Showing 152 results

Archival description
Montagner, Roberto With digital objects
Print preview View:

Comemoração dos 25 anos da FATEC

Fotógrafo desconhecido.
Realização de comemoração dos 25 anos da Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência (FATEC). A FATEC é uma fundação de direito privado, sem fins lucrativos, vinculada à Universidade Federal de Santa Maria e instituída em 1979. Foi instituída por um grupo de oito professores do Centro de Tecnologia com a finalidade de dotar a Universidade de um mecanismo de agilização na execução de projetos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Comemoração dos 25 anos da FATEC

Fotógrafo desconhecido.
Realização de comemoração dos 25 anos da Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência (FATEC). A FATEC é uma fundação de direito privado, sem fins lucrativos, vinculada à Universidade Federal de Santa Maria e instituída em 1979. Foi instituída por um grupo de oito professores do Centro de Tecnologia com a finalidade de dotar a Universidade de um mecanismo de agilização na execução de projetos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Abertura da Exposição 50 Anos Rádio Universidade 800 AM

Fotografia de Lidiane Castagna Gonçalves.
Em comemoração aos 50 anos da Rádio Universidade 800 AM, foi realizada uma exposição sobre a trajetória da emissora. A abertura da exposição aconteceu em 21 de maio de 2018 no hall do prédio da Administração Central. A mostra continha documentos, reportagens em jornais, arquivos sonoros, e fotografias e alguns objetos. A exposição foi produzida por Cristina Strohschoen dos Santos, arquivista, Lidiane Castagna Gonçalves, acadêmica do Curso de Desenho Industrial e bolsista, ambas do Departamento de Arquivo Geral e por Gabriel Machado Soares, programador visual da Coordenadoria de Comunicação Social. O acervo sonoro da Rádio foi recolhido ao arquivo histórico da UFSM custodiado pelo Departamento de Arquivo Geral (DAG) e sua descrição e digitalização foi realizada pelo Projeto Preservação e Difusão de Memória Sonora no Acervo da Rádio Universidade da UFSM, projeto de extensão número 033930.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Abertura da Exposição 50 Anos Rádio Universidade 800 AM

Fotografia de Lidiane Castagna Gonçalves.
Em comemoração aos 50 anos da Rádio Universidade 800 AM, foi realizada uma exposição sobre a trajetória da emissora. A abertura da exposição aconteceu em 21 de maio de 2018 no hall do prédio da Administração Central. A mostra continha documentos, reportagens em jornais, arquivos sonoros, e fotografias e alguns objetos. A exposição foi produzida por Cristina Strohschoen dos Santos, arquivista, Lidiane Castagna Gonçalves, acadêmica do Curso de Desenho Industrial e bolsista, ambas do Departamento de Arquivo Geral e por Gabriel Machado Soares, programador visual da Coordenadoria de Comunicação Social. O acervo sonoro da Rádio foi recolhido ao arquivo histórico da UFSM custodiado pelo Departamento de Arquivo Geral (DAG) e sua descrição e digitalização foi realizada pelo Projeto Preservação e Difusão de Memória Sonora no Acervo da Rádio Universidade da UFSM, projeto de extensão número 033930.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Abertura da Exposição 50 Anos Rádio Universidade 800 AM

Fotografia de Lidiane Castagna Gonçalves.
Em comemoração aos 50 anos da Rádio Universidade 800 AM, foi realizada uma exposição sobre a trajetória da emissora. A abertura da exposição aconteceu em 21 de maio de 2018 no hall do prédio da Administração Central. A mostra continha documentos, reportagens em jornais, arquivos sonoros, e fotografias e alguns objetos. A exposição foi produzida por Cristina Strohschoen dos Santos, arquivista, Lidiane Castagna Gonçalves, acadêmica do Curso de Desenho Industrial e bolsista, ambas do Departamento de Arquivo Geral e por Gabriel Machado Soares, programador visual da Coordenadoria de Comunicação Social. O acervo sonoro da Rádio foi recolhido ao arquivo histórico da UFSM custodiado pelo Departamento de Arquivo Geral (DAG) e sua descrição e digitalização foi realizada pelo Projeto Preservação e Difusão de Memória Sonora no Acervo da Rádio Universidade da UFSM, projeto de extensão número 033930.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Abertura da Exposição 50 Anos Rádio Universidade 800 AM

Fotografia de Lidiane Castagna Gonçalves.
Em comemoração aos 50 anos da Rádio Universidade 800 AM, foi realizada uma exposição sobre a trajetória da emissora. A abertura da exposição aconteceu em 21 de maio de 2018 no hall do prédio da Administração Central. A mostra continha documentos, reportagens em jornais, arquivos sonoros, e fotografias e alguns objetos. A exposição foi produzida por Cristina Strohschoen dos Santos, arquivista, Lidiane Castagna Gonçalves, acadêmica do Curso de Desenho Industrial e bolsista, ambas do Departamento de Arquivo Geral e por Gabriel Machado Soares, programador visual da Coordenadoria de Comunicação Social. O acervo sonoro da Rádio foi recolhido ao arquivo histórico da UFSM custodiado pelo Departamento de Arquivo Geral (DAG) e sua descrição e digitalização foi realizada pelo Projeto Preservação e Difusão de Memória Sonora no Acervo da Rádio Universidade da UFSM, projeto de extensão número 033930.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Abertura da Exposição 50 Anos Rádio Universidade 800 AM

Fotografia de Lidiane Castagna Gonçalves.
Em comemoração aos 50 anos da Rádio Universidade 800 AM, foi realizada uma exposição sobre a trajetória da emissora. A abertura da exposição aconteceu em 21 de maio de 2018 no hall do prédio da Administração Central. A mostra continha documentos, reportagens em jornais, arquivos sonoros, e fotografias e alguns objetos. A exposição foi produzida por Cristina Strohschoen dos Santos, arquivista, Lidiane Castagna Gonçalves, acadêmica do Curso de Desenho Industrial e bolsista, ambas do Departamento de Arquivo Geral e por Gabriel Machado Soares, programador visual da Coordenadoria de Comunicação Social. O acervo sonoro da Rádio foi recolhido ao arquivo histórico da UFSM custodiado pelo Departamento de Arquivo Geral (DAG) e sua descrição e digitalização foi realizada pelo Projeto Preservação e Difusão de Memória Sonora no Acervo da Rádio Universidade da UFSM, projeto de extensão número 033930.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Abertura da Exposição 50 Anos Rádio Universidade 800 AM

Fotografia de Lidiane Castagna Gonçalves.
Em comemoração aos 50 anos da Rádio Universidade 800 AM, foi realizada uma exposição sobre a trajetória da emissora. A abertura da exposição aconteceu em 21 de maio de 2018 no hall do prédio da Administração Central. A mostra continha documentos, reportagens em jornais, arquivos sonoros, e fotografias e alguns objetos. A exposição foi produzida por Cristina Strohschoen dos Santos, arquivista, Lidiane Castagna Gonçalves, acadêmica do Curso de Desenho Industrial e bolsista, ambas do Departamento de Arquivo Geral e por Gabriel Machado Soares, programador visual da Coordenadoria de Comunicação Social. O acervo sonoro da Rádio foi recolhido ao arquivo histórico da UFSM custodiado pelo Departamento de Arquivo Geral (DAG) e sua descrição e digitalização foi realizada pelo Projeto Preservação e Difusão de Memória Sonora no Acervo da Rádio Universidade da UFSM, projeto de extensão número 033930.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Abertura da Exposição 50 Anos Rádio Universidade 800 AM

Fotografia de Lidiane Castagna Gonçalves.
Em comemoração aos 50 anos da Rádio Universidade 800 AM, foi realizada uma exposição sobre a trajetória da emissora. A abertura da exposição aconteceu em 21 de maio de 2018 no hall do prédio da Administração Central. A mostra continha documentos, reportagens em jornais, arquivos sonoros, e fotografias e alguns objetos. A exposição foi produzida por Cristina Strohschoen dos Santos, arquivista, Lidiane Castagna Gonçalves, acadêmica do Curso de Desenho Industrial e bolsista, ambas do Departamento de Arquivo Geral e por Gabriel Machado Soares, programador visual da Coordenadoria de Comunicação Social. O acervo sonoro da Rádio foi recolhido ao arquivo histórico da UFSM custodiado pelo Departamento de Arquivo Geral (DAG) e sua descrição e digitalização foi realizada pelo Projeto Preservação e Difusão de Memória Sonora no Acervo da Rádio Universidade da UFSM, projeto de extensão número 033930.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Abertura da Exposição 50 Anos Rádio Universidade 800 AM

Fotografia de Lidiane Castagna Gonçalves.
Em comemoração aos 50 anos da Rádio Universidade 800 AM, foi realizada uma exposição sobre a trajetória da emissora. A abertura da exposição aconteceu em 21 de maio de 2018 no hall do prédio da Administração Central. A mostra continha documentos, reportagens em jornais, arquivos sonoros, e fotografias e alguns objetos. A exposição foi produzida por Cristina Strohschoen dos Santos, arquivista, Lidiane Castagna Gonçalves, acadêmica do Curso de Desenho Industrial e bolsista, ambas do Departamento de Arquivo Geral e por Gabriel Machado Soares, programador visual da Coordenadoria de Comunicação Social. O acervo sonoro da Rádio foi recolhido ao arquivo histórico da UFSM custodiado pelo Departamento de Arquivo Geral (DAG) e sua descrição e digitalização foi realizada pelo Projeto Preservação e Difusão de Memória Sonora no Acervo da Rádio Universidade da UFSM, projeto de extensão número 033930.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Festinver 2006

Fotógrafo desconhecido.
Participação de representantes da UFSM no Festinver 2007 no município de Gaspar-RS. O evento conta com música, eventos culturais e reforça a importância da leitura.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular 2006

Fotógrafo desconhecido.
Realização do Vestibular de 2006 nas dependências da Universidade Federal de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular 2006

Fotógrafo desconhecido.
Realização do Vestibular de 2006 nas dependências da Universidade Federal de Santa Maria.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

V Simpósio Brasileiro de Paleontologia de Vertebrados

Fotógrafo desconhecido.
Em sua quinta edição, este evento tem se constituído em importante encontro para discussão e debate sobre estes materiais, bem como sobre formas para sua proteção e utilização para fins educativos ou turísticos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Divulgação do listão do Cesnors na Rádio Universidade 800 AM

Fotógrafo desconhecido.
Realização de divulgação do listão do Centro de Educação Superior Norte do RS (Cesnors) na Rádio Universidade 800 AM. O Cesnors foi criado em 2005 na cidades de Frederico Westphalen e Palmeira das Missões e em 26 de fevereiro de 2016 o Conselho Universitário da UFSM aprovou a mudança de denominação para UFSM Campus Frederico Westphalen.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Divulgação do listão do Cesnors na Rádio Universidade 800 AM

Fotógrafo desconhecido.
Realização de divulgação do listão do Centro de Educação Superior Norte do RS (Cesnors) na Rádio Universidade 800 AM. O Cesnors foi criado em 2005 na cidades de Frederico Westphalen e Palmeira das Missões e em 26 de fevereiro de 2016 o Conselho Universitário da UFSM aprovou a mudança de denominação para UFSM Campus Frederico Westphalen.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Divulgação do listão do Cesnors na Rádio Universidade 800 AM

Fotógrafo desconhecido.
Realização de divulgação do listão do Centro de Educação Superior Norte do RS (Cesnors) na Rádio Universidade 800 AM. O Cesnors foi criado em 2005 na cidades de Frederico Westphalen e Palmeira das Missões e em 26 de fevereiro de 2016 o Conselho Universitário da UFSM aprovou a mudança de denominação para UFSM Campus Frederico Westphalen.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Representantes do Bombaja na Rádio Universidade 800 AM

Fotógrafo desconhecido.
Representantes do Bombaja participam do programa da Rádio Universidade 800 AM. O Bombaja iniciou suas atividades no dia 4 de abril de 2003, tendo como fundador o professor da Engenharia Mecânica da UFSM, Iberê Luiz Nodari. Apesar do foco na Engenharia Mecânica, outros cursos a completam: Engenharia da Produção, Engenharia Elétrica, Ciências da Computação, Engenharia da Computação, Administração e Comunicação Social, todos representados por alunos da UFSM. A Equipe Bombaja desenvolve um projeto de pesquisa, em que seus participantes projetam e executam um protótipo automotivo classificado como mini baja.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)erro

Representantes do Bombaja na Rádio Universidade 800 AM

Fotógrafo desconhecido.
Representantes do Bombaja participam do programa da Rádio Universidade 800 AM. O Bombaja iniciou suas atividades no dia 4 de abril de 2003, tendo como fundador o professor da Engenharia Mecânica da UFSM, Iberê Luiz Nodari. Apesar do foco na Engenharia Mecânica, outros cursos a completam: Engenharia da Produção, Engenharia Elétrica, Ciências da Computação, Engenharia da Computação, Administração e Comunicação Social, todos representados por alunos da UFSM. A Equipe Bombaja desenvolve um projeto de pesquisa, em que seus participantes projetam e executam um protótipo automotivo classificado como mini baja.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)erro

Entrevista na Rádio Universidade 800 AM

Fotografia de Katia Suelem Moreira.
Dia 24 de maio de 2019 foi realizada uma entrevista na Rádio Universidade 800 AM da Universidade Federal de Santa Maria, com a arquivista do Departamento de Arquivo Geral Cristina Strohschoen, com o objetivo de divulgar a programação do DAG na 3ª Semana Nacional de Arquivos.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Inauguração da sede do Centro de Ciências Sociais da UNIPAMPA em São Borja

Fotógrafo desconhecido.
Foi inaugurada oficialmente a sede definitiva do Centro de Ciências Sociais da Futura Universidade Federal do Pampa/ UNIPAMPA, na cidade de São Borja. A cerimônia foi marcada pela presença do Ministro da Justiça, Tarso Genro, que proferiu a aula inaugural à comunidade acadêmica e demais convidados, no Centro Nativista Boitatá. A Unidade de São Borja da Unipampa/UFSM iniciou suas atividades em sede provisória em outubro de 2006 e conta com os cursos de Serviço Social, Comunicação Social – habilitação em Jornalismo e Comunicação Social – habilitação em Publicidade e Propaganda.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Inauguração da sede do Centro de Ciências Sociais da UNIPAMPA em São Borja

Fotógrafo desconhecido.
Foi inaugurada oficialmente a sede definitiva do Centro de Ciências Sociais da Futura Universidade Federal do Pampa/ UNIPAMPA, na cidade de São Borja. A cerimônia foi marcada pela presença do Ministro da Justiça, Tarso Genro, que proferiu a aula inaugural à comunidade acadêmica e demais convidados, no Centro Nativista Boitatá. A Unidade de São Borja da Unipampa/UFSM iniciou suas atividades em sede provisória em outubro de 2006 e conta com os cursos de Serviço Social, Comunicação Social – habilitação em Jornalismo e Comunicação Social – habilitação em Publicidade e Propaganda.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Semana da Pátria

Fotógrafo desconhecido.
Realização de solenidade da Semana da Pátria. O reitor Clovis Silva Lima e o Pró-reitor de Graduação Jorge Luiz da Cunha estiveram presentes na solenidade.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Aniversário de servidor

Fotógrafo desconhecido.
Comemoração de aniversário de servidor Roberto Montagner nas depedências da rádio.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Aniversário de servidor

Fotógrafo desconhecido.
Comemoração de aniversário de servidor Roberto Montagner nas depedências da rádio.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Aniversário de servidor

Fotógrafo desconhecido.
Comemoração de aniversário de servidor Roberto Montagner nas depedências da rádio.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Entrega dos Prêmios Destaque Extensionista e Pesquisador Destaque

Fotografia de Wellington Felipe Hack.
Dia 21 de outubro de 2019 no Centro de Convenções da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) foram entregues o Prêmio Destaque Extensionista ao professor e doutor Nereu Augustro Streck , ao técnico-administrativo em Educação Juarez Felisberto e Destaque Extensionista Externo a Alfredo Schons (in memoriam). E também o Prêmio de Pesquisador Destaque ao professor e doutor Rudi Weiblen.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia

Durante o 34º Festival de Inverno da UFSM e 34ª Semana Cultural Italiana, em Vale Vêneto, no dia 29 de julho de 2019, ocorreu a cerimônia de lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia, projeto vinculado a Pró-Reitoria de Extensão da UFSM. A cerimônia de lançamento contou com a presença do reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann, do vice-presidente do Consórcio para o Desenvolvimento Sustentável da Quarta Colônia (Condesus), Clovis Montagner, e alunos e professores responsáveis pela criação da marca e do vídeo institucional do projeto. A marca foi desenvolvida pela professora Marilaine Amadori e pela acadêmica Micheli Grigolo com o apoio dos professores André Dalmazzo e Marcos Brod Jr. Em tons de verde azulados estão representados os morros e montanhas característicos da região e sobre um tom terroso, também característico do solo do território, está a silhueta do dinossauro Macrocollun itaquii, do qual foram encontrados fósseis na Quarta Colônia. As fontes utilizadas apresentam um tipo mais tradicional, justamente para remeter às tradições culturais dos imigrantes. A riqueza de aspectos culturais em um território tão vasto como a Quarta Colônia dificultaram um pouco o processo de criação, já que além do patrimônio geológico existem inúmeras heranças culturais que complementam esse cenário singular e que merecem destaque. Por isso, foram quase quarenta esboços diferentes para chegar ao resultado final e um processo de pesquisa que levou em conta até mesmo um questionário sobre as características que deveriam estar representadas na marca. A dupla também foi responsável pelo desenvolvimento da marca do projeto Geoparque Caçapava e contam que a marca desta traz a silhueta das guaritas em uma cor que foge do tradicional verde ligado ao ambiente e aposta num tom contemporâneo. A tonalidade, que já havia sido utilizada anteriormente em materiais do Geodia – evento anual de popularização da geologia que é organizado em parceria por UFSM e Unipampa – contribui para a identificação da marca e, segundo as criadoras, a valoriza por ser mais viva e alegre, o que também acontece com a fonte, que apresenta um aspecto mais arrojado.Durante a cerimônia de lançamento, também foi apresentado o vídeo institucional do projeto Geoparque Quarta Colônia. Resultado de um trabalho desenvolvido durante o primeiro semestre deste ano, o vídeo foi produzido pelos alunos curso de Comunicação Social – Habilitação em Produção Editorial, Amanda Oliveira, Antônia Haag, João Bevilaqua, Luizi Jovasque e Rodrigo Santini, sob orientação da professora Aline Dalmolin na disciplina de Produção Audiovisual. As cenas do vídeo de cerca de três minutos apresentam as belas paisagens e riquezas patrimoniais da Quarta Colônia e deixam o espectador com vontade de conhecer cada um dos locais registrados. A turma também trabalhou na elaboração de um vídeo institucional do Geoparque Caçapava, ainda não lançado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia

Durante o 34º Festival de Inverno da UFSM e 34ª Semana Cultural Italiana, em Vale Vêneto, no dia 29 de julho de 2019, ocorreu a cerimônia de lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia, projeto vinculado a Pró-Reitoria de Extensão da UFSM. A cerimônia de lançamento contou com a presença do reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann, do vice-presidente do Consórcio para o Desenvolvimento Sustentável da Quarta Colônia (Condesus), Clovis Montagner, e alunos e professores responsáveis pela criação da marca e do vídeo institucional do projeto. A marca foi desenvolvida pela professora Marilaine Amadori e pela acadêmica Micheli Grigolo com o apoio dos professores André Dalmazzo e Marcos Brod Jr. Em tons de verde azulados estão representados os morros e montanhas característicos da região e sobre um tom terroso, também característico do solo do território, está a silhueta do dinossauro Macrocollun itaquii, do qual foram encontrados fósseis na Quarta Colônia. As fontes utilizadas apresentam um tipo mais tradicional, justamente para remeter às tradições culturais dos imigrantes. A riqueza de aspectos culturais em um território tão vasto como a Quarta Colônia dificultaram um pouco o processo de criação, já que além do patrimônio geológico existem inúmeras heranças culturais que complementam esse cenário singular e que merecem destaque. Por isso, foram quase quarenta esboços diferentes para chegar ao resultado final e um processo de pesquisa que levou em conta até mesmo um questionário sobre as características que deveriam estar representadas na marca. A dupla também foi responsável pelo desenvolvimento da marca do projeto Geoparque Caçapava e contam que a marca desta traz a silhueta das guaritas em uma cor que foge do tradicional verde ligado ao ambiente e aposta num tom contemporâneo. A tonalidade, que já havia sido utilizada anteriormente em materiais do Geodia – evento anual de popularização da geologia que é organizado em parceria por UFSM e Unipampa – contribui para a identificação da marca e, segundo as criadoras, a valoriza por ser mais viva e alegre, o que também acontece com a fonte, que apresenta um aspecto mais arrojado.Durante a cerimônia de lançamento, também foi apresentado o vídeo institucional do projeto Geoparque Quarta Colônia. Resultado de um trabalho desenvolvido durante o primeiro semestre deste ano, o vídeo foi produzido pelos alunos curso de Comunicação Social – Habilitação em Produção Editorial, Amanda Oliveira, Antônia Haag, João Bevilaqua, Luizi Jovasque e Rodrigo Santini, sob orientação da professora Aline Dalmolin na disciplina de Produção Audiovisual. As cenas do vídeo de cerca de três minutos apresentam as belas paisagens e riquezas patrimoniais da Quarta Colônia e deixam o espectador com vontade de conhecer cada um dos locais registrados. A turma também trabalhou na elaboração de um vídeo institucional do Geoparque Caçapava, ainda não lançado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia

Durante o 34º Festival de Inverno da UFSM e 34ª Semana Cultural Italiana, em Vale Vêneto, no dia 29 de julho de 2019, ocorreu a cerimônia de lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia, projeto vinculado a Pró-Reitoria de Extensão da UFSM. A cerimônia de lançamento contou com a presença do reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann, do vice-presidente do Consórcio para o Desenvolvimento Sustentável da Quarta Colônia (Condesus), Clovis Montagner, e alunos e professores responsáveis pela criação da marca e do vídeo institucional do projeto. A marca foi desenvolvida pela professora Marilaine Amadori e pela acadêmica Micheli Grigolo com o apoio dos professores André Dalmazzo e Marcos Brod Jr. Em tons de verde azulados estão representados os morros e montanhas característicos da região e sobre um tom terroso, também característico do solo do território, está a silhueta do dinossauro Macrocollun itaquii, do qual foram encontrados fósseis na Quarta Colônia. As fontes utilizadas apresentam um tipo mais tradicional, justamente para remeter às tradições culturais dos imigrantes. A riqueza de aspectos culturais em um território tão vasto como a Quarta Colônia dificultaram um pouco o processo de criação, já que além do patrimônio geológico existem inúmeras heranças culturais que complementam esse cenário singular e que merecem destaque. Por isso, foram quase quarenta esboços diferentes para chegar ao resultado final e um processo de pesquisa que levou em conta até mesmo um questionário sobre as características que deveriam estar representadas na marca. A dupla também foi responsável pelo desenvolvimento da marca do projeto Geoparque Caçapava e contam que a marca desta traz a silhueta das guaritas em uma cor que foge do tradicional verde ligado ao ambiente e aposta num tom contemporâneo. A tonalidade, que já havia sido utilizada anteriormente em materiais do Geodia – evento anual de popularização da geologia que é organizado em parceria por UFSM e Unipampa – contribui para a identificação da marca e, segundo as criadoras, a valoriza por ser mais viva e alegre, o que também acontece com a fonte, que apresenta um aspecto mais arrojado.Durante a cerimônia de lançamento, também foi apresentado o vídeo institucional do projeto Geoparque Quarta Colônia. Resultado de um trabalho desenvolvido durante o primeiro semestre deste ano, o vídeo foi produzido pelos alunos curso de Comunicação Social – Habilitação em Produção Editorial, Amanda Oliveira, Antônia Haag, João Bevilaqua, Luizi Jovasque e Rodrigo Santini, sob orientação da professora Aline Dalmolin na disciplina de Produção Audiovisual. As cenas do vídeo de cerca de três minutos apresentam as belas paisagens e riquezas patrimoniais da Quarta Colônia e deixam o espectador com vontade de conhecer cada um dos locais registrados. A turma também trabalhou na elaboração de um vídeo institucional do Geoparque Caçapava, ainda não lançado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia

Durante o 34º Festival de Inverno da UFSM e 34ª Semana Cultural Italiana, em Vale Vêneto, no dia 29 de julho de 2019, ocorreu a cerimônia de lançamento da nova marca oficial do Geoparque Quarta Colônia, projeto vinculado a Pró-Reitoria de Extensão da UFSM. A cerimônia de lançamento contou com a presença do reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann, do vice-presidente do Consórcio para o Desenvolvimento Sustentável da Quarta Colônia (Condesus), Clovis Montagner, e alunos e professores responsáveis pela criação da marca e do vídeo institucional do projeto. A marca foi desenvolvida pela professora Marilaine Amadori e pela acadêmica Micheli Grigolo com o apoio dos professores André Dalmazzo e Marcos Brod Jr. Em tons de verde azulados estão representados os morros e montanhas característicos da região e sobre um tom terroso, também característico do solo do território, está a silhueta do dinossauro Macrocollun itaquii, do qual foram encontrados fósseis na Quarta Colônia. As fontes utilizadas apresentam um tipo mais tradicional, justamente para remeter às tradições culturais dos imigrantes. A riqueza de aspectos culturais em um território tão vasto como a Quarta Colônia dificultaram um pouco o processo de criação, já que além do patrimônio geológico existem inúmeras heranças culturais que complementam esse cenário singular e que merecem destaque. Por isso, foram quase quarenta esboços diferentes para chegar ao resultado final e um processo de pesquisa que levou em conta até mesmo um questionário sobre as características que deveriam estar representadas na marca. A dupla também foi responsável pelo desenvolvimento da marca do projeto Geoparque Caçapava e contam que a marca desta traz a silhueta das guaritas em uma cor que foge do tradicional verde ligado ao ambiente e aposta num tom contemporâneo. A tonalidade, que já havia sido utilizada anteriormente em materiais do Geodia – evento anual de popularização da geologia que é organizado em parceria por UFSM e Unipampa – contribui para a identificação da marca e, segundo as criadoras, a valoriza por ser mais viva e alegre, o que também acontece com a fonte, que apresenta um aspecto mais arrojado.Durante a cerimônia de lançamento, também foi apresentado o vídeo institucional do projeto Geoparque Quarta Colônia. Resultado de um trabalho desenvolvido durante o primeiro semestre deste ano, o vídeo foi produzido pelos alunos curso de Comunicação Social – Habilitação em Produção Editorial, Amanda Oliveira, Antônia Haag, João Bevilaqua, Luizi Jovasque e Rodrigo Santini, sob orientação da professora Aline Dalmolin na disciplina de Produção Audiovisual. As cenas do vídeo de cerca de três minutos apresentam as belas paisagens e riquezas patrimoniais da Quarta Colônia e deixam o espectador com vontade de conhecer cada um dos locais registrados. A turma também trabalhou na elaboração de um vídeo institucional do Geoparque Caçapava, ainda não lançado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

34º Festival de Inverno de Vale Vêneto

Fotografia de Pablo Cabral Iglesias.
Entre os dias 28 de julho e 04 de agosto, em Vale Vêneto, distrito do município de São João do Polêsine, na Quarta Colônia, aconteceu o 34º Festival Internacional de Inverno da UFSM. O evento que ocorre desde 1986 tem como objetivo oferecer o aperfeiçoamento e integração musical para musicistas de todo o país.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Centro de Convivência Turma do Ique

Fotógrafo desconhecido.
O 4º Simpósio Latino-Americano sobre Manejo Florestal ocorreu de 26 a 28 de novembro de 2008 na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Results 1 to 50 of 152