Mostrar 659 resultados

Descrição arquivística
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil) Com objeto digital
Opções de pesquisa avançada
Previsualizar a impressão Ver:

Visita técnica do Grupo de Modernização Administrativa a universidades federais

Fotografia de Sendi Chiapinotto Spiazzi.
O projeto de Modernização Administrativa, conduzido pela Pró-Reitoria de Planejamento (Proplan), em parceria com a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progep) e o Centro de Processamento de Dados (CPD), busca mapear e desburocratizar os processos administrativos, otimizar o trabalho e valorizar as competências dos servidores. Com o objetivo de conhecer outras experiências implementadas em outras universidades federais do Rio Grande do Sul, o grupo de trabalho visitou, dia 19 de setembro de 2017, o Núcleo de Qualidade Interna da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) e o Escritório de Processos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), ambas em Porto Alegre. Na UFCSPA, os técnico-administrativos Ricardo Flores Zago e Andressa Bortolaso apresentaram o mapeamento de processos realizado na universidade, desde a lista de serviços dos setores até a formação de líderes de gestão de processos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Visita técnica do Grupo de Modernização Administrativa a universidades federais

Fotografia de Sendi Chiapinotto Spiazzi.
O projeto de Modernização Administrativa, conduzido pela Pró-Reitoria de Planejamento (Proplan), em parceria com a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progep) e o Centro de Processamento de Dados (CPD), busca mapear e desburocratizar os processos administrativos, otimizar o trabalho e valorizar as competências dos servidores. Com o objetivo de conhecer outras experiências implementadas em outras universidades federais do Rio Grande do Sul, o grupo de trabalho visitou, dia 19 de setembro de 2017, o Núcleo de Qualidade Interna da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) e o Escritório de Processos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), ambas em Porto Alegre. Na UFCSPA, os técnico-administrativos Ricardo Flores Zago e Andressa Bortolaso apresentaram o mapeamento de processos realizado na universidade, desde a lista de serviços dos setores até a formação de líderes de gestão de processos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Visita técnica do Grupo de Modernização Administrativa a universidades federais

Fotografia de Sendi Chiapinotto Spiazzi.
O projeto de Modernização Administrativa, conduzido pela Pró-Reitoria de Planejamento (Proplan), em parceria com a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progep) e o Centro de Processamento de Dados (CPD), busca mapear e desburocratizar os processos administrativos, otimizar o trabalho e valorizar as competências dos servidores. Com o objetivo de conhecer outras experiências implementadas em outras universidades federais do Rio Grande do Sul, o grupo de trabalho visitou, dia 19 de setembro de 2017, o Núcleo de Qualidade Interna da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) e o Escritório de Processos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), ambas em Porto Alegre. Na UFCSPA, os técnico-administrativos Ricardo Flores Zago e Andressa Bortolaso apresentaram o mapeamento de processos realizado na universidade, desde a lista de serviços dos setores até a formação de líderes de gestão de processos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Visita de Alejandro Ocampo à UFSM

Fotografia de Sendi Chiapinotto Spiazzi.
Dia 26 de outubro de 2017, o reitor prof. Paulo Afonso Burmann e o secretário de Apoio Internacional prof. César Augusto Guimarães Finger, receberam a visita do cônsul adjunto da República Argentina Alejandro Ocampo. No encontro discutiram sobre as parcerias e acordos de cooperação com universidades argentinas e sobre uma amostra de Cinema Gauchesco.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Visita a agricultor participante da Polifeira

Fotografia de Mariana Flores.
A Polifeira do Agricultor será realizada regularmente no Campus da UFSM, em frente ao Planetário, todas as segundas e quintas-feiras à tarde, a partir das 15h30min. De acordo com os coordenadores do projeto, o técnico administrativo Eduardo Luft e o professor Gustavo Pinto da Silva, o objetivo é que a feira trabalhe a partir da realidade do setor agropecuário de Santa Maria, caracterizado por agricultores convencionais, orientando-os para uma produção mais orgânica, por meio da substituição gradativa dos insumos tradicionais por produtos biológicos ou de “carência zero”, ou seja, com menores índices de aditivos químicos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Visita a agricultor participante da Polifeira

Fotografia de Mariana Flores.
A Polifeira do Agricultor será realizada regularmente no Campus da UFSM, em frente ao Planetário, todas as segundas e quintas-feiras à tarde, a partir das 15h30min. De acordo com os coordenadores do projeto, o técnico administrativo Eduardo Luft e o professor Gustavo Pinto da Silva, o objetivo é que a feira trabalhe a partir da realidade do setor agropecuário de Santa Maria, caracterizado por agricultores convencionais, orientando-os para uma produção mais orgânica, por meio da substituição gradativa dos insumos tradicionais por produtos biológicos ou de “carência zero”, ou seja, com menores índices de aditivos químicos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Visita a agricultor participante da Polifeira

Fotografia de Mariana Flores.
A Polifeira do Agricultor será realizada regularmente no Campus da UFSM, em frente ao Planetário, todas as segundas e quintas-feiras à tarde, a partir das 15h30min. De acordo com os coordenadores do projeto, o técnico administrativo Eduardo Luft e o professor Gustavo Pinto da Silva, o objetivo é que a feira trabalhe a partir da realidade do setor agropecuário de Santa Maria, caracterizado por agricultores convencionais, orientando-os para uma produção mais orgânica, por meio da substituição gradativa dos insumos tradicionais por produtos biológicos ou de “carência zero”, ou seja, com menores índices de aditivos químicos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Visita a agricultor participante da Polifeira

Fotografia de Mariana Flores.
A Polifeira do Agricultor será realizada regularmente no Campus da UFSM, em frente ao Planetário, todas as segundas e quintas-feiras à tarde, a partir das 15h30min. De acordo com os coordenadores do projeto, o técnico administrativo Eduardo Luft e o professor Gustavo Pinto da Silva, o objetivo é que a feira trabalhe a partir da realidade do setor agropecuário de Santa Maria, caracterizado por agricultores convencionais, orientando-os para uma produção mais orgânica, por meio da substituição gradativa dos insumos tradicionais por produtos biológicos ou de “carência zero”, ou seja, com menores índices de aditivos químicos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Visita a agricultor participante da Polifeira

Fotografia de Mariana Flores.
A Polifeira do Agricultor será realizada regularmente no Campus da UFSM, em frente ao Planetário, todas as segundas e quintas-feiras à tarde, a partir das 15h30min. De acordo com os coordenadores do projeto, o técnico administrativo Eduardo Luft e o professor Gustavo Pinto da Silva, o objetivo é que a feira trabalhe a partir da realidade do setor agropecuário de Santa Maria, caracterizado por agricultores convencionais, orientando-os para uma produção mais orgânica, por meio da substituição gradativa dos insumos tradicionais por produtos biológicos ou de “carência zero”, ou seja, com menores índices de aditivos químicos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Visita a agricultor participante da Polifeira

Fotografia de Mariana Flores.
A Polifeira do Agricultor será realizada regularmente no Campus da UFSM, em frente ao Planetário, todas as segundas e quintas-feiras à tarde, a partir das 15h30min. De acordo com os coordenadores do projeto, o técnico administrativo Eduardo Luft e o professor Gustavo Pinto da Silva, o objetivo é que a feira trabalhe a partir da realidade do setor agropecuário de Santa Maria, caracterizado por agricultores convencionais, orientando-os para uma produção mais orgânica, por meio da substituição gradativa dos insumos tradicionais por produtos biológicos ou de “carência zero”, ou seja, com menores índices de aditivos químicos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Visita a agricultor participante da Polifeira

Fotografia de Mariana Flores.
A Polifeira do Agricultor será realizada regularmente no Campus da UFSM, em frente ao Planetário, todas as segundas e quintas-feiras à tarde, a partir das 15h30min. De acordo com os coordenadores do projeto, o técnico administrativo Eduardo Luft e o professor Gustavo Pinto da Silva, o objetivo é que a feira trabalhe a partir da realidade do setor agropecuário de Santa Maria, caracterizado por agricultores convencionais, orientando-os para uma produção mais orgânica, por meio da substituição gradativa dos insumos tradicionais por produtos biológicos ou de “carência zero”, ou seja, com menores índices de aditivos químicos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Visita a agricultor participante da Polifeira

Fotografia de Mariana Flores.
A Polifeira do Agricultor será realizada regularmente no Campus da UFSM, em frente ao Planetário, todas as segundas e quintas-feiras à tarde, a partir das 15h30min. De acordo com os coordenadores do projeto, o técnico administrativo Eduardo Luft e o professor Gustavo Pinto da Silva, o objetivo é que a feira trabalhe a partir da realidade do setor agropecuário de Santa Maria, caracterizado por agricultores convencionais, orientando-os para uma produção mais orgânica, por meio da substituição gradativa dos insumos tradicionais por produtos biológicos ou de “carência zero”, ou seja, com menores índices de aditivos químicos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Visita a agricultor participante da Polifeira

Fotografia de Mariana Flores.
A Polifeira do Agricultor será realizada regularmente no Campus da UFSM, em frente ao Planetário, todas as segundas e quintas-feiras à tarde, a partir das 15h30min. De acordo com os coordenadores do projeto, o técnico administrativo Eduardo Luft e o professor Gustavo Pinto da Silva, o objetivo é que a feira trabalhe a partir da realidade do setor agropecuário de Santa Maria, caracterizado por agricultores convencionais, orientando-os para uma produção mais orgânica, por meio da substituição gradativa dos insumos tradicionais por produtos biológicos ou de “carência zero”, ou seja, com menores índices de aditivos químicos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Veículos doados pela Receita Federal

Fotografia de Sendi Chiapinotto Spiazzi.
Apreendidos pela Receita Federal em atividades irregulares, quatro ônibus e um caminhão foram doados e estão sendo incorporados à frota da UFSM. Os ônibus serão destinados ao transporte de estudantes e professores em atividades acadêmicas, além de contribuir para a mobilidade entre os campi da instituição. Já o caminhão está sendo utilizado para a coleta seletiva de lixo, no campus Sede.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Veículos doados pela Receita Federal

Fotografia de Sendi Chiapinotto Spiazzi.
Apreendidos pela Receita Federal em atividades irregulares, quatro ônibus e um caminhão foram doados e estão sendo incorporados à frota da UFSM. Os ônibus serão destinados ao transporte de estudantes e professores em atividades acadêmicas, além de contribuir para a mobilidade entre os campi da instituição. Já o caminhão está sendo utilizado para a coleta seletiva de lixo, no campus Sede.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Veículos doados pela Receita Federal

Fotografia de Sendi Chiapinotto Spiazzi.
Apreendidos pela Receita Federal em atividades irregulares, quatro ônibus e um caminhão foram doados e estão sendo incorporados à frota da UFSM. Os ônibus serão destinados ao transporte de estudantes e professores em atividades acadêmicas, além de contribuir para a mobilidade entre os campi da instituição. Já o caminhão está sendo utilizado para a coleta seletiva de lixo, no campus Sede.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Veículos doados pela Receita Federal

Fotografia de Sendi Chiapinotto Spiazzi.
Apreendidos pela Receita Federal em atividades irregulares, quatro ônibus e um caminhão foram doados e estão sendo incorporados à frota da UFSM. Os ônibus serão destinados ao transporte de estudantes e professores em atividades acadêmicas, além de contribuir para a mobilidade entre os campi da instituição. Já o caminhão está sendo utilizado para a coleta seletiva de lixo, no campus Sede.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

UFRGS visita Colégio Politécnico

Fotógrafo não identificado.
A visita do professor Sérgio Schneider, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) à UFSM, aconteceu entre os dias 11 e 12 de maio de 2017. Com os objetivos de desenvolver os estudos de doutorado de Nathália Salvate Brasil, que buscou a região para conhecer os mercados locais de alimentos e para aproximar as ações do Grupo de Estudos em Agricultura Familiar e Desenvolvimento Rural (GEPAD/UFRGS) do Grupo Interdisciplinar de Pesquisas Agroalimentares Georreferenciadas (GIPAG/UFSM).

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

UFRGS visita Colégio Politécnico

Fotógrafo não identificado.
A visita do professor Sérgio Schneider, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) à UFSM, aconteceu entre os dias 11 e 12 de maio de 2017. Com os objetivos de desenvolver os estudos de doutorado de Nathália Salvate Brasil, que buscou a região para conhecer os mercados locais de alimentos e para aproximar as ações do Grupo de Estudos em Agricultura Familiar e Desenvolvimento Rural (GEPAD/UFRGS) do Grupo Interdisciplinar de Pesquisas Agroalimentares Georreferenciadas (GIPAG/UFSM).

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

UFRGS visita Colégio Politécnico

Fotógrafo não identificado.
A visita do professor Sérgio Schneider, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) à UFSM, aconteceu entre os dias 11 e 12 de maio de 2017. Com os objetivos de desenvolver os estudos de doutorado de Nathália Salvate Brasil, que buscou a região para conhecer os mercados locais de alimentos e para aproximar as ações do Grupo de Estudos em Agricultura Familiar e Desenvolvimento Rural (GEPAD/UFRGS) do Grupo Interdisciplinar de Pesquisas Agroalimentares Georreferenciadas (GIPAG/UFSM).

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Sistema de Monitoramento

Fotografia de Mirian Redin de Quadros.
Foi realizado o aperfeiçoamento da Central de Monitoramento do Campus da UFSM, com a substituição das antigas câmeras analógicas por equipamentos digitais, integradas a um sistema interno de monitoramento inteligente. Atualmente, o sistema de monitoramento da UFSM conta com 142 câmeras de vigilância, sendo 119 externas e 23 internas – estas últimas instaladas nas entradas dos blocos da Casa do Estudante. Há dois tipos de equipamentos em operação, monitorados por operadores que atuam 24 horas por dia, sete dias por semana: câmeras fixas e câmeras com capacidade de movimentação em 360° e aproximação de até 30 vezes (zoom).

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Sistema de Monitoramento

Fotografia de Mirian Redin de Quadros.
Foi realizado o aperfeiçoamento da Central de Monitoramento do Campus da UFSM, com a substituição das antigas câmeras analógicas por equipamentos digitais, integradas a um sistema interno de monitoramento inteligente. Atualmente, o sistema de monitoramento da UFSM conta com 142 câmeras de vigilância, sendo 119 externas e 23 internas – estas últimas instaladas nas entradas dos blocos da Casa do Estudante. Há dois tipos de equipamentos em operação, monitorados por operadores que atuam 24 horas por dia, sete dias por semana: câmeras fixas e câmeras com capacidade de movimentação em 360° e aproximação de até 30 vezes (zoom).

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Sistema de Monitoramento

Fotografia de Mirian Redin de Quadros.
Foi realizado o aperfeiçoamento da Central de Monitoramento do Campus da UFSM, com a substituição das antigas câmeras analógicas por equipamentos digitais, integradas a um sistema interno de monitoramento inteligente. Atualmente, o sistema de monitoramento da UFSM conta com 142 câmeras de vigilância, sendo 119 externas e 23 internas – estas últimas instaladas nas entradas dos blocos da Casa do Estudante. Há dois tipos de equipamentos em operação, monitorados por operadores que atuam 24 horas por dia, sete dias por semana: câmeras fixas e câmeras com capacidade de movimentação em 360° e aproximação de até 30 vezes (zoom).

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Show de Kleiton & Kledir

Fotografia de Mariana Flores.
O show faz parte do Projeto Letra & Música, patrocinado pela Vivo, via Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural da UFSM, por meio do Gabinete do Reitor, e do Colégio Marista Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Serviço de Emergência Universitário (SEU)

Fotografia de Mariana Flores.
O Serviço de Emergência Universitário (SEU) é a primeira estrutura própria de atendimento em saúde criada no Campus Sede e conta com uma ambulância e de uma equipe, capacitada para atuar em casos de urgência e emergência, como suspeita de infarto, acidente vascular cerebral (AVC), intoxicações ou envenenamentos, queimaduras graves, choques elétricos, crises convulsivas, desmaios, acidentes de carro e quedas. O serviço está disponível para atender chamados dentro do campus sede da UFSM, podendo ser acionado por qualquer pessoa que esteja circulando pelo local.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Serviço de Emergência Universitário (SEU)

Fotografia de Mariana Flores.
O Serviço de Emergência Universitário (SEU) é a primeira estrutura própria de atendimento em saúde criada no Campus Sede e conta com uma ambulância e de uma equipe, capacitada para atuar em casos de urgência e emergência, como suspeita de infarto, acidente vascular cerebral (AVC), intoxicações ou envenenamentos, queimaduras graves, choques elétricos, crises convulsivas, desmaios, acidentes de carro e quedas. O serviço está disponível para atender chamados dentro do campus sede da UFSM, podendo ser acionado por qualquer pessoa que esteja circulando pelo local.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Serviço de Emergência Universitário (SEU)

Fotografia de Mariana Flores.
O Serviço de Emergência Universitário (SEU) é a primeira estrutura própria de atendimento em saúde criada no Campus Sede e conta com uma ambulância e de uma equipe, capacitada para atuar em casos de urgência e emergência, como suspeita de infarto, acidente vascular cerebral (AVC), intoxicações ou envenenamentos, queimaduras graves, choques elétricos, crises convulsivas, desmaios, acidentes de carro e quedas. O serviço está disponível para atender chamados dentro do campus sede da UFSM, podendo ser acionado por qualquer pessoa que esteja circulando pelo local.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Serviço de Emergência Universitário (SEU)

Fotografia de Mariana Flores.
O Serviço de Emergência Universitário (SEU) é a primeira estrutura própria de atendimento em saúde criada no Campus Sede e conta com uma ambulância e de uma equipe, capacitada para atuar em casos de urgência e emergência, como suspeita de infarto, acidente vascular cerebral (AVC), intoxicações ou envenenamentos, queimaduras graves, choques elétricos, crises convulsivas, desmaios, acidentes de carro e quedas. O serviço está disponível para atender chamados dentro do campus sede da UFSM, podendo ser acionado por qualquer pessoa que esteja circulando pelo local.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Resultados 1 a 50 de 659