Showing 3087 results

Archival description
Bairro Camobi / Santa Maria
Print preview View:

3087 results with digital objects Show results with digital objects

Encerramento da I Jornada de Lutas das Mulheres

Depois de um mês inteiro de construção coletiva, promovendo debates, encontros, oficinas, espaços culturais, de aprendizagem, de conhecimento compartilhado e de muita luta! Encerraremos nossa Jornada, que contou com mais de 22 atividades organizadas por diversos coletivos, movimentos sociais, organizações educativas, populares e artísticas. Encerramos com a certeza de que este fim é simbólico, pois a luta sempre continua. Enquanto todas as mulheres forem tratadas de forma desigual, violenta e opressora, não pararemos por aqui! Seguiremos sempre exigindo respeito e os nossos direitos que nos são negligenciados diariamente.
O encerramento contou com a presença de mulheres em cargos administrativos da Universidade Federal de Santa Maria. O evento teve como fala principal a apresentação do trabalho de Aline Bagetti, intitulada: " Feminismos e a criação de micropolíticas no Plano da Diferença". Após foi apresentado o fórum Municipal Permanente de Mulheres de Santa Maria, pela professora Maria Celeste Landerdahl e aberto um convite a todos interessados em construí-lo. Fotografia de Priscila Aguiar.

Untitled

Encerramento da I Jornada de Lutas das Mulheres

Depois de um mês inteiro de construção coletiva, promovendo debates, encontros, oficinas, espaços culturais, de aprendizagem, de conhecimento compartilhado e de muita luta! Encerraremos nossa Jornada, que contou com mais de 22 atividades organizadas por diversos coletivos, movimentos sociais, organizações educativas, populares e artísticas. Encerramos com a certeza de que este fim é simbólico, pois a luta sempre continua. Enquanto todas as mulheres forem tratadas de forma desigual, violenta e opressora, não pararemos por aqui! Seguiremos sempre exigindo respeito e os nossos direitos que nos são negligenciados diariamente.
O encerramento contou com a presença de mulheres em cargos administrativos da Universidade Federal de Santa Maria. O evento teve como fala principal a apresentação do trabalho de Aline Bagetti, intitulada: " Feminismos e a criação de micropolíticas no Plano da Diferença". Após foi apresentado o fórum Municipal Permanente de Mulheres de Santa Maria, pela professora Maria Celeste Landerdahl e aberto um convite a todos interessados em construí-lo. Fotografia de Priscila Aguiar.

Untitled

Encerramento da I Jornada de Lutas das Mulheres

Fotografia de Priscila Aguiar.
Depois de um mês inteiro de construção coletiva, promovendo debates, encontros, oficinas, espaços culturais, de aprendizagem, de conhecimento compartilhado e de muita luta! Encerraremos nossa Jornada, que contou com mais de 22 atividades organizadas por diversos coletivos, movimentos sociais, organizações educativas, populares e artísticas. Encerramos com a certeza de que este fim é simbólico, pois a luta sempre continua. Enquanto todas as mulheres forem tratadas de forma desigual, violenta e opressora, não pararemos por aqui! Seguiremos sempre exigindo respeito e os nossos direitos que nos são negligenciados diariamente.
O encerramento contou com a presença de mulheres em cargos administrativos da Universidade Federal de Santa Maria. O evento teve como fala principal a apresentação do trabalho de Aline Bagetti, intitulada: " Feminismos e a criação de micropolíticas no Plano da Diferença". Após foi apresentado o fórum Municipal Permanente de Mulheres de Santa Maria, pela professora Maria Celeste Landerdahl e aberto um convite a todos interessados em construí-lo.

Untitled

Encerramento da I Jornada de Lutas das Mulheres

Depois de um mês inteiro de construção coletiva, promovendo debates, encontros, oficinas, espaços culturais, de aprendizagem, de conhecimento compartilhado e de muita luta! Encerraremos nossa Jornada, que contou com mais de 22 atividades organizadas por diversos coletivos, movimentos sociais, organizações educativas, populares e artísticas. Encerramos com a certeza de que este fim é simbólico, pois a luta sempre continua. Enquanto todas as mulheres forem tratadas de forma desigual, violenta e opressora, não pararemos por aqui! Seguiremos sempre exigindo respeito e os nossos direitos que nos são negligenciados diariamente.
O encerramento contou com a presença de mulheres em cargos administrativos da Universidade Federal de Santa Maria. O evento teve como fala principal a apresentação do trabalho de Aline Bagetti, intitulada: " Feminismos e a criação de micropolíticas no Plano da Diferença". Após foi apresentado o fórum Municipal Permanente de Mulheres de Santa Maria, pela professora Maria Celeste Landerdahl e aberto um convite a todos interessados em construí-lo. Fotografia de Priscila Aguiar.

Untitled

Encerramento da I Jornada de Lutas das Mulheres

Depois de um mês inteiro de construção coletiva, promovendo debates, encontros, oficinas, espaços culturais, de aprendizagem, de conhecimento compartilhado e de muita luta! Encerraremos nossa Jornada, que contou com mais de 22 atividades organizadas por diversos coletivos, movimentos sociais, organizações educativas, populares e artísticas. Encerramos com a certeza de que este fim é simbólico, pois a luta sempre continua. Enquanto todas as mulheres forem tratadas de forma desigual, violenta e opressora, não pararemos por aqui! Seguiremos sempre exigindo respeito e os nossos direitos que nos são negligenciados diariamente.
O encerramento contou com a presença de mulheres em cargos administrativos da Universidade Federal de Santa Maria. O evento teve como fala principal a apresentação do trabalho de Aline Bagetti, intitulada: " Feminismos e a criação de micropolíticas no Plano da Diferença". Após foi apresentado o fórum Municipal Permanente de Mulheres de Santa Maria, pela professora Maria Celeste Landerdahl e aberto um convite a todos interessados em construí-lo. Fotografia de Priscila Aguiar.

Untitled

Diálogos - Travestis e Transsexuais na Educação: acesso permanência e formação

Na última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), de 2014, num universo de 8.721.946 de inscritos, apenas 95, se identificaram enquanto pessoas trans e reivindicaram o uso de seu nome social. Esse dado leva a um questionamento pouco feito durante o cotidiano: onde, de fato, estão as pessoas transgêneras, transexuais e as travestis? Para contextualizar essa reflexão e ampliar o debate, o Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE UFSM - UAB), juntamente com a Pró Reitoria De Extensão Ufsm e o Coletivo Voe, promoveu o Diálogos “Travestis e transexuais na Educação: acesso, permanência e formação”. Fotografia de Priscila Aguiar.

Untitled

Diálogos - Travestis e Transsexuais na Educação: acesso permanência e formação

Na última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), de 2014, num universo de 8.721.946 de inscritos, apenas 95, se identificaram enquanto pessoas trans e reivindicaram o uso de seu nome social. Esse dado leva a um questionamento pouco feito durante o cotidiano: onde, de fato, estão as pessoas transgêneras, transexuais e as travestis? Para contextualizar essa reflexão e ampliar o debate, o Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE UFSM - UAB), juntamente com a Pró Reitoria De Extensão Ufsm e o Coletivo Voe, promoveu o Diálogos “Travestis e transexuais na Educação: acesso, permanência e formação”. Fotografia de Priscila Aguiar.

Untitled

Diálogos - Travestis e Transsexuais na Educação: acesso permanência e formação

Na última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), de 2014, num universo de 8.721.946 de inscritos, apenas 95, se identificaram enquanto pessoas trans e reivindicaram o uso de seu nome social. Esse dado leva a um questionamento pouco feito durante o cotidiano: onde, de fato, estão as pessoas transgêneras, transexuais e as travestis? Para contextualizar essa reflexão e ampliar o debate, o Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE UFSM - UAB), juntamente com a Pró Reitoria De Extensão Ufsm e o Coletivo Voe, promoveu o Diálogos “Travestis e transexuais na Educação: acesso, permanência e formação”. Fotografia de Priscila Aguiar.

Untitled

Descubra UFSM

Aconteceu na UFSM a segunda edição do Descubra UFSM, evento que tem os moldes de uma feira das profissões, propiciando uma série de trocas sobre as experiências vividas na universidade. Fotografia de Priscila Aguiar.

Untitled

Descubra UFSM

Aconteceu na UFSM a segunda edição do Descubra UFSM, evento que tem os moldes de uma feira das profissões, propiciando uma série de trocas sobre as experiências vividas na universidade. Fotografia de Priscila Aguiar.

Untitled

Debate sobre Ingresso Estudantil na UFSM – Cotas e SISU

A ampliação das políticas de ações afirmativas, o ingresso no ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (SISU) e a mudança na data do Vestibular foram os três pontos do debate ocorrido no dia 20 de maio de 2014 ao meio-dia, em frente ao Restaurante Universitário. Promovido pelo Gabinete do Reitor da UFSM, o debate teve a mediação do reitor, professor Paulo Afonso Burmann, e a presença dos pró-reitores de Graduação, professor Albertinho Luiz Gallina, e de Assuntos Estudantis, professor João Batista Paiva, da representante do Diretório Central dos Estudantes (DCE) Thais Paz e do representante do coletivo Afronta Elias Costa. A iniciativa visou promover o debate com a comunidade acadêmica antes da votação das três pautas ligadas ao vestibular na reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) dia 22 de maio. Fotografia de Priscila Aguiar.

Untitled

Debate sobre Ingresso Estudantil na UFSM – Cotas e SISU

A ampliação das políticas de ações afirmativas, o ingresso no ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (SISU) e a mudança na data do Vestibular foram os três pontos do debate ocorrido no dia 20 de maio de 2014 ao meio-dia, em frente ao Restaurante Universitário. Promovido pelo Gabinete do Reitor da UFSM, o debate teve a mediação do reitor, professor Paulo Afonso Burmann, e a presença dos pró-reitores de Graduação, professor Albertinho Luiz Gallina, e de Assuntos Estudantis, professor João Batista Paiva, da representante do Diretório Central dos Estudantes (DCE) Thais Paz e do representante do coletivo Afronta Elias Costa. A iniciativa visou promover o debate com a comunidade acadêmica antes da votação das três pautas ligadas ao vestibular na reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) dia 22 de maio.Fotografia de Priscila Aguiar.

Untitled

Debate sobre Ingresso Estudantil na UFSM – Cotas e SISU

A ampliação das políticas de ações afirmativas, o ingresso no ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (SISU) e a mudança na data do Vestibular foram os três pontos do debate ocorrido no dia 20 de maio de 2014 ao meio-dia, em frente ao Restaurante Universitário. Promovido pelo Gabinete do Reitor da UFSM, o debate teve a mediação do reitor, professor Paulo Afonso Burmann, e a presença dos pró-reitores de Graduação, professor Albertinho Luiz Gallina, e de Assuntos Estudantis, professor João Batista Paiva, da representante do Diretório Central dos Estudantes (DCE) Thais Paz e do representante do coletivo Afronta Elias Costa. A iniciativa visou promover o debate com a comunidade acadêmica antes da votação das três pautas ligadas ao vestibular na reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) dia 22 de maio. Fotografia de Priscila Aguiar.

Untitled

Debate sobre Ingresso Estudantil na UFSM – Cotas e SISU

A ampliação das políticas de ações afirmativas, o ingresso no ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (SISU) e a mudança na data do Vestibular foram os três pontos do debate ocorrido no dia 20 de maio de 2014 ao meio-dia, em frente ao Restaurante Universitário. Promovido pelo Gabinete do Reitor da UFSM, o debate teve a mediação do reitor, professor Paulo Afonso Burmann, e a presença dos pró-reitores de Graduação, professor Albertinho Luiz Gallina, e de Assuntos Estudantis, professor João Batista Paiva, da representante do Diretório Central dos Estudantes (DCE) Thais Paz e do representante do coletivo Afronta Elias Costa. A iniciativa visou promover o debate com a comunidade acadêmica antes da votação das três pautas ligadas ao vestibular na reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) dia 22 de maio. Fotografia de Priscila Aguiar.

Untitled

Recepção dos novos integrantes do Grupo de Trabalho do Convênio MP-RS_FASE_UFSM

Fotografia de Jaciele Carine Sell.
Na tarde do dia 28/05, o promotor do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul (MP-RS) Antônio Augusto Ramos de Moraes e o Pró-reitor de Extensão, Prof. Flavi Ferreira Lisboa Filho, juntamente com os demais integrantes do Grupo de Trabalho do Convênio entre MP-RS, Fundação de Atendimento Socioeducativo do Rio Grande do Sul (FASE-RS) e UFSM, recepcionaram os novos integrantes do grupo - proponentes de atividades através da Chamada Pública 09/2018/PRE.
As ações desenvolvidas através deste convênio visam assessorar famílias de adolescentes que cumprem a medida socioeducativa na instituição Centro de Atendimento Socioeducativo de Santa Maria (CASE-SM). Já fazem parte do convênio os cursos de Psicologia, Serviço Social, Centro de Educação, Politécnico, CTISM os quais iniciam as atividades propostas pelos coordenadores.

Untitled

Recepção dos novos integrantes do Grupo de Trabalho do Convênio MP-RS_FASE_UFSM

Fotografia de Jaciele Carine Sell.
Na tarde do dia 28/05, o promotor do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul (MP-RS) Antônio Augusto Ramos de Moraes e o Pró-reitor de Extensão, Prof. Flavi Ferreira Lisboa Filho, juntamente com os demais integrantes do Grupo de Trabalho do Convênio entre MP-RS, Fundação de Atendimento Socioeducativo do Rio Grande do Sul (FASE-RS) e UFSM, recepcionaram os novos integrantes do grupo - proponentes de atividades através da Chamada Pública 09/2018/PRE.
As ações desenvolvidas através deste convênio visam assessorar famílias de adolescentes que cumprem a medida socioeducativa na instituição Centro de Atendimento Socioeducativo de Santa Maria (CASE-SM). Já fazem parte do convênio os cursos de Psicologia, Serviço Social, Centro de Educação, Politécnico, CTISM os quais iniciam as atividades propostas pelos coordenadores.

Untitled

Recepção dos novos integrantes do Grupo de Trabalho do Convênio MP-RS_FASE_UFSM

Fotografia de Jaciele Carine Sell.
Na tarde do dia 28/05, o promotor do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul (MP-RS) Antônio Augusto Ramos de Moraes e o Pró-reitor de Extensão, Prof. Flavi Ferreira Lisboa Filho, juntamente com os demais integrantes do Grupo de Trabalho do Convênio entre MP-RS, Fundação de Atendimento Socioeducativo do Rio Grande do Sul (FASE-RS) e UFSM, recepcionaram os novos integrantes do grupo - proponentes de atividades através da Chamada Pública 09/2018/PRE.
As ações desenvolvidas através deste convênio visam assessorar famílias de adolescentes que cumprem a medida socioeducativa na instituição Centro de Atendimento Socioeducativo de Santa Maria (CASE-SM). Já fazem parte do convênio os cursos de Psicologia, Serviço Social, Centro de Educação, Politécnico, CTISM os quais iniciam as atividades propostas pelos coordenadores.

Untitled

Campanha do Agasalho 2018 - entrega no HUSM

A campanha do Agasalho 2018 da UFSM durou 33 dias. A promoção é da Pró-reitoria de Extensão (PRE) em parceria com o Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM). Serão arrecadadas roupas de inverno em condições de uso para crianças e adultos. Fotografia de Danusa Frazzon da Cunha.

Untitled

Campanha do Agasalho 2018 - entrega no HUSM

A campanha do Agasalho 2018 da UFSM durou 33 dias. A promoção é da Pró-reitoria de Extensão (PRE) em parceria com o Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM). Serão arrecadadas roupas de inverno em condições de uso para crianças e adultos. Fotografia de Danusa Frazzon da Cunha.

Untitled

Debate Política de Extensão em Unidades Universitárias

Fotógrafo não identificado.
A UFSM está elaborando a Política de Extensão, que vai balizar a concepção, o registro e a avaliação das ações extensionistas da Instituição. O propósito da minuta é orientar e integrar as atividades extensionistas desenvolvidas na UFSM, de modo a colaborar para a construção de uma Universidade de excelência e socialmente referenciada. Desta forma, o texto dispõe sobre as diretrizes e os objetivos da extensão e da Pró Reitoria de Extensão da UFSM, caracteriza os eixos e as linhas de atuação da extensão, bem como suas ações e as possibilidades de financiamento. Além disso, busca trazer também questões relativas à avaliação dessas ações e à valorização da extensão dentro da Instituição, entre outras questões. O debate nas unidades teve início na terça-feira (3), no CE, pela manhã, e no CCSH, pela tarde. No dia 10 de julho as discussões foram realizadas no CAL e no CCR. As demais unidades serão visitadas em agosto. Estes encontros têm como propósito discutir a Política de Extensão com a comunidade acadêmica e qualificar ainda mais o texto.

Untitled

Debate Política de Extensão em Unidades Universitárias

Fotógrafo não identificado.
A UFSM está elaborando a Política de Extensão, que vai balizar a concepção, o registro e a avaliação das ações extensionistas da Instituição. O propósito da minuta é orientar e integrar as atividades extensionistas desenvolvidas na UFSM, de modo a colaborar para a construção de uma Universidade de excelência e socialmente referenciada. Desta forma, o texto dispõe sobre as diretrizes e os objetivos da extensão e da Pró Reitoria de Extensão da UFSM, caracteriza os eixos e as linhas de atuação da extensão, bem como suas ações e as possibilidades de financiamento. Além disso, busca trazer também questões relativas à avaliação dessas ações e à valorização da extensão dentro da Instituição, entre outras questões. O debate nas unidades teve início na terça-feira (3), no CE, pela manhã, e no CCSH, pela tarde. No dia 10 de julho as discussões foram realizadas no CAL e no CCR. As demais unidades serão visitadas em agosto. Estes encontros têm como propósito discutir a Política de Extensão com a comunidade acadêmica e qualificar ainda mais o texto.

Untitled

Negras e Negros na Cultura, na Ciência e nos Movimentos Sociais

Fotografia de Marcione Rodrigues Nunes.
Negras e Negros na Cultura, na Ciência e nos Movimentos Sociais foi uma exposição que aconteceu no Centro de Convenções da UFSM, de 21 a 30 de março. No dia 25 ocorreu o momento Música de Preto com a participação de Elen Ortiz, Zan Ribeiro e Ariane Teixeira. Já no dia 29 houve Roda de Conversa com Mulheres Negras – Militância e Protagonismo das Pretas, mediação do Grupo de Estudos Pós-Abolição (GEPA) e participação especial de Malu Viana. Durante toda a exposição os participantes também puderam conferir a mostra de bonecas negras de Lúcia Severo Baiana.

Untitled

Negras e Negros na Cultura, na Ciência e nos Movimentos Sociais

Fotografia de Marcione Rodrigues Nunes.
Negras e Negros na Cultura, na Ciência e nos Movimentos Sociais foi uma exposição que aconteceu no Centro de Convenções da UFSM, de 21 a 30 de março. No dia 25 ocorreu o momento Música de Preto com a participação de Elen Ortiz, Zan Ribeiro e Ariane Teixeira. Já no dia 29 houve Roda de Conversa com Mulheres Negras – Militância e Protagonismo das Pretas, mediação do Grupo de Estudos Pós-Abolição (GEPA) e participação especial de Malu Viana. Durante toda a exposição os participantes também puderam conferir a mostra de bonecas negras de Lúcia Severo Baiana.

Untitled

Negras e Negros na Cultura, na Ciência e nos Movimentos Sociais

Fotografia de Marcione Rodrigues Nunes.
Negras e Negros na Cultura, na Ciência e nos Movimentos Sociais foi uma exposição que aconteceu no Centro de Convenções da UFSM, de 21 a 30 de março. No dia 25 ocorreu o momento Música de Preto com a participação de Elen Ortiz, Zan Ribeiro e Ariane Teixeira. Já no dia 29 houve Roda de Conversa com Mulheres Negras – Militância e Protagonismo das Pretas, mediação do Grupo de Estudos Pós-Abolição (GEPA) e participação especial de Malu Viana. Durante toda a exposição os participantes também puderam conferir a mostra de bonecas negras de Lúcia Severo Baiana.

Untitled

Negras e Negros na Cultura, na Ciência e nos Movimentos Sociais

Fotografia de Marcione Rodrigues Nunes.
Negras e Negros na Cultura, na Ciência e nos Movimentos Sociais foi uma exposição que aconteceu no Centro de Convenções da UFSM, de 21 a 30 de março. No dia 25 ocorreu o momento Música de Preto com a participação de Elen Ortiz, Zan Ribeiro e Ariane Teixeira. Já no dia 29 houve Roda de Conversa com Mulheres Negras – Militância e Protagonismo das Pretas, mediação do Grupo de Estudos Pós-Abolição (GEPA) e participação especial de Malu Viana. Durante toda a exposição os participantes também puderam conferir a mostra de bonecas negras de Lúcia Severo Baiana.

Untitled

Viva o Campus – Especial Santa Maria Abraça no Viva o Campus

Fotografia de Danusa Frazzon da Cunha.
Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão e, nessa edição, com a parceria da Associação das Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM), o Viva o Campus é um programa que tem como finalidade o incentivo à participação cultural e artística, estimulando a comunidade em geral a conhecer, frequentar e valorizar o campus sede da UFSM, promovendo integração e lazer. O evento teve como atrativos mateada com distribuição de água quente e erva mate, apresentações artísticas e culturais (Marcelo De Michelli, Beto Pires e Coral Illumina, Gisele e Maninho, Estúdio Dance Fitness, Magical Mystery, Dé e Thiago), espaço kids e distribuição de mudas de árvores e flores.

Untitled

Viva o Campus – Especial Santa Maria Abraça no Viva o Campus

Fotografia de Sérgio Marques.
Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão e, nessa edição, com a parceria da Associação das Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM), o Viva o Campus é um programa que tem como finalidade o incentivo à participação cultural e artística, estimulando a comunidade em geral a conhecer, frequentar e valorizar o campus sede da UFSM, promovendo integração e lazer. O evento teve como atrativos mateada com distribuição de água quente e erva mate, apresentações artísticas e culturais (Marcelo De Michelli, Beto Pires e Coral Illumina, Gisele e Maninho, Estúdio Dance Fitness, Magical Mystery, Dé e Thiago), espaço kids e distribuição de mudas de árvores e flores.

Untitled

Viva o Campus – Especial Santa Maria Abraça no Viva o Campus

Fotografia de Danusa Frazzon da Cunha.
Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão e, nessa edição, com a parceria da Associação das Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM), o Viva o Campus é um programa que tem como finalidade o incentivo à participação cultural e artística, estimulando a comunidade em geral a conhecer, frequentar e valorizar o campus sede da UFSM, promovendo integração e lazer. O evento teve como atrativos mateada com distribuição de água quente e erva mate, apresentações artísticas e culturais (Marcelo De Michelli, Beto Pires e Coral Illumina, Gisele e Maninho, Estúdio Dance Fitness, Magical Mystery, Dé e Thiago), espaço kids e distribuição de mudas de árvores e flores.

Untitled

Projeto de Extensão Ateliê de Textos

Última sessão de lançamento da coletânea Recontando Contos.
Projeto financiado pelo Fundo de Incentivo a Extensão (FIEX).
Coordenadora do projeto: Cristiane Fuzer.
O Ateliê de Textos é um projeto de ensino e extensão que tem por objetivo contribuir para o aprimoramento de conhecimentos e habilidades de professores em formação da área de Letras e, ao mesmo tempo, beneficiar a comunidade com resultados de pesquisas acadêmicas recentes e consolidadas voltadas para o trabalho com a linguagem.

Untitled

Projeto de Extensão Ateliê de Textos

Última sessão de lançamento da coletânea Recontando Contos.
Projeto financiado pelo Fundo de Incentivo a Extensão (FIEX).
Coordenadora do projeto: Cristiane Fuzer.
O Ateliê de Textos é um projeto de ensino e extensão que tem por objetivo contribuir para o aprimoramento de conhecimentos e habilidades de professores em formação da área de Letras e, ao mesmo tempo, beneficiar a comunidade com resultados de pesquisas acadêmicas recentes e consolidadas voltadas para o trabalho com a linguagem.

Untitled

Projeto de Extensão Ateliê de Textos

Última sessão de lançamento da coletânea Recontando Contos.
Projeto financiado pelo Fundo de Incentivo a Extensão (FIEX).
Coordenadora do projeto: Cristiane Fuzer.
O Ateliê de Textos é um projeto de ensino e extensão que tem por objetivo contribuir para o aprimoramento de conhecimentos e habilidades de professores em formação da área de Letras e, ao mesmo tempo, beneficiar a comunidade com resultados de pesquisas acadêmicas recentes e consolidadas voltadas para o trabalho com a linguagem.

Untitled

Projeto de Extensão Ateliê de Textos

31ª Jornada Acadêmica Integrada.
Projeto financiado pelo Fundo de Incentivo a Extensão (FIEX).
Coordenadora do projeto: Cristiane Fuzer.
O Ateliê de Textos é um projeto de ensino e extensão que tem por objetivo contribuir para o aprimoramento de conhecimentos e habilidades de professores em formação da área de Letras e, ao mesmo tempo, beneficiar a comunidade com resultados de pesquisas acadêmicas recentes e consolidadas voltadas para o trabalho com a linguagem.

Untitled

Projeto de Extensão Ateliê de Textos

Última sessão de lançamento da coletânea Recontando Contos.
Projeto financiado pelo Fundo de Incentivo a Extensão (FIEX).
Coordenadora do projeto: Cristiane Fuzer.
O Ateliê de Textos é um projeto de ensino e extensão que tem por objetivo contribuir para o aprimoramento de conhecimentos e habilidades de professores em formação da área de Letras e, ao mesmo tempo, beneficiar a comunidade com resultados de pesquisas acadêmicas recentes e consolidadas voltadas para o trabalho com a linguagem.

Untitled

Feira Ana Primavesi - Primeira Feira de Produtos Orgânicos de Santa Maria

Realização da 1ª edição da Feira Ana Primavesi, que comercializa apenas produtos orgânicos e certificados conforme a Legislação Brasileira de Produção Orgânica. Ou seja, são frutas, legumes e verduras cultivados sem adição de agrotóxicos ou produtos químicos. Alface, couve, arroz de diversos tipos, temperos, morango, laranja, lima, tempero verde, entre outros produtos foram comercializados. A feira acontece todas as quartas-feiras no espaço Multiuso.
Histórico: Em 2014, um grupo de produtores orgânicos juntamente com técnicos da EMATER, procuram a UFSM para o estabelecimento de uma parceria. Constituiu-se um coletivo multidisciplinar formado por agricultores, técnicos da EMATER, professores, técnicos administrativos e estudantes da UFSM, tendo a Pró-Reitoria de Extensão o papel de, institucionalmente, sediar, articular e potencializar esse coletivo. Em 2015 foi promovido um diálogo ente agricultores acerca das dificuldades e soluções encontradas na produção da agricultura orgânica. Estes desafios passaram a ser trabalhados coletivamente através de ações em propriedades de agricultores, com o objetivo de definir as demandas fundamentais do projeto. Estas demandas foram trazidas para a universidade, que determinou que a feira de produtos orgânicos seria a questão crucial do projeto, priorizando a alimentação e saúde como compromisso de todos os envolvidos. A feira orgânica está amparada na Lei número 10.831/03 e o decrato número 6.323/07.

Untitled

Feira Ana Primavesi - Primeira Feira de Produtos Orgânicos de Santa Maria

Realização da 1ª edição da Feira Ana Primavesi, que comercializa apenas produtos orgânicos e certificados conforme a Legislação Brasileira de Produção Orgânica. Ou seja, são frutas, legumes e verduras cultivados sem adição de agrotóxicos ou produtos químicos. Alface, couve, arroz de diversos tipos, temperos, morango, laranja, lima, tempero verde, entre outros produtos foram comercializados. A feira acontece todas as quartas-feiras no espaço Multiuso.
Histórico: Em 2014, um grupo de produtores orgânicos juntamente com técnicos da EMATER, procuram a UFSM para o estabelecimento de uma parceria. Constituiu-se um coletivo multidisciplinar formado por agricultores, técnicos da EMATER, professores, técnicos administrativos e estudantes da UFSM, tendo a Pró-Reitoria de Extensão o papel de, institucionalmente, sediar, articular e potencializar esse coletivo. Em 2015 foi promovido um diálogo ente agricultores acerca das dificuldades e soluções encontradas na produção da agricultura orgânica. Estes desafios passaram a ser trabalhados coletivamente através de ações em propriedades de agricultores, com o objetivo de definir as demandas fundamentais do projeto. Estas demandas foram trazidas para a universidade, que determinou que a feira de produtos orgânicos seria a questão crucial do projeto, priorizando a alimentação e saúde como compromisso de todos os envolvidos. A feira orgânica está amparada na Lei número 10.831/03 e o decrato número 6.323/07.

Untitled

Feira Ana Primavesi - Primeira Feira de Produtos Orgânicos de Santa Maria

Realização da 1ª edição da Feira Ana Primavesi, que comercializa apenas produtos orgânicos e certificados conforme a Legislação Brasileira de Produção Orgânica. Ou seja, são frutas, legumes e verduras cultivados sem adição de agrotóxicos ou produtos químicos. Alface, couve, arroz de diversos tipos, temperos, morango, laranja, lima, tempero verde, entre outros produtos foram comercializados. A feira acontece todas as quartas-feiras no espaço Multiuso.
Histórico: Em 2014, um grupo de produtores orgânicos juntamente com técnicos da EMATER, procuram a UFSM para o estabelecimento de uma parceria. Constituiu-se um coletivo multidisciplinar formado por agricultores, técnicos da EMATER, professores, técnicos administrativos e estudantes da UFSM, tendo a Pró-Reitoria de Extensão o papel de, institucionalmente, sediar, articular e potencializar esse coletivo. Em 2015 foi promovido um diálogo ente agricultores acerca das dificuldades e soluções encontradas na produção da agricultura orgânica. Estes desafios passaram a ser trabalhados coletivamente através de ações em propriedades de agricultores, com o objetivo de definir as demandas fundamentais do projeto. Estas demandas foram trazidas para a universidade, que determinou que a feira de produtos orgânicos seria a questão crucial do projeto, priorizando a alimentação e saúde como compromisso de todos os envolvidos. A feira orgânica está amparada na Lei número 10.831/03 e o decrato número 6.323/07.

Untitled

Feira Ana Primavesi - Primeira Feira de Produtos Orgânicos de Santa Maria

Realização da 1ª edição da Feira Ana Primavesi, que comercializa apenas produtos orgânicos e certificados conforme a Legislação Brasileira de Produção Orgânica. Ou seja, são frutas, legumes e verduras cultivados sem adição de agrotóxicos ou produtos químicos. Alface, couve, arroz de diversos tipos, temperos, morango, laranja, lima, tempero verde, entre outros produtos foram comercializados. A feira acontece todas as quartas-feiras no espaço Multiuso.
Histórico: Em 2014, um grupo de produtores orgânicos juntamente com técnicos da EMATER, procuram a UFSM para o estabelecimento de uma parceria. Constituiu-se um coletivo multidisciplinar formado por agricultores, técnicos da EMATER, professores, técnicos administrativos e estudantes da UFSM, tendo a Pró-Reitoria de Extensão o papel de, institucionalmente, sediar, articular e potencializar esse coletivo. Em 2015 foi promovido um diálogo ente agricultores acerca das dificuldades e soluções encontradas na produção da agricultura orgânica. Estes desafios passaram a ser trabalhados coletivamente através de ações em propriedades de agricultores, com o objetivo de definir as demandas fundamentais do projeto. Estas demandas foram trazidas para a universidade, que determinou que a feira de produtos orgânicos seria a questão crucial do projeto, priorizando a alimentação e saúde como compromisso de todos os envolvidos. A feira orgânica está amparada na Lei número 10.831/03 e o decrato número 6.323/07.

Untitled

Feira Ana Primavesi - Primeira Feira de Produtos Orgânicos de Santa Maria

Realização da 1ª edição da Feira Ana Primavesi, que comercializa apenas produtos orgânicos e certificados conforme a Legislação Brasileira de Produção Orgânica. Ou seja, são frutas, legumes e verduras cultivados sem adição de agrotóxicos ou produtos químicos. Alface, couve, arroz de diversos tipos, temperos, morango, laranja, lima, tempero verde, entre outros produtos foram comercializados. A feira acontece todas as quartas-feiras no espaço Multiuso.
Histórico: Em 2014, um grupo de produtores orgânicos juntamente com técnicos da EMATER, procuram a UFSM para o estabelecimento de uma parceria. Constituiu-se um coletivo multidisciplinar formado por agricultores, técnicos da EMATER, professores, técnicos administrativos e estudantes da UFSM, tendo a Pró-Reitoria de Extensão o papel de, institucionalmente, sediar, articular e potencializar esse coletivo. Em 2015 foi promovido um diálogo ente agricultores acerca das dificuldades e soluções encontradas na produção da agricultura orgânica. Estes desafios passaram a ser trabalhados coletivamente através de ações em propriedades de agricultores, com o objetivo de definir as demandas fundamentais do projeto. Estas demandas foram trazidas para a universidade, que determinou que a feira de produtos orgânicos seria a questão crucial do projeto, priorizando a alimentação e saúde como compromisso de todos os envolvidos. A feira orgânica está amparada na Lei número 10.831/03 e o decrato número 6.323/07.

Untitled

Feira Ana Primavesi - Primeira Feira de Produtos Orgânicos de Santa Maria

Realização da 1ª edição da Feira Ana Primavesi, que comercializa apenas produtos orgânicos e certificados conforme a Legislação Brasileira de Produção Orgânica. Ou seja, são frutas, legumes e verduras cultivados sem adição de agrotóxicos ou produtos químicos. Alface, couve, arroz de diversos tipos, temperos, morango, laranja, lima, tempero verde, entre outros produtos foram comercializados. A feira acontece todas as quartas-feiras no espaço Multiuso.
Histórico: Em 2014, um grupo de produtores orgânicos juntamente com técnicos da EMATER, procuram a UFSM para o estabelecimento de uma parceria. Constituiu-se um coletivo multidisciplinar formado por agricultores, técnicos da EMATER, professores, técnicos administrativos e estudantes da UFSM, tendo a Pró-Reitoria de Extensão o papel de, institucionalmente, sediar, articular e potencializar esse coletivo. Em 2015 foi promovido um diálogo ente agricultores acerca das dificuldades e soluções encontradas na produção da agricultura orgânica. Estes desafios passaram a ser trabalhados coletivamente através de ações em propriedades de agricultores, com o objetivo de definir as demandas fundamentais do projeto. Estas demandas foram trazidas para a universidade, que determinou que a feira de produtos orgânicos seria a questão crucial do projeto, priorizando a alimentação e saúde como compromisso de todos os envolvidos. A feira orgânica está amparada na Lei número 10.831/03 e o decrato número 6.323/07.

Untitled

Negras e Negros na Cultura, na Ciência e nos Movimentos Sociais

Fotografia de Marcione Rodrigues Nunes.
Negras e Negros na Cultura, na Ciência e nos Movimentos Sociais foi uma exposição que aconteceu no Centro de Convenções da UFSM, de 21 a 30 de março. No dia 25 ocorreu o momento Música de Preto com a participação de Elen Ortiz, Zan Ribeiro e Ariane Teixeira. Já no dia 29 houve Roda de Conversa com Mulheres Negras – Militância e Protagonismo das Pretas, mediação do Grupo de Estudos Pós-Abolição (GEPA) e participação especial de Malu Viana. Durante toda a exposição os participantes também puderam conferir a mostra de bonecas negras de Lúcia Severo Baiana.

Untitled

Negras e Negros na Cultura, na Ciência e nos Movimentos Sociais

Fotografia de Marcione Rodrigues Nunes.
Negras e Negros na Cultura, na Ciência e nos Movimentos Sociais foi uma exposição que aconteceu no Centro de Convenções da UFSM, de 21 a 30 de março. No dia 25 ocorreu o momento Música de Preto com a participação de Elen Ortiz, Zan Ribeiro e Ariane Teixeira. Já no dia 29 houve Roda de Conversa com Mulheres Negras – Militância e Protagonismo das Pretas, mediação do Grupo de Estudos Pós-Abolição (GEPA) e participação especial de Malu Viana. Durante toda a exposição os participantes também puderam conferir a mostra de bonecas negras de Lúcia Severo Baiana.

Untitled

Diálogos - Saberes Indígenas e Educação

No intuito de discutir a importância da cultura indígena e da própria recuperação dessas histórias e vivências, realizou no mes de maio o Diálogos com tema “Saberes Indígenas e a Educação”. Os participantes convidados foram:
Genício Borges Timóteo (Karai Papa) - Membro do Conselho local do SEPIR RS, Conselho Estadual dos povos indígenas do RS, liderança guarani, Membro do Gapin, conselho local CTL FUNAI e professor da Escola Estadual Indígena Guaviratã.
Jorge Garcia - Kujá Kaigang (Líder Espiritual) da aldeia indígena de Nonoai - RS.
Natanael Claudino - Cacique Kaingang da Ẽmã Kẽtỹjug Tẽgtũ (Aldeia Três Soitas) na cidade de Santa Maria - RS, professor da Escola Estadual Indígena Augusto Opẽ da Silva, membro representante das escolas indígenas na Comissão de Educação do Campo do estado, liderança membro do Movimento Indígena Nacional, coordenador da CIAPFFAI - Comissão de Ações Afirmativas para o Acesso e Permanência de Universitários Indígenas na Universidade Federal de Santa Maria, membro integrante da Comissão de Construção da Moradia Estudantil Indígena na UFSM, membro da Comissão de Construção do Projeto Parfor interdisciplinar indígena na UFSM.
Sandro Luckmann - Assessor do COMIN (Conselho de Missão entre Povos Indígenas) com os povos Kaingang e Guarani e sociedade não-indígena na região noroeste e norte do Estado do Rio Grande do Sul. Atua nas áreas temáticas de Direitos Humanos (Terra/territorialidade indígena; Educação Escolar Indígena, Organização e Autodeterminação Indígena); e Diálogo Intercultural e Inter-religioso. Integrante das Comissões de ações afirmativas para o acesso e permanência de universitários indígenas na Universidade Federal de Santa Maria (CIAPFFAI/UFSM) e na Universidade Federal da Fronteira Sul - Campus Cerro Largo/RS (PIN/UFFS-CL).
Responsável pela moderação do chat foi o Marcelo Rauber - Mestrando em Extensão Rural na UFSM, pesquisador da interculturalidade nas políticas públicas voltadas para os povos indígenas, integrante da CIAPFFAI, membro da Comissão de Construção da Moradia Estudantil Indígena na UFSM e Coordenador Geral da Associação de Pós-Graduandos da UFSM.
Mediação da conversa: Marina Martinuzzi - Jornalista e Assessora de Comunicação do Núcleo de Tecnologia Educacional. Fotografia de Priscila Aguiar.

Untitled

Viva o Campus - Meio Ambiente

Fotografia de Bárbara Tatiane de Ávila Santos.
O Viva o Campus alusivo ao Dia Mundial do Meio Ambiente promoveu oficina de dança circular e atividades do projeto "Olha o passarinho" e do curso de especialização em Educação Ambiental.

Untitled

Viva o Campus - Meio Ambiente

Fotografia de Bárbara Tatiane de Ávila Santos.
O Viva o Campus alusivo ao Dia Mundial do Meio Ambiente promoveu oficina de dança circular e atividades do projeto "Olha o passarinho" e do curso de especialização em Educação Ambiental.

Untitled

Viva o Campus - Meio Ambiente

Fotografia de Bárbara Tatiane de Ávila Santos.
O Viva o Campus alusivo ao Dia Mundial do Meio Ambiente promoveu oficina de dança circular e atividades do projeto "Olha o passarinho" e do curso de especialização em Educação Ambiental.

Untitled

Viva o Campus - Meio Ambiente

Fotografia de Bárbara Tatiane de Ávila Santos.
O Viva o Campus alusivo ao Dia Mundial do Meio Ambiente promoveu oficina de dança circular e atividades do projeto "Olha o passarinho" e do curso de especialização em Educação Ambiental.

Untitled

Viva o Campus - Meio Ambiente

Fotografia de Bárbara Tatiane de Ávila Santos.
O Viva o Campus alusivo ao Dia Mundial do Meio Ambiente promoveu oficina de dança circular e atividades do projeto "Olha o passarinho" e do curso de especialização em Educação Ambiental.

Untitled

Viva o Campus - Meio Ambiente

Fotografia de Bárbara Tatiane de Ávila Santos.
O Viva o Campus alusivo ao Dia Mundial do Meio Ambiente promoveu oficina de dança circular e atividades do projeto "Olha o passarinho" e do curso de especialização em Educação Ambiental.

Untitled

Viva o Campus - Meio Ambiente

Fotografia de Bárbara Tatiane de Ávila Santos.
O Viva o Campus alusivo ao Dia Mundial do Meio Ambiente promoveu oficina de dança circular e atividades do projeto "Olha o passarinho" e do curso de especialização em Educação Ambiental.

Untitled

Viva o Campus - Meio Ambiente

Fotografia de Bárbara Tatiane de Ávila Santos.
O Viva o Campus alusivo ao Dia Mundial do Meio Ambiente promoveu oficina de dança circular e atividades do projeto "Olha o passarinho" e do curso de especialização em Educação Ambiental.

Untitled

Results 1 to 50 of 3087