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão juntamente com o DTG Noel Guarany, a 2ª Mateada do Viva o Campus UFSM contou com diversas atividades. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2ª Mateada Viva o Campus UFSM

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão juntamente com o DTG Noel Guarany, a 2ª Mateada do Viva o Campus UFSM contou com diversas atividades. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2ª Mateada Viva o Campus UFSM

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão juntamente com o DTG Noel Guarany, a 2ª Mateada do Viva o Campus UFSM contou com diversas atividades. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2ª Mateada Viva o Campus UFSM

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão juntamente com o DTG Noel Guarany, a 2ª Mateada do Viva o Campus UFSM contou com diversas atividades. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2ª Mateada Viva o Campus UFSM

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão juntamente com o DTG Noel Guarany, a 2ª Mateada do Viva o Campus UFSM contou com diversas atividades. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2ª Mateada Viva o Campus UFSM

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão juntamente com o DTG Noel Guarany, a 2ª Mateada do Viva o Campus UFSM contou com diversas atividades. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2ª Mateada Viva o Campus UFSM

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão juntamente com o DTG Noel Guarany, a 2ª Mateada do Viva o Campus UFSM contou com diversas atividades. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2ª Mateada Viva o Campus UFSM

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão juntamente com o DTG Noel Guarany, a 2ª Mateada do Viva o Campus UFSM contou com diversas atividades. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2ª Mateada Viva o Campus UFSM

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão juntamente com o DTG Noel Guarany, a 2ª Mateada do Viva o Campus UFSM contou com diversas atividades. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2ª Mateada Viva o Campus UFSM

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão juntamente com o DTG Noel Guarany, a 2ª Mateada do Viva o Campus UFSM contou com diversas atividades. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2ª Mateada Viva o Campus UFSM

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão juntamente com o DTG Noel Guarany, a 2ª Mateada do Viva o Campus UFSM contou com diversas atividades. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2ª Mateada Viva o Campus UFSM

Promovido pela Pró-Reitoria de Extensão juntamente com o DTG Noel Guarany, a 2ª Mateada do Viva o Campus UFSM contou com diversas atividades. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum de Direitos Humanos da UFSM

Promovido pelo Observatório de Direitos Humanos (ODH), projeto vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PRE). O Evento reuniu atividades temáticas que foram distribuídas durante os dois dias que se seguiram, sendo o segundo Fórum realizado pelo ODH, o primeiro foi no ano de 2018. No primeiro dia, a apresentação artística “Terra sem males”, coordenada pelo professor Odailso Berté, foi a abertura do evento. Logo após, deu-se início à cerimônia referente a assinatura do termo de cooperação técnica da UFSM com o Ministério Público e com a Fundação de Atendimento Socieducativo (FASE) por mais 5 anos. A próxima atividade foi a roda de conversa “Atuação dos Órgãos Públicos nos Direitos Humanos”, com a participação do Pró-Reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, a Diretora Geral do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE), Magali Marques da Rocha, e a Coordenadora Municipal de Igualdade Racial de Caçapava do Sul, Cátia Cilene morais Dutra. Por fim, a apresentação cultural MCs os Guris, participantes do projeto Leitura através do Funk, finalizaram a manhã. Fotografia de Andrea Ortis.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Resultados 1 a 50 de 1681