CT - Pavilhão de Laboratórios – Prédio 10

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

Nota(s) da fonte

Mostrar nota(s)

Termos hierárquicos

CT - Pavilhão de Laboratórios – Prédio 10

Termos equivalentes

CT - Pavilhão de Laboratórios – Prédio 10

Termos associados

CT - Pavilhão de Laboratórios – Prédio 10

49 Descrição arquivística resultados para CT - Pavilhão de Laboratórios – Prédio 10

49 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos

Palestra de Formação Técnica Palmeira Verde

A Incubadora Social da UFSM, em parceria com o Laboratório de Processos Ambientais do Departamento de Engenharia Química da UFSM, realizou uma palestra técnica de divulgação dos resultados obtidos na execução do projeto “Obtenção de produtos com alto valor agregado a partir da reciclagem de resíduos poliméricos”. O projeto foi aprovado em 2013 pelo edital de incentivo do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT/RS). O objetivo foi apresentar ao grupo incubado Palmeira Verde as diferentes tecnologias desenvolvidas para a obtenção de ceras e combustíveis alternativos utilizando embalagens poliméricas (pós-consumo) através da pirólise. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Palestra de Formação Técnica Palmeira Verde

A Incubadora Social da UFSM, em parceria com o Laboratório de Processos Ambientais do Departamento de Engenharia Química da UFSM, realizou uma palestra técnica de divulgação dos resultados obtidos na execução do projeto “Obtenção de produtos com alto valor agregado a partir da reciclagem de resíduos poliméricos”. O projeto foi aprovado em 2013 pelo edital de incentivo do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT/RS). O objetivo foi apresentar ao grupo incubado Palmeira Verde as diferentes tecnologias desenvolvidas para a obtenção de ceras e combustíveis alternativos utilizando embalagens poliméricas (pós-consumo) através da pirólise. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Palestra de Formação Técnica Palmeira Verde

A Incubadora Social da UFSM, em parceria com o Laboratório de Processos Ambientais do Departamento de Engenharia Química da UFSM, realizou a palestra técnica de divulgação dos resultados obtidos na execução do projeto “Obtenção de produtos com alto valor agregado a partir da reciclagem de resíduos poliméricos”. O projeto foi aprovado em 2013 pelo edital de incentivo do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT/RS). O objetivo é apresentar ao grupo incubado Palmeira Verde as diferentes tecnologias desenvolvidas para a obtenção de ceras e combustíveis alternativos utilizando embalagens poliméricas (pós-consumo) através da pirólise. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Palestra de Formação Técnica Palmeira Verde

A Incubadora Social da UFSM, em parceria com o Laboratório de Processos Ambientais do Departamento de Engenharia Química da UFSM, realizou uma palestra técnica de divulgação dos resultados obtidos na execução do projeto “Obtenção de produtos com alto valor agregado a partir da reciclagem de resíduos poliméricos”. O projeto foi aprovado em 2013 pelo edital de incentivo do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT/RS). O objetivo foi apresentar ao grupo incubado Palmeira Verde as diferentes tecnologias desenvolvidas para a obtenção de ceras e combustíveis alternativos utilizando embalagens poliméricas (pós-consumo) através da pirólise. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Palestra de Formação Técnica Palmeira Verde

A Incubadora Social da UFSM, em parceria com o Laboratório de Processos Ambientais do Departamento de Engenharia Química da UFSM, realizou uma palestra técnica de divulgação dos resultados obtidos na execução do projeto “Obtenção de produtos com alto valor agregado a partir da reciclagem de resíduos poliméricos”. O projeto foi aprovado em 2013 pelo edital de incentivo do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT/RS). O objetivo foi apresentar ao grupo incubado Palmeira Verde as diferentes tecnologias desenvolvidas para a obtenção de ceras e combustíveis alternativos utilizando embalagens poliméricas (pós-consumo) através da pirólise. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Palestra de Formação Técnica Palmeira Verde

A Incubadora Social da UFSM, em parceria com o Laboratório de Processos Ambientais do Departamento de Engenharia Química da UFSM, realizou uma palestra técnica de divulgação dos resultados obtidos na execução do projeto “Obtenção de produtos com alto valor agregado a partir da reciclagem de resíduos poliméricos”. O projeto foi aprovado em 2013 pelo edital de incentivo do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT/RS). O objetivo foi apresentar ao grupo incubado Palmeira Verde as diferentes tecnologias desenvolvidas para a obtenção de ceras e combustíveis alternativos utilizando embalagens poliméricas (pós-consumo) através da pirólise. Fotógrafo não identificado.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Prédios e paisagismo no Campus UFSM

Fotografia de Ítalo de Holanda Padilha Vieira.
Construção de pavilhão pré-moldado com fechamento lateral no Laboratório de Materiais de Construção Civil (LMCC) do Centro de Tecnologia (CT) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Prêmio Jovem Cientista 82 ao Curso de Engenharia Civil

Fotógrafo não identificado
Na segunda edição do concurso Jovem Cientista, em 1982, Werner Lorenz, estudante do Curso de Engenharia Civil na UFSM conquistou o terceiro lugar com a pesquisa Análise do Consumo de Energia na Fabricação de Tijolos Cerâmicos Utilizados na Indústria de Construção Civil sob tópico fontes alternativas e conservação. O Concurso Jovem Cientista é promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e foi criado com objetivo de estimular a pesquisa, revelar talentos e investir em estudantes e pesquisadores que buscam alternativas para impasses no país. O estudante desenvolveu seus trabalhos de pesquisa nos intervalos das aulas, sob orientação do professor José Antônio do Nascimento Pinto, no Laboratório de Materiais de Construção Civil da UFSM. A pesquisa se constitui na análise da temperatura de cozimento dos materiais utilizados na fabricação de tijolos cerâmicos, de forma a reduzir os gastos de energia e manter a qualidade do material. Ele observou que os métodos empregados na queima de tijolos deixavam muito a desejar quanto ao fator energia, foi realizado um levantamento entre olarias na região de Santa Maria e as mesmas apresentaram um consumo médio de energia para a fabricação de tijolos cerâmicos a 1000 °C de 915,00 Kcal/kg de tijolo, onde a matéria-prima pesquisada apresentava uma economia de 137,25 Kcal/kg de tijolo, para uma diminuição de 150°C na temperatura final de cozimento.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Prêmio Jovem Cientista 82 ao Curso de Engenharia Civil

Fotógrafo não identificado
Na segunda edição do concurso Jovem Cientista, em 1982, Werner Lorenz, estudante do Curso de Engenharia Civil na UFSM conquistou o terceiro lugar com a pesquisa Análise do Consumo de Energia na Fabricação de Tijolos Cerâmicos Utilizados na Indústria de Construção Civil sob tópico fontes alternativas e conservação. O Concurso Jovem Cientista é promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e foi criado com objetivo de estimular a pesquisa, revelar talentos e investir em estudantes e pesquisadores que buscam alternativas para impasses no país. O estudante desenvolveu seus trabalhos de pesquisa nos intervalos das aulas, sob orientação do professor José Antônio do Nascimento Pinto, no Laboratório de Materiais de Construção Civil da UFSM. A pesquisa se constitui na análise da temperatura de cozimento dos materiais utilizados na fabricação de tijolos cerâmicos, de forma a reduzir os gastos de energia e manter a qualidade do material. Ele observou que os métodos empregados na queima de tijolos deixavam muito a desejar quanto ao fator energia, foi realizado um levantamento entre olarias na região de Santa Maria e as mesmas apresentaram um consumo médio de energia para a fabricação de tijolos cerâmicos a 1000 °C de 915,00 Kcal/kg de tijolo, onde a matéria-prima pesquisada apresentava uma economia de 137,25 Kcal/kg de tijolo, para uma diminuição de 150°C na temperatura final de cozimento.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Prêmio Jovem Cientista 82 ao Curso de Engenharia Civil

Fotógrafo não identificado
Na segunda edição do concurso Jovem Cientista, em 1982, Werner Lorenz, estudante do Curso de Engenharia Civil na UFSM conquistou o terceiro lugar com a pesquisa Análise do Consumo de Energia na Fabricação de Tijolos Cerâmicos Utilizados na Indústria de Construção Civil sob tópico fontes alternativas e conservação. O Concurso Jovem Cientista é promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e foi criado com objetivo de estimular a pesquisa, revelar talentos e investir em estudantes e pesquisadores que buscam alternativas para impasses no país. O estudante desenvolveu seus trabalhos de pesquisa nos intervalos das aulas, sob orientação do professor José Antônio do Nascimento Pinto, no Laboratório de Materiais de Construção Civil da UFSM. A pesquisa se constitui na análise da temperatura de cozimento dos materiais utilizados na fabricação de tijolos cerâmicos, de forma a reduzir os gastos de energia e manter a qualidade do material. Ele observou que os métodos empregados na queima de tijolos deixavam muito a desejar quanto ao fator energia, foi realizado um levantamento entre olarias na região de Santa Maria e as mesmas apresentaram um consumo médio de energia para a fabricação de tijolos cerâmicos a 1000 °C de 915,00 Kcal/kg de tijolo, onde a matéria-prima pesquisada apresentava uma economia de 137,25 Kcal/kg de tijolo, para uma diminuição de 150°C na temperatura final de cozimento.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Prêmio Jovem Cientista 82 ao Curso de Engenharia Civil

Fotógrafo não identificado
Na segunda edição do concurso Jovem Cientista, em 1982, Werner Lorenz, estudante do Curso de Engenharia Civil na UFSM conquistou o terceiro lugar com a pesquisa Análise do Consumo de Energia na Fabricação de Tijolos Cerâmicos Utilizados na Indústria de Construção Civil sob tópico fontes alternativas e conservação. O Concurso Jovem Cientista é promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e foi criado com objetivo de estimular a pesquisa, revelar talentos e investir em estudantes e pesquisadores que buscam alternativas para impasses no país. O estudante desenvolveu seus trabalhos de pesquisa nos intervalos das aulas, sob orientação do professor José Antônio do Nascimento Pinto, no Laboratório de Materiais de Construção Civil da UFSM. A pesquisa se constitui na análise da temperatura de cozimento dos materiais utilizados na fabricação de tijolos cerâmicos, de forma a reduzir os gastos de energia e manter a qualidade do material. Ele observou que os métodos empregados na queima de tijolos deixavam muito a desejar quanto ao fator energia, foi realizado um levantamento entre olarias na região de Santa Maria e as mesmas apresentaram um consumo médio de energia para a fabricação de tijolos cerâmicos a 1000 °C de 915,00 Kcal/kg de tijolo, onde a matéria-prima pesquisada apresentava uma economia de 137,25 Kcal/kg de tijolo, para uma diminuição de 150°C na temperatura final de cozimento.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)