Faxinal do Soturno/RS/Brasil

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

Nota(s) da fonte

Mostrar nota(s)

Termos hierárquicos

Faxinal do Soturno/RS/Brasil

Termos equivalentes

Faxinal do Soturno/RS/Brasil

Termos associados

Faxinal do Soturno/RS/Brasil

35 Descrição arquivística resultados para Faxinal do Soturno/RS/Brasil

35 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos

1º Fórum Setor Alimentos da Quarta Colônia

Fotógrafo não identificado.
A proposta do evento foi debater as questões de segurança alimentar através do diagnóstico e planejamento de ações para agroindústrias da Quarta Colônia. A programação incluiu palestras sobre o Diagnóstico e Planejamento de Segurança Alimentar para a Região, Tendências de Mercado e Regulamentação de Alimentos Artesanais e Critérios de BPF para Agroindústrias Artesanais, além de uma oficina sobre Boas Práticas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1º Fórum Setor Alimentos da Quarta Colônia

Fotógrafo não identificado.
A proposta do evento foi debater as questões de segurança alimentar através do diagnóstico e planejamento de ações para agroindústrias da Quarta Colônia. A programação incluiu palestras sobre o Diagnóstico e Planejamento de Segurança Alimentar para a Região, Tendências de Mercado e Regulamentação de Alimentos Artesanais e Critérios de BPF para Agroindústrias Artesanais, além de uma oficina sobre Boas Práticas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1º Fórum Setor Alimentos da Quarta Colônia

Fotógrafo não identificado.
A proposta do evento foi debater as questões de segurança alimentar através do diagnóstico e planejamento de ações para agroindústrias da Quarta Colônia. A programação incluiu palestras sobre o Diagnóstico e Planejamento de Segurança Alimentar para a Região, Tendências de Mercado e Regulamentação de Alimentos Artesanais e Critérios de BPF para Agroindústrias Artesanais, além de uma oficina sobre Boas Práticas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1º Fórum Setor Alimentos da Quarta Colônia

Fotógrafo não identificado.
A proposta do evento foi debater as questões de segurança alimentar através do diagnóstico e planejamento de ações para agroindústrias da Quarta Colônia. A programação incluiu palestras sobre o Diagnóstico e Planejamento de Segurança Alimentar para a Região, Tendências de Mercado e Regulamentação de Alimentos Artesanais e Critérios de BPF para Agroindústrias Artesanais, além de uma oficina sobre Boas Práticas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1º Fórum Setor Alimentos da Quarta Colônia

Fotógrafo não identificado.
A proposta do evento foi debater as questões de segurança alimentar através do diagnóstico e planejamento de ações para agroindústrias da Quarta Colônia. A programação incluiu palestras sobre o Diagnóstico e Planejamento de Segurança Alimentar para a Região, Tendências de Mercado e Regulamentação de Alimentos Artesanais e Critérios de BPF para Agroindústrias Artesanais, além de uma oficina sobre Boas Práticas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1º Fórum Setor Alimentos da Quarta Colônia

Fotógrafo não identificado.
A proposta do evento foi debater as questões de segurança alimentar através do diagnóstico e planejamento de ações para agroindústrias da Quarta Colônia. A programação incluiu palestras sobre o Diagnóstico e Planejamento de Segurança Alimentar para a Região, Tendências de Mercado e Regulamentação de Alimentos Artesanais e Critérios de BPF para Agroindústrias Artesanais, além de uma oficina sobre Boas Práticas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1º Fórum Setor Alimentos da Quarta Colônia

Fotógrafo não identificado.
A proposta do evento foi debater as questões de segurança alimentar através do diagnóstico e planejamento de ações para agroindústrias da Quarta Colônia. A programação incluiu palestras sobre o Diagnóstico e Planejamento de Segurança Alimentar para a Região, Tendências de Mercado e Regulamentação de Alimentos Artesanais e Critérios de BPF para Agroindústrias Artesanais, além de uma oficina sobre Boas Práticas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1º Fórum Setor Alimentos da Quarta Colônia

Fotógrafo não identificado.
A proposta do evento foi debater as questões de segurança alimentar através do diagnóstico e planejamento de ações para agroindústrias da Quarta Colônia. A programação incluiu palestras sobre o Diagnóstico e Planejamento de Segurança Alimentar para a Região, Tendências de Mercado e Regulamentação de Alimentos Artesanais e Critérios de BPF para Agroindústrias Artesanais, além de uma oficina sobre Boas Práticas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1º Fórum Setor Alimentos da Quarta Colônia

Fotógrafo não identificado.
A proposta do evento foi debater as questões de segurança alimentar através do diagnóstico e planejamento de ações para agroindústrias da Quarta Colônia. A programação incluiu palestras sobre o Diagnóstico e Planejamento de Segurança Alimentar para a Região, Tendências de Mercado e Regulamentação de Alimentos Artesanais e Critérios de BPF para Agroindústrias Artesanais, além de uma oficina sobre Boas Práticas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1º Fórum Setor Alimentos da Quarta Colônia

Fotógrafo não identificado.
A proposta do evento foi debater as questões de segurança alimentar através do diagnóstico e planejamento de ações para agroindústrias da Quarta Colônia. A programação incluiu palestras sobre o Diagnóstico e Planejamento de Segurança Alimentar para a Região, Tendências de Mercado e Regulamentação de Alimentos Artesanais e Critérios de BPF para Agroindústrias Artesanais, além de uma oficina sobre Boas Práticas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1º Fórum Setor Alimentos da Quarta Colônia

Fotógrafo não identificado.
A proposta do evento foi debater as questões de segurança alimentar através do diagnóstico e planejamento de ações para agroindústrias da Quarta Colônia. A programação incluiu palestras sobre o Diagnóstico e Planejamento de Segurança Alimentar para a Região, Tendências de Mercado e Regulamentação de Alimentos Artesanais e Critérios de BPF para Agroindústrias Artesanais, além de uma oficina sobre Boas Práticas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1º Fórum Setor Alimentos da Quarta Colônia

Fotógrafo não identificado.
A proposta do evento foi debater as questões de segurança alimentar através do diagnóstico e planejamento de ações para agroindústrias da Quarta Colônia. A programação incluiu palestras sobre o Diagnóstico e Planejamento de Segurança Alimentar para a Região, Tendências de Mercado e Regulamentação de Alimentos Artesanais e Critérios de BPF para Agroindústrias Artesanais, além de uma oficina sobre Boas Práticas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1º Fórum Setor Alimentos da Quarta Colônia

Fotógrafo não identificado.
A proposta do evento foi debater as questões de segurança alimentar através do diagnóstico e planejamento de ações para agroindústrias da Quarta Colônia. A programação incluiu palestras sobre o Diagnóstico e Planejamento de Segurança Alimentar para a Região, Tendências de Mercado e Regulamentação de Alimentos Artesanais e Critérios de BPF para Agroindústrias Artesanais, além de uma oficina sobre Boas Práticas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1º Fórum Setor Alimentos da Quarta Colônia

Fotógrafo não identificado.
A proposta do evento foi debater as questões de segurança alimentar através do diagnóstico e planejamento de ações para agroindústrias da Quarta Colônia. A programação incluiu palestras sobre o Diagnóstico e Planejamento de Segurança Alimentar para a Região, Tendências de Mercado e Regulamentação de Alimentos Artesanais e Critérios de BPF para Agroindústrias Artesanais, além de uma oficina sobre Boas Práticas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1º Fórum Setor Alimentos da Quarta Colônia

Fotógrafo não identificado.
A proposta do evento foi debater as questões de segurança alimentar através do diagnóstico e planejamento de ações para agroindústrias da Quarta Colônia. A programação incluiu palestras sobre o Diagnóstico e Planejamento de Segurança Alimentar para a Região, Tendências de Mercado e Regulamentação de Alimentos Artesanais e Critérios de BPF para Agroindústrias Artesanais, além de uma oficina sobre Boas Práticas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1º Fórum Setor Alimentos da Quarta Colônia

Fotógrafo não identificado.
A proposta do evento foi debater as questões de segurança alimentar através do diagnóstico e planejamento de ações para agroindústrias da Quarta Colônia. A programação incluiu palestras sobre o Diagnóstico e Planejamento de Segurança Alimentar para a Região, Tendências de Mercado e Regulamentação de Alimentos Artesanais e Critérios de BPF para Agroindústrias Artesanais, além de uma oficina sobre Boas Práticas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

1º Fórum Setor Alimentos da Quarta Colônia

Fotógrafo não identificado.
A proposta do evento foi debater as questões de segurança alimentar através do diagnóstico e planejamento de ações para agroindústrias da Quarta Colônia. A programação incluiu palestras sobre o Diagnóstico e Planejamento de Segurança Alimentar para a Região, Tendências de Mercado e Regulamentação de Alimentos Artesanais e Critérios de BPF para Agroindústrias Artesanais, além de uma oficina sobre Boas Práticas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Ações da Operação Oswaldo Aranha em Faxinal do Soturno

Operação Oswaldo Aranha em Faxinal do Soturno. Em agosto de 1970 deu-se início ao projeto Operação Oswaldo Aranha, projeto que visava aperfeiçoar o ensino e a pesquisa no Centro de Ciências Rurais (CCR), a pedido da Universidade Federal de Santa Maria, além de promover o desenvolvimento do setor primário do Rio Grande do Sul, mais especificamente a zona oeste do Estado. O projeto teve o apoio do engenheiro agrônomo, prof. José Barbas Guerra, do Ministro da Educação, Dr. Tarso Dutra, do Ministro, Helio Beltrão. Denominado de FAO-BRA-33 pela Organização dos Estados Unidos – ONU, foi batizado de Projeto Oswaldo Aranha pelo Reitor da UFSM, em homenagem à Osvaldo Euclides de Sousa Aranha, um riograndense ilustre que foi presidente da Assembléia Geral das Nações Unidas. William Doerr, supervisor das fazendas da Southern Illinois University foi indicado como coordenador internacional da operação e o Diretor Nacional, o professor Derblay Galvão, respectivamente representantes da ONU e da Universidade Federal de Santa Maria. O projeto tinha por finalidade também integrar o aluno com o meio que desempenhará sua profissão, combater as parasitas e epizootias, instalação de granjas experimentais, desenvolver um programa de pesquisa e variados planos que contribuem para o desenvolvimento do Estado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Ações da Operação Oswaldo Aranha em Faxinal do Soturno

Operação Oswaldo Aranha em Faxinal do Soturno. Em agosto de 1970 deu-se início ao projeto Operação Oswaldo Aranha, projeto que visava aperfeiçoar o ensino e a pesquisa no Centro de Ciências Rurais (CCR), a pedido da Universidade Federal de Santa Maria, além de promover o desenvolvimento do setor primário do Rio Grande do Sul, mais especificamente a zona oeste do Estado. O projeto teve o apoio do engenheiro agrônomo, prof. José Barbas Guerra, do Ministro da Educação, Dr. Tarso Dutra, do Ministro, Helio Beltrão. Denominado de FAO-BRA-33 pela Organização dos Estados Unidos – ONU, foi batizado de Projeto Oswaldo Aranha pelo Reitor da UFSM, em homenagem à Osvaldo Euclides de Sousa Aranha, um riograndense ilustre que foi presidente da Assembléia Geral das Nações Unidas. William Doerr, supervisor das fazendas da Southern Illinois University foi indicado como coordenador internacional da operação e o Diretor Nacional, o professor Derblay Galvão, respectivamente representantes da ONU e da Universidade Federal de Santa Maria. O projeto tinha por finalidade também integrar o aluno com o meio que desempenhará sua profissão, combater as parasitas e epizootias, instalação de granjas experimentais, desenvolver um programa de pesquisa e variados planos que contribuem para o desenvolvimento do Estado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Ações da Operação Oswaldo Aranha em Faxinal do Soturno

Operação Oswaldo Aranha em Faxinal do Soturno. Em agosto de 1970 deu-se início ao projeto Operação Oswaldo Aranha, projeto que visava aperfeiçoar o ensino e a pesquisa no Centro de Ciências Rurais (CCR), a pedido da Universidade Federal de Santa Maria, além de promover o desenvolvimento do setor primário do Rio Grande do Sul, mais especificamente a zona oeste do Estado. O projeto teve o apoio do engenheiro agrônomo, prof. José Barbas Guerra, do Ministro da Educação, Dr. Tarso Dutra, do Ministro, Helio Beltrão. Denominado de FAO-BRA-33 pela Organização dos Estados Unidos – ONU, foi batizado de Projeto Oswaldo Aranha pelo Reitor da UFSM, em homenagem à Osvaldo Euclides de Sousa Aranha, um riograndense ilustre que foi presidente da Assembléia Geral das Nações Unidas. William Doerr, supervisor das fazendas da Southern Illinois University foi indicado como coordenador internacional da operação e o Diretor Nacional, o professor Derblay Galvão, respectivamente representantes da ONU e da Universidade Federal de Santa Maria. O projeto tinha por finalidade também integrar o aluno com o meio que desempenhará sua profissão, combater as parasitas e epizootias, instalação de granjas experimentais, desenvolver um programa de pesquisa e variados planos que contribuem para o desenvolvimento do Estado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Ações da Operação Oswaldo Aranha em Faxinal do Soturno

Operação Oswaldo Aranha em Faxinal do Soturno. Em agosto de 1970 deu-se início ao projeto Operação Oswaldo Aranha, projeto que visava aperfeiçoar o ensino e a pesquisa no Centro de Ciências Rurais (CCR), a pedido da Universidade Federal de Santa Maria, além de promover o desenvolvimento do setor primário do Rio Grande do Sul, mais especificamente a zona oeste do Estado. O projeto teve o apoio do engenheiro agrônomo, prof. José Barbas Guerra, do Ministro da Educação, Dr. Tarso Dutra, do Ministro, Helio Beltrão. Denominado de FAO-BRA-33 pela Organização dos Estados Unidos – ONU, foi batizado de Projeto Oswaldo Aranha pelo Reitor da UFSM, em homenagem à Osvaldo Euclides de Sousa Aranha, um riograndense ilustre que foi presidente da Assembléia Geral das Nações Unidas. William Doerr, supervisor das fazendas da Southern Illinois University foi indicado como coordenador internacional da operação e o Diretor Nacional, o professor Derblay Galvão, respectivamente representantes da ONU e da Universidade Federal de Santa Maria. O projeto tinha por finalidade também integrar o aluno com o meio que desempenhará sua profissão, combater as parasitas e epizootias, instalação de granjas experimentais, desenvolver um programa de pesquisa e variados planos que contribuem para o desenvolvimento do Estado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Ações da Operação Oswaldo Aranha em Faxinal do Soturno

Operação Oswaldo Aranha em Faxinal do Soturno. Em agosto de 1970 deu-se início ao projeto Operação Oswaldo Aranha, projeto que visava aperfeiçoar o ensino e a pesquisa no Centro de Ciências Rurais (CCR), a pedido da Universidade Federal de Santa Maria, além de promover o desenvolvimento do setor primário do Rio Grande do Sul, mais especificamente a zona oeste do Estado. O projeto teve o apoio do engenheiro agrônomo, prof. José Barbas Guerra, do Ministro da Educação, Dr. Tarso Dutra, do Ministro, Helio Beltrão. Denominado de FAO-BRA-33 pela Organização dos Estados Unidos – ONU, foi batizado de Projeto Oswaldo Aranha pelo Reitor da UFSM, em homenagem à Osvaldo Euclides de Sousa Aranha, um riograndense ilustre que foi presidente da Assembléia Geral das Nações Unidas. William Doerr, supervisor das fazendas da Southern Illinois University foi indicado como coordenador internacional da operação e o Diretor Nacional, o professor Derblay Galvão, respectivamente representantes da ONU e da Universidade Federal de Santa Maria. O projeto tinha por finalidade também integrar o aluno com o meio que desempenhará sua profissão, combater as parasitas e epizootias, instalação de granjas experimentais, desenvolver um programa de pesquisa e variados planos que contribuem para o desenvolvimento do Estado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Operação Oswaldo Aranha em Faxinal do Soturno/RS - plantação de moranguinho

Imagem de uma casa em meio ao campo cercada de árvore e grama alta. Há uma placa de identificação do local logo na entrada do pátio com os seguintes dizeres: "UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA, Centro de Ciências Rurais Ao fundo da paisagem há um cerro.
Luz natural, externa, diurna, paisagem.