Previsualizar a impressão Fechar

Mostrar 156 resultados

Descrição arquivística
Mota, Eduardo Com objeto digital
Opções de pesquisa avançada
Previsualizar a impressão Ver:

Atividades realizadas na 46ª Feira do Livro de Santa Maria

Fotografia de Eduardo Mota.
A 46ª Feira do Livro de Santa Maria ocorreu de 26 de abril a 11 de maio na Praça Saldanha Marinho em Santa Maria. A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) esteve presente com a estande da Pró-Reitoria de Extensão (PRE), a qual buscou levar conhecimento científico para a comunidade e a estande da Editora UFSM, a qual divulgou trabalhos da instituição. Foram oferecidas diversas atividades, entre elas oficinas, como por exemplo, a de Paleografia do Curso de Arquivologia da UFSM e a do Curso de Produção Editorial, o qual promoveu atividades de ilustrações para a criação de cartoon com a temática brasiliedade, que posteriormente seriam publicadas na revista do curso.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Atena Beauvoir na 46ª Feira do Livro de Santa Maria

Fotografia de Eduardo Mota.
Esteve presente na 46ª Feira do Livro de Santa Maria a escritora, poeta, educadora, professora e filósofa Atena
Beauvoir Roveda. Atena é idealizadora da Nemesis Editoria, que publica literatura invisível e transantropológica na área de
filosofia existencialista e é autora de três livros: “Libertê: poesia, filosofia e transantropologia”, “Phóda: Poesia, filosofia e
sexualidade” e “Contos transantropológicos”.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Atena Beauvoir na 46ª Feira do Livro de Santa Maria

Fotografia de Eduardo Mota.
Esteve presente na 46ª Feira do Livro de Santa Maria a escritora, poeta, educadora, professora e filósofa Atena
Beauvoir Roveda. Atena é idealizadora da Nemesis Editoria, que publica literatura invisível e transantropológica na área de
filosofia existencialista e é autora de três livros: “Libertê: poesia, filosofia e transantropologia”, “Phóda: Poesia, filosofia e
sexualidade” e “Contos transantropológicos”.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Atena Beauvoir na 46ª Feira do Livro de Santa Maria

Fotografia de Eduardo Mota.
Esteve presente na 46ª Feira do Livro de Santa Maria a escritora, poeta, educadora, professora e filósofa Atena
Beauvoir Roveda. Atena é idealizadora da Nemesis Editoria, que publica literatura invisível e transantropológica na área de
filosofia existencialista e é autora de três livros: “Libertê: poesia, filosofia e transantropologia”, “Phóda: Poesia, filosofia e
sexualidade” e “Contos transantropológicos”.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Atena Beauvoir na 46ª Feira do Livro de Santa Maria

Fotografia de Eduardo Mota.
Esteve presente na 46ª Feira do Livro de Santa Maria a escritora, poeta, educadora, professora e filósofa Atena
Beauvoir Roveda. Atena é idealizadora da Nemesis Editoria, que publica literatura invisível e transantropológica na área de
filosofia existencialista e é autora de três livros: “Libertê: poesia, filosofia e transantropologia”, “Phóda: Poesia, filosofia e
sexualidade” e “Contos transantropológicos”.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Atena Beauvoir na 46ª Feira do Livro de Santa Maria

Fotografia de Eduardo Mota.
Esteve presente na 46ª Feira do Livro de Santa Maria a escritora, poeta, educadora, professora e filósofa Atena
Beauvoir Roveda. Atena é idealizadora da Nemesis Editoria, que publica literatura invisível e transantropológica na área de
filosofia existencialista e é autora de três livros: “Libertê: poesia, filosofia e transantropologia”, “Phóda: Poesia, filosofia e
sexualidade” e “Contos transantropológicos”.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Atena Beauvoir na 46ª Feira do Livro de Santa Maria

Fotografia de Eduardo Mota.
Esteve presente na 46ª Feira do Livro de Santa Maria a escritora, poeta, educadora, professora e filósofa Atena
Beauvoir Roveda. Atena é idealizadora da Nemesis Editoria, que publica literatura invisível e transantropológica na área de
filosofia existencialista e é autora de três livros: “Libertê: poesia, filosofia e transantropologia”, “Phóda: Poesia, filosofia e
sexualidade” e “Contos transantropológicos”.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Atena Beauvoir na 46ª Feira do Livro de Santa Maria

Fotografia de Eduardo Mota.
Esteve presente na 46ª Feira do Livro de Santa Maria a escritora, poeta, educadora, professora e filósofa Atena
Beauvoir Roveda. Atena é idealizadora da Nemesis Editoria, que publica literatura invisível e transantropológica na área de
filosofia existencialista e é autora de três livros: “Libertê: poesia, filosofia e transantropologia”, “Phóda: Poesia, filosofia e
sexualidade” e “Contos transantropológicos”.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Colheita de arroz sem agrotóxico na Várzea

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 29 de março de 2019, foi realizada a primeira colheita de arroz sem agrotóxico na Várzea, localizada no
campus da UFSM, por alunos do Grupo de Pesquisa CNPq em Arroz e Uso Alternativo de Várzeas (Gpai), coordenados pelo
professor Enio Marchesan. Cerca de 70 sacos foram colhidos e depois serão tratados pela empresa Solstbio, de Santa Maria,
referência no mercado de orgânicos. Após o tratamento, o Gpai vai analisar tanto as formas de apresentação desse produto,
se vai embalar a vácuo ou em saquinhos, quanto para quem será destinada a colheita.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Colheita de arroz sem agrotóxico na Várzea

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 29 de março de 2019, foi realizada a primeira colheita de arroz sem agrotóxico na Várzea, localizada no
campus da UFSM, por alunos do Grupo de Pesquisa CNPq em Arroz e Uso Alternativo de Várzeas (Gpai), coordenados pelo
professor Enio Marchesan. Cerca de 70 sacos foram colhidos e depois serão tratados pela empresa Solstbio, de Santa Maria,
referência no mercado de orgânicos. Após o tratamento, o Gpai vai analisar tanto as formas de apresentação desse produto,
se vai embalar a vácuo ou em saquinhos, quanto para quem será destinada a colheita.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Colheita de arroz sem agrotóxico na Várzea

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 29 de março de 2019, foi realizada a primeira colheita de arroz sem agrotóxico na Várzea, localizada no
campus da UFSM, por alunos do Grupo de Pesquisa CNPq em Arroz e Uso Alternativo de Várzeas (Gpai), coordenados pelo
professor Enio Marchesan. Cerca de 70 sacos foram colhidos e depois serão tratados pela empresa Solstbio, de Santa Maria,
referência no mercado de orgânicos. Após o tratamento, o Gpai vai analisar tanto as formas de apresentação desse produto,
se vai embalar a vácuo ou em saquinhos, quanto para quem será destinada a colheita.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Colheita de arroz sem agrotóxico na Várzea

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 29 de março de 2019, foi realizada a primeira colheita de arroz sem agrotóxico na Várzea, localizada no
campus da UFSM, por alunos do Grupo de Pesquisa CNPq em Arroz e Uso Alternativo de Várzeas (Gpai), coordenados pelo
professor Enio Marchesan. Cerca de 70 sacos foram colhidos e depois serão tratados pela empresa Solstbio, de Santa Maria,
referência no mercado de orgânicos. Após o tratamento, o Gpai vai analisar tanto as formas de apresentação desse produto,
se vai embalar a vácuo ou em saquinhos, quanto para quem será destinada a colheita.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Colheita de arroz sem agrotóxico na Várzea

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 29 de março de 2019, foi realizada a primeira colheita de arroz sem agrotóxico na Várzea, localizada no
campus da UFSM, por alunos do Grupo de Pesquisa CNPq em Arroz e Uso Alternativo de Várzeas (Gpai), coordenados pelo
professor Enio Marchesan. Cerca de 70 sacos foram colhidos e depois serão tratados pela empresa Solstbio, de Santa Maria,
referência no mercado de orgânicos. Após o tratamento, o Gpai vai analisar tanto as formas de apresentação desse produto,
se vai embalar a vácuo ou em saquinhos, quanto para quem será destinada a colheita.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Colheita de arroz sem agrotóxico na Várzea

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 29 de março de 2019, foi realizada a primeira colheita de arroz sem agrotóxico na Várzea, localizada no
campus da UFSM, por alunos do Grupo de Pesquisa CNPq em Arroz e Uso Alternativo de Várzeas (Gpai), coordenados pelo
professor Enio Marchesan. Cerca de 70 sacos foram colhidos e depois serão tratados pela empresa Solstbio, de Santa Maria,
referência no mercado de orgânicos. Após o tratamento, o Gpai vai analisar tanto as formas de apresentação desse produto,
se vai embalar a vácuo ou em saquinhos, quanto para quem será destinada a colheita.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum Regional Permanente de Extensão em Santa Maria

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 12 de novembro de 2019, foi realizado o 2º Fórum Regional Permanente de Extensão, no auditório Wilson Aita, no Centro de Tecnologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Durante o Fórum, as principais demandas levantadas pela comunidade foram relacionadas à Educação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum Regional Permanente de Extensão em Santa Maria

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 12 de novembro de 2019, foi realizado o 2º Fórum Regional Permanente de Extensão, no auditório Wilson Aita, no Centro de Tecnologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Durante o Fórum, as principais demandas levantadas pela comunidade foram relacionadas à Educação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum Regional Permanente de Extensão em Santa Maria

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 12 de novembro de 2019, foi realizado o 2º Fórum Regional Permanente de Extensão, no auditório Wilson Aita, no Centro de Tecnologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Durante o Fórum, as principais demandas levantadas pela comunidade foram relacionadas à Educação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum Regional Permanente de Extensão em Santa Maria

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 12 de novembro de 2019, foi realizado o 2º Fórum Regional Permanente de Extensão, no auditório Wilson Aita, no Centro de Tecnologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Durante o Fórum, as principais demandas levantadas pela comunidade foram relacionadas à Educação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

2º Fórum Regional Permanente de Extensão em Santa Maria

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 12 de novembro de 2019, foi realizado o 2º Fórum Regional Permanente de Extensão, no auditório Wilson Aita, no Centro de Tecnologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Durante o Fórum, as principais demandas levantadas pela comunidade foram relacionadas à Educação.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Transmissão dos jogos do Brasil da Copa do Mundo de Futebol Feminino na UFSM

Fotografia de Eduardo Mota.
Foi realizada a transmissão dos jogos do Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino, na Universidade
Federal de Santa Maria (UFSM), nos dias 09 (Brasil x Jamaica), 13 (Brasil x Austrália) e 18 (Brasil x Itália) de junho de 2019,
promovida pelo Observatório de Direitos Humanos da Pró-Reitoria de Extensão (PRE) da UFSM. No dia 13 após a partida,
houve o bate-papo Mulheres no Esporte, no qual foi possível interagir com a árbrita assistente Maíra Mastella Moreira, que
atua na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e na Federação Gaúcha de Futebol (FGF). Já no dia 18 o bate-papo
Mulheres no Esporte contou com a presença da jornalista esportiva Maria Angélia Varaschini, repórter e comentarista que
atua em Santa Maria. A atividade e as mediações foram feitas por integrantes do Grupo de Estudos e Extensão Universidade
das Mulheres (Geeum@), que apoiaram o evento com o Stadium – Grupo de Estudos de História do Esporte e das Práticas
Lúdicas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Transmissão dos jogos do Brasil da Copa do Mundo de Futebol Feminino na UFSM

Fotografia de Eduardo Mota.
Foi realizada a transmissão dos jogos do Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino, na Universidade
Federal de Santa Maria (UFSM), nos dias 09 (Brasil x Jamaica), 13 (Brasil x Austrália) e 18 (Brasil x Itália) de junho de 2019,
promovida pelo Observatório de Direitos Humanos da Pró-Reitoria de Extensão (PRE) da UFSM. No dia 13 após a partida,
houve o bate-papo Mulheres no Esporte, no qual foi possível interagir com a árbrita assistente Maíra Mastella Moreira, que
atua na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e na Federação Gaúcha de Futebol (FGF). Já no dia 18 o bate-papo
Mulheres no Esporte contou com a presença da jornalista esportiva Maria Angélia Varaschini, repórter e comentarista que
atua em Santa Maria. A atividade e as mediações foram feitas por integrantes do Grupo de Estudos e Extensão Universidade
das Mulheres (Geeum@), que apoiaram o evento com o Stadium – Grupo de Estudos de História do Esporte e das Práticas
Lúdicas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Transmissão dos jogos do Brasil da Copa do Mundo de Futebol Feminino na UFSM

Fotografia de Eduardo Mota.
Foi realizada a transmissão dos jogos do Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino, na Universidade
Federal de Santa Maria (UFSM), nos dias 09 (Brasil x Jamaica), 13 (Brasil x Austrália) e 18 (Brasil x Itália) de junho de 2019,
promovida pelo Observatório de Direitos Humanos da Pró-Reitoria de Extensão (PRE) da UFSM. No dia 13 após a partida,
houve o bate-papo Mulheres no Esporte, no qual foi possível interagir com a árbrita assistente Maíra Mastella Moreira, que
atua na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e na Federação Gaúcha de Futebol (FGF). Já no dia 18 o bate-papo
Mulheres no Esporte contou com a presença da jornalista esportiva Maria Angélia Varaschini, repórter e comentarista que
atua em Santa Maria. A atividade e as mediações foram feitas por integrantes do Grupo de Estudos e Extensão Universidade
das Mulheres (Geeum@), que apoiaram o evento com o Stadium – Grupo de Estudos de História do Esporte e das Práticas
Lúdicas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Transmissão dos jogos do Brasil da Copa do Mundo de Futebol Feminino na UFSM

Fotografia de Eduardo Mota.
Foi realizada a transmissão dos jogos do Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino, na Universidade
Federal de Santa Maria (UFSM), nos dias 09 (Brasil x Jamaica), 13 (Brasil x Austrália) e 18 (Brasil x Itália) de junho de 2019,
promovida pelo Observatório de Direitos Humanos da Pró-Reitoria de Extensão (PRE) da UFSM. No dia 13 após a partida,
houve o bate-papo Mulheres no Esporte, no qual foi possível interagir com a árbrita assistente Maíra Mastella Moreira, que
atua na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e na Federação Gaúcha de Futebol (FGF). Já no dia 18 o bate-papo
Mulheres no Esporte contou com a presença da jornalista esportiva Maria Angélia Varaschini, repórter e comentarista que
atua em Santa Maria. A atividade e as mediações foram feitas por integrantes do Grupo de Estudos e Extensão Universidade
das Mulheres (Geeum@), que apoiaram o evento com o Stadium – Grupo de Estudos de História do Esporte e das Práticas
Lúdicas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Transmissão dos jogos do Brasil da Copa do Mundo de Futebol Feminino na UFSM

Fotografia de Eduardo Mota.
Foi realizada a transmissão dos jogos do Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino, na Universidade
Federal de Santa Maria (UFSM), nos dias 09 (Brasil x Jamaica), 13 (Brasil x Austrália) e 18 (Brasil x Itália) de junho de 2019,
promovida pelo Observatório de Direitos Humanos da Pró-Reitoria de Extensão (PRE) da UFSM. No dia 13 após a partida,
houve o bate-papo Mulheres no Esporte, no qual foi possível interagir com a árbrita assistente Maíra Mastella Moreira, que
atua na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e na Federação Gaúcha de Futebol (FGF). Já no dia 18 o bate-papo
Mulheres no Esporte contou com a presença da jornalista esportiva Maria Angélia Varaschini, repórter e comentarista que
atua em Santa Maria. A atividade e as mediações foram feitas por integrantes do Grupo de Estudos e Extensão Universidade
das Mulheres (Geeum@), que apoiaram o evento com o Stadium – Grupo de Estudos de História do Esporte e das Práticas
Lúdicas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Transmissão dos jogos do Brasil da Copa do Mundo de Futebol Feminino na UFSM

Fotografia de Eduardo Mota.
Foi realizada a transmissão dos jogos do Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino, na Universidade
Federal de Santa Maria (UFSM), nos dias 09 (Brasil x Jamaica), 13 (Brasil x Austrália) e 18 (Brasil x Itália) de junho de 2019,
promovida pelo Observatório de Direitos Humanos da Pró-Reitoria de Extensão (PRE) da UFSM. No dia 13 após a partida,
houve o bate-papo Mulheres no Esporte, no qual foi possível interagir com a árbrita assistente Maíra Mastella Moreira, que
atua na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e na Federação Gaúcha de Futebol (FGF). Já no dia 18 o bate-papo
Mulheres no Esporte contou com a presença da jornalista esportiva Maria Angélia Varaschini, repórter e comentarista que
atua em Santa Maria. A atividade e as mediações foram feitas por integrantes do Grupo de Estudos e Extensão Universidade
das Mulheres (Geeum@), que apoiaram o evento com o Stadium – Grupo de Estudos de História do Esporte e das Práticas
Lúdicas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Transmissão dos jogos do Brasil da Copa do Mundo de Futebol Feminino na UFSM

Fotografia de Eduardo Mota.
Foi realizada a transmissão dos jogos do Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino, na Universidade
Federal de Santa Maria (UFSM), nos dias 09 (Brasil x Jamaica), 13 (Brasil x Austrália) e 18 (Brasil x Itália) de junho de 2019,
promovida pelo Observatório de Direitos Humanos da Pró-Reitoria de Extensão (PRE) da UFSM. No dia 13 após a partida,
houve o bate-papo Mulheres no Esporte, no qual foi possível interagir com a árbrita assistente Maíra Mastella Moreira, que
atua na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e na Federação Gaúcha de Futebol (FGF). Já no dia 18 o bate-papo
Mulheres no Esporte contou com a presença da jornalista esportiva Maria Angélia Varaschini, repórter e comentarista que
atua em Santa Maria. A atividade e as mediações foram feitas por integrantes do Grupo de Estudos e Extensão Universidade
das Mulheres (Geeum@), que apoiaram o evento com o Stadium – Grupo de Estudos de História do Esporte e das Práticas
Lúdicas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Transmissão dos jogos do Brasil da Copa do Mundo de Futebol Feminino na UFSM

Fotografia de Eduardo Mota.
Foi realizada a transmissão dos jogos do Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino, na Universidade
Federal de Santa Maria (UFSM), nos dias 09 (Brasil x Jamaica), 13 (Brasil x Austrália) e 18 (Brasil x Itália) de junho de 2019,
promovida pelo Observatório de Direitos Humanos da Pró-Reitoria de Extensão (PRE) da UFSM. No dia 13 após a partida,
houve o bate-papo Mulheres no Esporte, no qual foi possível interagir com a árbrita assistente Maíra Mastella Moreira, que
atua na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e na Federação Gaúcha de Futebol (FGF). Já no dia 18 o bate-papo
Mulheres no Esporte contou com a presença da jornalista esportiva Maria Angélia Varaschini, repórter e comentarista que
atua em Santa Maria. A atividade e as mediações foram feitas por integrantes do Grupo de Estudos e Extensão Universidade
das Mulheres (Geeum@), que apoiaram o evento com o Stadium – Grupo de Estudos de História do Esporte e das Práticas
Lúdicas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Transmissão dos jogos do Brasil da Copa do Mundo de Futebol Feminino na UFSM

Fotografia de Eduardo Mota.
Foi realizada a transmissão dos jogos do Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino, na Universidade
Federal de Santa Maria (UFSM), nos dias 09 (Brasil x Jamaica), 13 (Brasil x Austrália) e 18 (Brasil x Itália) de junho de 2019,
promovida pelo Observatório de Direitos Humanos da Pró-Reitoria de Extensão (PRE) da UFSM. No dia 13 após a partida,
houve o bate-papo Mulheres no Esporte, no qual foi possível interagir com a árbrita assistente Maíra Mastella Moreira, que
atua na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e na Federação Gaúcha de Futebol (FGF). Já no dia 18 o bate-papo
Mulheres no Esporte contou com a presença da jornalista esportiva Maria Angélia Varaschini, repórter e comentarista que
atua em Santa Maria. A atividade e as mediações foram feitas por integrantes do Grupo de Estudos e Extensão Universidade
das Mulheres (Geeum@), que apoiaram o evento com o Stadium – Grupo de Estudos de História do Esporte e das Práticas
Lúdicas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Transmissão dos jogos do Brasil da Copa do Mundo de Futebol Feminino na UFSM

Fotografia de Eduardo Mota.
Foi realizada a transmissão dos jogos do Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino, na Universidade
Federal de Santa Maria (UFSM), nos dias 09 (Brasil x Jamaica), 13 (Brasil x Austrália) e 18 (Brasil x Itália) de junho de 2019,
promovida pelo Observatório de Direitos Humanos da Pró-Reitoria de Extensão (PRE) da UFSM. No dia 13 após a partida,
houve o bate-papo Mulheres no Esporte, no qual foi possível interagir com a árbrita assistente Maíra Mastella Moreira, que
atua na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e na Federação Gaúcha de Futebol (FGF). Já no dia 18 o bate-papo
Mulheres no Esporte contou com a presença da jornalista esportiva Maria Angélia Varaschini, repórter e comentarista que
atua em Santa Maria. A atividade e as mediações foram feitas por integrantes do Grupo de Estudos e Extensão Universidade
das Mulheres (Geeum@), que apoiaram o evento com o Stadium – Grupo de Estudos de História do Esporte e das Práticas
Lúdicas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Transmissão dos jogos do Brasil da Copa do Mundo de Futebol Feminino na UFSM

Fotografia de Eduardo Mota.
Foi realizada a transmissão dos jogos do Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino, na Universidade
Federal de Santa Maria (UFSM), nos dias 09 (Brasil x Jamaica), 13 (Brasil x Austrália) e 18 (Brasil x Itália) de junho de 2019,
promovida pelo Observatório de Direitos Humanos da Pró-Reitoria de Extensão (PRE) da UFSM. No dia 13 após a partida,
houve o bate-papo Mulheres no Esporte, no qual foi possível interagir com a árbrita assistente Maíra Mastella Moreira, que
atua na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e na Federação Gaúcha de Futebol (FGF). Já no dia 18 o bate-papo
Mulheres no Esporte contou com a presença da jornalista esportiva Maria Angélia Varaschini, repórter e comentarista que
atua em Santa Maria. A atividade e as mediações foram feitas por integrantes do Grupo de Estudos e Extensão Universidade
das Mulheres (Geeum@), que apoiaram o evento com o Stadium – Grupo de Estudos de História do Esporte e das Práticas
Lúdicas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Aula Inaugural Integrada “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública”

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 29 de março de 2019, foi realizada a aula inaugural “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública” com o professor doutor Paulo Edi Martins, da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O foco da aula estava em como preservar o patrimônio cultural de um local, dando ênfase para Santa Maria, que possui o segundo maior conjunto de prédios no estilo art déco do mundo. A aula inaugural foi promovida pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM (PRE), Programas de Pós-Graduação em Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo; Patrimônio Cultural; Curso de Arquitetura e Urbanismo; e teve apoio dos Programas de Pós-Graduação em Gestão de Organizações Públicas, de História e do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria, contou com a participação de cerca de 170 pessoas, entre elas, representantes do Instituto de Planejamento de Santa Maria, da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, do Conselho Municipal de Política Cultural, do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria e da Associação dos Amigos do Theatro 13 de Maio.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Aula Inaugural Integrada “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública”

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 29 de março de 2019, foi realizada a aula inaugural “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública” com o professor doutor Paulo Edi Martins, da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O foco da aula estava em como preservar o patrimônio cultural de um local, dando ênfase para Santa Maria, que possui o segundo maior conjunto de prédios no estilo art déco do mundo. A aula inaugural foi promovida pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM (PRE), Programas de Pós-Graduação em Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo; Patrimônio Cultural; Curso de Arquitetura e Urbanismo; e teve apoio dos Programas de Pós-Graduação em Gestão de Organizações Públicas, de História e do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria, contou com a participação de cerca de 170 pessoas, entre elas, representantes do Instituto de Planejamento de Santa Maria, da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, do Conselho Municipal de Política Cultural, do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria e da Associação dos Amigos do Theatro 13 de Maio.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Aula Inaugural Integrada “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública”

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 29 de março de 2019, foi realizada a aula inaugural “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública” com o professor doutor Paulo Edi Martins, da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O foco da aula estava em como preservar o patrimônio cultural de um local, dando ênfase para Santa Maria, que possui o segundo maior conjunto de prédios no estilo art déco do mundo. A aula inaugural foi promovida pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM (PRE), Programas de Pós-Graduação em Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo; Patrimônio Cultural; Curso de Arquitetura e Urbanismo; e teve apoio dos Programas de Pós-Graduação em Gestão de Organizações Públicas, de História e do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria, contou com a participação de cerca de 170 pessoas, entre elas, representantes do Instituto de Planejamento de Santa Maria, da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, do Conselho Municipal de Política Cultural, do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria e da Associação dos Amigos do Theatro 13 de Maio.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Aula Inaugural Integrada “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública”

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 29 de março de 2019, foi realizada a aula inaugural “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública” com o professor doutor Paulo Edi Martins, da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O foco da aula estava em como preservar o patrimônio cultural de um local, dando ênfase para Santa Maria, que possui o segundo maior conjunto de prédios no estilo art déco do mundo. A aula inaugural foi promovida pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM (PRE), Programas de Pós-Graduação em Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo; Patrimônio Cultural; Curso de Arquitetura e Urbanismo; e teve apoio dos Programas de Pós-Graduação em Gestão de Organizações Públicas, de História e do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria, contou com a participação de cerca de 170 pessoas, entre elas, representantes do Instituto de Planejamento de Santa Maria, da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, do Conselho Municipal de Política Cultural, do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria e da Associação dos Amigos do Theatro 13 de Maio.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Aula Inaugural Integrada “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública”

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 29 de março de 2019, foi realizada a aula inaugural “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública” com o professor doutor Paulo Edi Martins, da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O foco da aula estava em como preservar o patrimônio cultural de um local, dando ênfase para Santa Maria, que possui o segundo maior conjunto de prédios no estilo art déco do mundo. A aula inaugural foi promovida pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM (PRE), Programas de Pós-Graduação em Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo; Patrimônio Cultural; Curso de Arquitetura e Urbanismo; e teve apoio dos Programas de Pós-Graduação em Gestão de Organizações Públicas, de História e do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria, contou com a participação de cerca de 170 pessoas, entre elas, representantes do Instituto de Planejamento de Santa Maria, da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, do Conselho Municipal de Política Cultural, do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria e da Associação dos Amigos do Theatro 13 de Maio. Livro “In the Spirit of Miami Beach” de David Leddick.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Aula Inaugural Integrada “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública”

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 29 de março de 2019, foi realizada a aula inaugural “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública” com o professor doutor Paulo Edi Martins, da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O foco da aula estava em como preservar o patrimônio cultural de um local, dando ênfase para Santa Maria, que possui o segundo maior conjunto de prédios no estilo art déco do mundo. A aula inaugural foi promovida pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM (PRE), Programas de Pós-Graduação em Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo; Patrimônio Cultural; Curso de Arquitetura e Urbanismo; e teve apoio dos Programas de Pós-Graduação em Gestão de Organizações Públicas, de História e do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria, contou com a participação de cerca de 170 pessoas, entre elas, representantes do Instituto de Planejamento de Santa Maria, da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, do Conselho Municipal de Política Cultural, do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria e da Associação dos Amigos do Theatro 13 de Maio.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Aula Inaugural Integrada “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública”

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 29 de março de 2019, foi realizada a aula inaugural “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública” com o professor doutor Paulo Edi Martins, da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O foco da aula estava em como preservar o patrimônio cultural de um local, dando ênfase para Santa Maria, que possui o segundo maior conjunto de prédios no estilo art déco do mundo. A aula inaugural foi promovida pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM (PRE), Programas de Pós-Graduação em Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo; Patrimônio Cultural; Curso de Arquitetura e Urbanismo; e teve apoio dos Programas de Pós-Graduação em Gestão de Organizações Públicas, de História e do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria, contou com a participação de cerca de 170 pessoas, entre elas, representantes do Instituto de Planejamento de Santa Maria, da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, do Conselho Municipal de Política Cultural, do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria e da Associação dos Amigos do Theatro 13 de Maio.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Aula Inaugural Integrada “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública”

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 29 de março de 2019, foi realizada a aula inaugural “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública” com o professor doutor Paulo Edi Martins, da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O foco da aula estava em como preservar o patrimônio cultural de um local, dando ênfase para Santa Maria, que possui o segundo maior conjunto de prédios no estilo art déco do mundo. A aula inaugural foi promovida pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM (PRE), Programas de Pós-Graduação em Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo; Patrimônio Cultural; Curso de Arquitetura e Urbanismo; e teve apoio dos Programas de Pós-Graduação em Gestão de Organizações Públicas, de História e do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria, contou com a participação de cerca de 170 pessoas, entre elas, representantes do Instituto de Planejamento de Santa Maria, da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, do Conselho Municipal de Política Cultural, do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria e da Associação dos Amigos do Theatro 13 de Maio.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Aula Inaugural Integrada “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública”

Fotografia de Eduardo Mota.
Dia 29 de março de 2019, foi realizada a aula inaugural “Patrimônio Cultural, Arquitetônico, Histórico e Gestão Pública” com o professor doutor Paulo Edi Martins, da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O foco da aula estava em como preservar o patrimônio cultural de um local, dando ênfase para Santa Maria, que possui o segundo maior conjunto de prédios no estilo art déco do mundo. A aula inaugural foi promovida pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM (PRE), Programas de Pós-Graduação em Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo; Patrimônio Cultural; Curso de Arquitetura e Urbanismo; e teve apoio dos Programas de Pós-Graduação em Gestão de Organizações Públicas, de História e do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria, contou com a participação de cerca de 170 pessoas, entre elas, representantes do Instituto de Planejamento de Santa Maria, da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, do Conselho Municipal de Política Cultural, do Coletivo em Defesa do Patrimônio Cultural de Santa Maria e da Associação dos Amigos do Theatro 13 de Maio.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Palestra “A Experiência Italiana do Fazer Compartilhado na Reforma Psiquiátrica”

Fotografia de Eduardo Mota.
No dia 22 de maio de 2019, o Espaço Nise da Silveira e a AFAB (Associação de Familiares, Amigos e Bipolares de Santa Maria), com o apoio do Observatório de Direitos Humanos da UFSM, promoveram a palestra “A Experiência Italiana do Fazer Compartilhado na Reforma Psiquiátrica”. O psiquiatra italiano Renzo de Stefani e o usuário/familiar experto Maurizio Capitanio compartilharam as suas experiências na saúde mental na Província de Trento, na Itália. Em Santa Maria, eles também conheceram o campus da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e fizeram visita ao Espaço Nise da Silveira & AFAB para conhecerem a dinâmica de funcionamento do serviço. Nos dias 20 e 21 os italianos Renzo e Maurizio palestraram em Ijuí e Cachoeira do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Palestra “A Experiência Italiana do Fazer Compartilhado na Reforma Psiquiátrica”

Fotografia de Eduardo Mota.
No dia 22 de maio de 2019, o Espaço Nise da Silveira e a AFAB (Associação de Familiares, Amigos e Bipolares de Santa Maria), com o apoio do Observatório de Direitos Humanos da UFSM, promoveram a palestra “A Experiência Italiana do Fazer Compartilhado na Reforma Psiquiátrica”. O psiquiatra italiano Renzo de Stefani e o usuário/familiar experto Maurizio Capitanio compartilharam as suas experiências na saúde mental na Província de Trento, na Itália. Em Santa Maria, eles também conheceram o campus da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e fizeram visita ao Espaço Nise da Silveira & AFAB para conhecerem a dinâmica de funcionamento do serviço. Nos dias 20 e 21 os italianos Renzo e Maurizio palestraram em Ijuí e Cachoeira do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Palestra “A Experiência Italiana do Fazer Compartilhado na Reforma Psiquiátrica”

Fotografia de Eduardo Mota.
No dia 22 de maio de 2019, o Espaço Nise da Silveira e a AFAB (Associação de Familiares, Amigos e Bipolares de Santa Maria), com o apoio do Observatório de Direitos Humanos da UFSM, promoveram a palestra “A Experiência Italiana do Fazer Compartilhado na Reforma Psiquiátrica”. O psiquiatra italiano Renzo de Stefani e o usuário/familiar experto Maurizio Capitanio compartilharam as suas experiências na saúde mental na Província de Trento, na Itália. Em Santa Maria, eles também conheceram o campus da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e fizeram visita ao Espaço Nise da Silveira & AFAB para conhecerem a dinâmica de funcionamento do serviço. Nos dias 20 e 21 os italianos Renzo e Maurizio palestraram em Ijuí e Cachoeira do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Palestra “A Experiência Italiana do Fazer Compartilhado na Reforma Psiquiátrica”

Fotografia de Eduardo Mota.
No dia 22 de maio de 2019, o Espaço Nise da Silveira e a AFAB (Associação de Familiares, Amigos e Bipolares de Santa Maria), com o apoio do Observatório de Direitos Humanos da UFSM, promoveram a palestra “A Experiência Italiana do Fazer Compartilhado na Reforma Psiquiátrica”. O psiquiatra italiano Renzo de Stefani e o usuário/familiar experto Maurizio Capitanio compartilharam as suas experiências na saúde mental na Província de Trento, na Itália. Em Santa Maria, eles também conheceram o campus da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e fizeram visita ao Espaço Nise da Silveira & AFAB para conhecerem a dinâmica de funcionamento do serviço. Nos dias 20 e 21 os italianos Renzo e Maurizio palestraram em Ijuí e Cachoeira do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Palestra “A Experiência Italiana do Fazer Compartilhado na Reforma Psiquiátrica”

Fotografia de Eduardo Mota.
No dia 22 de maio de 2019, o Espaço Nise da Silveira e a AFAB (Associação de Familiares, Amigos e Bipolares de Santa Maria), com o apoio do Observatório de Direitos Humanos da UFSM, promoveram a palestra “A Experiência Italiana do Fazer Compartilhado na Reforma Psiquiátrica”. O psiquiatra italiano Renzo de Stefani e o usuário/familiar experto Maurizio Capitanio compartilharam as suas experiências na saúde mental na Província de Trento, na Itália. Em Santa Maria, eles também conheceram o campus da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e fizeram visita ao Espaço Nise da Silveira & AFAB para conhecerem a dinâmica de funcionamento do serviço. Nos dias 20 e 21 os italianos Renzo e Maurizio palestraram em Ijuí e Cachoeira do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Palestra “A Experiência Italiana do Fazer Compartilhado na Reforma Psiquiátrica”

Fotografia de Eduardo Mota.
No dia 22 de maio de 2019, o Espaço Nise da Silveira e a AFAB (Associação de Familiares, Amigos e Bipolares de Santa Maria), com o apoio do Observatório de Direitos Humanos da UFSM, promoveram a palestra “A Experiência Italiana do Fazer Compartilhado na Reforma Psiquiátrica”. O psiquiatra italiano Renzo de Stefani e o usuário/familiar experto Maurizio Capitanio compartilharam as suas experiências na saúde mental na Província de Trento, na Itália. Em Santa Maria, eles também conheceram o campus da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e fizeram visita ao Espaço Nise da Silveira & AFAB para conhecerem a dinâmica de funcionamento do serviço. Nos dias 20 e 21 os italianos Renzo e Maurizio palestraram em Ijuí e Cachoeira do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Palestra “A Experiência Italiana do Fazer Compartilhado na Reforma Psiquiátrica”

Fotografia de Eduardo Mota.
No dia 22 de maio de 2019, o Espaço Nise da Silveira e a AFAB (Associação de Familiares, Amigos e Bipolares de Santa Maria), com o apoio do Observatório de Direitos Humanos da UFSM, promoveram a palestra “A Experiência Italiana do Fazer Compartilhado na Reforma Psiquiátrica”. O psiquiatra italiano Renzo de Stefani e o usuário/familiar experto Maurizio Capitanio compartilharam as suas experiências na saúde mental na Província de Trento, na Itália. Em Santa Maria, eles também conheceram o campus da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e fizeram visita ao Espaço Nise da Silveira & AFAB para conhecerem a dinâmica de funcionamento do serviço. Nos dias 20 e 21 os italianos Renzo e Maurizio palestraram em Ijuí e Cachoeira do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

PoliFeira do Agricultor adere à campanha #SouUFSM

Fotografia de Eduardo Mota.
A campanha #SouUFSM visa valorizar as atividades da Universidade, demonstrando a importância da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) na sociedade. A campanha foi criada após a UFSM ter 46 milhões do seu orçamento bloqueados. Isso reduz 30% dos recursos de capital da Universidade para 2019 e compromete as atividades de todos os campi da Universidade.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

PoliFeira do Agricultor adere à campanha #SouUFSM

Fotografia de Eduardo Mota.
A campanha #SouUFSM visa valorizar as atividades da Universidade, demonstrando a importância da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) na sociedade. A campanha foi criada após a UFSM ter 46 milhões do seu orçamento bloqueados. Isso reduz 30% dos recursos de capital da Universidade para 2019 e compromete as atividades de todos os campi da Universidade.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

PoliFeira do Agricultor adere à campanha #SouUFSM

Fotografia de Eduardo Mota.
A campanha #SouUFSM visa valorizar as atividades da Universidade, demonstrando a importância da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) na sociedade. A campanha foi criada após a UFSM ter 46 milhões do seu orçamento bloqueados. Isso reduz 30% dos recursos de capital da Universidade para 2019 e compromete as atividades de todos os campi da Universidade.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Atividades realizadas na 46ª Feira do Livro de Santa Maria

Fotografia de Eduardo Mota.
A 46ª Feira do Livro de Santa Maria ocorreu de 26 de abril a 11 de maio na Praça Saldanha Marinho em Santa Maria. A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) esteve presente com a estande da Pró-Reitoria de Extensão (PRE), a qual buscou levar conhecimento científico para a comunidade e a estande da Editora UFSM, a qual divulgou trabalhos da instituição. Foram oferecidas diversas atividades, entre elas oficinas, como por exemplo, a de Paleografia do Curso de Arquivologia da UFSM e a do Curso de Produção Editorial, o qual promoveu atividades de ilustrações para a criação de cartoon com a temática brasiliedade, que posteriormente seriam publicadas na revista do curso.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Resultados 1 a 50 de 156