CAL - Centro de Artes e Letras – Prédio 40

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

Nota(s) da fonte

Mostrar nota(s)

Termos hierárquicos

CAL - Centro de Artes e Letras – Prédio 40

Termos equivalentes

CAL - Centro de Artes e Letras – Prédio 40

Termos associados

CAL - Centro de Artes e Letras – Prédio 40

347 Descrição arquivística resultados para CAL - Centro de Artes e Letras – Prédio 40

347 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos

12º Simpósio de Arte Contemporânea e o Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 4.0 (FACTORS)

Fotografia de Nathalie Avila da Silva Martins.
De 30 de agosto a 1º de setembro, foi realizado o 12º Simpósio de Arte Contemporânea, com promoção do PPGART/Mestrado em Artes Visuais e realização do LABART (Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais). Paralelo ao Simpósio, ocorre o FACTORS 4.0, promovido e realizado pelo LABART, no ano de 2017 em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF). Os dois eventos foram realizados no Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria. O Simpósio de Arte Contemporânea teve como tema Ações Expositivas e Estratégias Museais, a fim de promover a discussão em torno do papel do historiador, teórico e crítico de arte, em atuações transdisciplinares. As diferentes possibilidades de ações expositivas, projetos expográficos e estratégias museais no campo da Arte Contemporânea foram abordadas através de palestras e conferências de professores e pesquisadores da área. Já o O Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (FACTORS) reuniu artistas nacionais e estrangeiros, tanto com trajetória consolidada quanto de gerações mais recentes, que desenvolvem projetos nas mais diferentes linguagens no campo da arte, ciência e tecnologia. No ano de 2017, o FACTORS 4.0 teve como tema a Bioarte, que compreende a arte produzida através da utilização de seres vivos e recursos naturais, em contato com meios e tecnologias artificiais. O FACTORS 4.0 integrou também uma das ações da BIENALSUR.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

12º Simpósio de Arte Contemporânea e o Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 4.0 (FACTORS)

Fotografia de Nathalie Avila da Silva Martins.
De 30 de agosto a 1º de setembro, foi realizado o 12º Simpósio de Arte Contemporânea, com promoção do PPGART/Mestrado em Artes Visuais e realização do LABART (Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais). Paralelo ao Simpósio, ocorre o FACTORS 4.0, promovido e realizado pelo LABART, no ano de 2017 em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF). Os dois eventos foram realizados no Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria. O Simpósio de Arte Contemporânea teve como tema Ações Expositivas e Estratégias Museais, a fim de promover a discussão em torno do papel do historiador, teórico e crítico de arte, em atuações transdisciplinares. As diferentes possibilidades de ações expositivas, projetos expográficos e estratégias museais no campo da Arte Contemporânea foram abordadas através de palestras e conferências de professores e pesquisadores da área. Já o O Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (FACTORS) reuniu artistas nacionais e estrangeiros, tanto com trajetória consolidada quanto de gerações mais recentes, que desenvolvem projetos nas mais diferentes linguagens no campo da arte, ciência e tecnologia. No ano de 2017, o FACTORS 4.0 teve como tema a Bioarte, que compreende a arte produzida através da utilização de seres vivos e recursos naturais, em contato com meios e tecnologias artificiais. O FACTORS 4.0 integrou também uma das ações da BIENALSUR.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

12º Simpósio de Arte Contemporânea e o Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 4.0 (FACTORS)

Fotografia de Nathalie Avila da Silva Martins.
De 30 de agosto a 1º de setembro, foi realizado o 12º Simpósio de Arte Contemporânea, com promoção do PPGART/Mestrado em Artes Visuais e realização do LABART (Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais). Paralelo ao Simpósio, ocorre o FACTORS 4.0, promovido e realizado pelo LABART, no ano de 2017 em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF). Os dois eventos foram realizados no Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria. O Simpósio de Arte Contemporânea teve como tema Ações Expositivas e Estratégias Museais, a fim de promover a discussão em torno do papel do historiador, teórico e crítico de arte, em atuações transdisciplinares. As diferentes possibilidades de ações expositivas, projetos expográficos e estratégias museais no campo da Arte Contemporânea foram abordadas através de palestras e conferências de professores e pesquisadores da área. Já o O Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (FACTORS) reuniu artistas nacionais e estrangeiros, tanto com trajetória consolidada quanto de gerações mais recentes, que desenvolvem projetos nas mais diferentes linguagens no campo da arte, ciência e tecnologia. No ano de 2017, o FACTORS 4.0 teve como tema a Bioarte, que compreende a arte produzida através da utilização de seres vivos e recursos naturais, em contato com meios e tecnologias artificiais. O FACTORS 4.0 integrou também uma das ações da BIENALSUR.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

12º Simpósio de Arte Contemporânea e o Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 4.0 (FACTORS)

Fotografia de Nathalie Avila da Silva Martins.
De 30 de agosto a 1º de setembro, foi realizado o 12º Simpósio de Arte Contemporânea, com promoção do PPGART/Mestrado em Artes Visuais e realização do LABART (Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais). Paralelo ao Simpósio, ocorre o FACTORS 4.0, promovido e realizado pelo LABART, no ano de 2017 em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF). Os dois eventos foram realizados no Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria. O Simpósio de Arte Contemporânea teve como tema Ações Expositivas e Estratégias Museais, a fim de promover a discussão em torno do papel do historiador, teórico e crítico de arte, em atuações transdisciplinares. As diferentes possibilidades de ações expositivas, projetos expográficos e estratégias museais no campo da Arte Contemporânea foram abordadas através de palestras e conferências de professores e pesquisadores da área. Já o O Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (FACTORS) reuniu artistas nacionais e estrangeiros, tanto com trajetória consolidada quanto de gerações mais recentes, que desenvolvem projetos nas mais diferentes linguagens no campo da arte, ciência e tecnologia. No ano de 2017, o FACTORS 4.0 teve como tema a Bioarte, que compreende a arte produzida através da utilização de seres vivos e recursos naturais, em contato com meios e tecnologias artificiais. O FACTORS 4.0 integrou também uma das ações da BIENALSUR.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

12º Simpósio de Arte Contemporânea e o Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 4.0 (FACTORS)

Fotografia de Nathalie Avila da Silva Martins.
De 30 de agosto a 1º de setembro, foi realizado o 12º Simpósio de Arte Contemporânea, com promoção do PPGART/Mestrado em Artes Visuais e realização do LABART (Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais). Paralelo ao Simpósio, ocorre o FACTORS 4.0, promovido e realizado pelo LABART, no ano de 2017 em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF). Os dois eventos foram realizados no Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria. O Simpósio de Arte Contemporânea teve como tema Ações Expositivas e Estratégias Museais, a fim de promover a discussão em torno do papel do historiador, teórico e crítico de arte, em atuações transdisciplinares. As diferentes possibilidades de ações expositivas, projetos expográficos e estratégias museais no campo da Arte Contemporânea foram abordadas através de palestras e conferências de professores e pesquisadores da área. Já o O Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (FACTORS) reuniu artistas nacionais e estrangeiros, tanto com trajetória consolidada quanto de gerações mais recentes, que desenvolvem projetos nas mais diferentes linguagens no campo da arte, ciência e tecnologia. No ano de 2017, o FACTORS 4.0 teve como tema a Bioarte, que compreende a arte produzida através da utilização de seres vivos e recursos naturais, em contato com meios e tecnologias artificiais. O FACTORS 4.0 integrou também uma das ações da BIENALSUR.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

12º Simpósio de Arte Contemporânea e o Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 4.0 (FACTORS)

Fotografia de Nathalie Avila da Silva Martins.
De 30 de agosto a 1º de setembro, foi realizado o 12º Simpósio de Arte Contemporânea, com promoção do PPGART/Mestrado em Artes Visuais e realização do LABART (Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais). Paralelo ao Simpósio, ocorre o FACTORS 4.0, promovido e realizado pelo LABART, no ano de 2017 em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF). Os dois eventos foram realizados no Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria. O Simpósio de Arte Contemporânea teve como tema Ações Expositivas e Estratégias Museais, a fim de promover a discussão em torno do papel do historiador, teórico e crítico de arte, em atuações transdisciplinares. As diferentes possibilidades de ações expositivas, projetos expográficos e estratégias museais no campo da Arte Contemporânea foram abordadas através de palestras e conferências de professores e pesquisadores da área. Já o O Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (FACTORS) reuniu artistas nacionais e estrangeiros, tanto com trajetória consolidada quanto de gerações mais recentes, que desenvolvem projetos nas mais diferentes linguagens no campo da arte, ciência e tecnologia. No ano de 2017, o FACTORS 4.0 teve como tema a Bioarte, que compreende a arte produzida através da utilização de seres vivos e recursos naturais, em contato com meios e tecnologias artificiais. O FACTORS 4.0 integrou também uma das ações da BIENALSUR.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

12º Simpósio de Arte Contemporânea e o Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 4.0 (FACTORS)

Fotografia de Nathalie Avila da Silva Martins.
De 30 de agosto a 1º de setembro, foi realizado o 12º Simpósio de Arte Contemporânea, com promoção do PPGART/Mestrado em Artes Visuais e realização do LABART (Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais). Paralelo ao Simpósio, ocorre o FACTORS 4.0, promovido e realizado pelo LABART, no ano de 2017 em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF). Os dois eventos foram realizados no Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria. O Simpósio de Arte Contemporânea teve como tema Ações Expositivas e Estratégias Museais, a fim de promover a discussão em torno do papel do historiador, teórico e crítico de arte, em atuações transdisciplinares. As diferentes possibilidades de ações expositivas, projetos expográficos e estratégias museais no campo da Arte Contemporânea foram abordadas através de palestras e conferências de professores e pesquisadores da área. Já o O Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (FACTORS) reuniu artistas nacionais e estrangeiros, tanto com trajetória consolidada quanto de gerações mais recentes, que desenvolvem projetos nas mais diferentes linguagens no campo da arte, ciência e tecnologia. No ano de 2017, o FACTORS 4.0 teve como tema a Bioarte, que compreende a arte produzida através da utilização de seres vivos e recursos naturais, em contato com meios e tecnologias artificiais. O FACTORS 4.0 integrou também uma das ações da BIENALSUR.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

12º Simpósio de Arte Contemporânea e o Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 4.0 (FACTORS)

Fotografia de Nathalie Avila da Silva Martins.
De 30 de agosto a 1º de setembro, foi realizado o 12º Simpósio de Arte Contemporânea, com promoção do PPGART/Mestrado em Artes Visuais e realização do LABART (Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais). Paralelo ao Simpósio, ocorre o FACTORS 4.0, promovido e realizado pelo LABART, no ano de 2017 em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF). Os dois eventos foram realizados no Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria. O Simpósio de Arte Contemporânea teve como tema Ações Expositivas e Estratégias Museais, a fim de promover a discussão em torno do papel do historiador, teórico e crítico de arte, em atuações transdisciplinares. As diferentes possibilidades de ações expositivas, projetos expográficos e estratégias museais no campo da Arte Contemporânea foram abordadas através de palestras e conferências de professores e pesquisadores da área. Já o O Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (FACTORS) reuniu artistas nacionais e estrangeiros, tanto com trajetória consolidada quanto de gerações mais recentes, que desenvolvem projetos nas mais diferentes linguagens no campo da arte, ciência e tecnologia. No ano de 2017, o FACTORS 4.0 teve como tema a Bioarte, que compreende a arte produzida através da utilização de seres vivos e recursos naturais, em contato com meios e tecnologias artificiais. O FACTORS 4.0 integrou também uma das ações da BIENALSUR.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

12º Simpósio de Arte Contemporânea e o Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 4.0 (FACTORS)

Fotografia de Nathalie Avila da Silva Martins.
De 30 de agosto a 1º de setembro, foi realizado o 12º Simpósio de Arte Contemporânea, com promoção do PPGART/Mestrado em Artes Visuais e realização do LABART (Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais). Paralelo ao Simpósio, ocorre o FACTORS 4.0, promovido e realizado pelo LABART, no ano de 2017 em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF). Os dois eventos foram realizados no Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria. O Simpósio de Arte Contemporânea teve como tema Ações Expositivas e Estratégias Museais, a fim de promover a discussão em torno do papel do historiador, teórico e crítico de arte, em atuações transdisciplinares. As diferentes possibilidades de ações expositivas, projetos expográficos e estratégias museais no campo da Arte Contemporânea foram abordadas através de palestras e conferências de professores e pesquisadores da área. Já o O Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (FACTORS) reuniu artistas nacionais e estrangeiros, tanto com trajetória consolidada quanto de gerações mais recentes, que desenvolvem projetos nas mais diferentes linguagens no campo da arte, ciência e tecnologia. No ano de 2017, o FACTORS 4.0 teve como tema a Bioarte, que compreende a arte produzida através da utilização de seres vivos e recursos naturais, em contato com meios e tecnologias artificiais. O FACTORS 4.0 integrou também uma das ações da BIENALSUR.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

12º Simpósio de Arte Contemporânea e o Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 4.0 (FACTORS)

Fotografia de Nathalie Avila da Silva Martins.
De 30 de agosto a 1º de setembro, foi realizado o 12º Simpósio de Arte Contemporânea, com promoção do PPGART/Mestrado em Artes Visuais e realização do LABART (Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais). Paralelo ao Simpósio, ocorre o FACTORS 4.0, promovido e realizado pelo LABART, no ano de 2017 em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF). Os dois eventos foram realizados no Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria. O Simpósio de Arte Contemporânea teve como tema Ações Expositivas e Estratégias Museais, a fim de promover a discussão em torno do papel do historiador, teórico e crítico de arte, em atuações transdisciplinares. As diferentes possibilidades de ações expositivas, projetos expográficos e estratégias museais no campo da Arte Contemporânea foram abordadas através de palestras e conferências de professores e pesquisadores da área. Já o O Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (FACTORS) reuniu artistas nacionais e estrangeiros, tanto com trajetória consolidada quanto de gerações mais recentes, que desenvolvem projetos nas mais diferentes linguagens no campo da arte, ciência e tecnologia. No ano de 2017, o FACTORS 4.0 teve como tema a Bioarte, que compreende a arte produzida através da utilização de seres vivos e recursos naturais, em contato com meios e tecnologias artificiais. O FACTORS 4.0 integrou também uma das ações da BIENALSUR.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

12º Simpósio de Arte Contemporânea e o Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 4.0 (FACTORS)

Fotografia de Nathalie Avila da Silva Martins.
De 30 de agosto a 1º de setembro, foi realizado o 12º Simpósio de Arte Contemporânea, com promoção do PPGART/Mestrado em Artes Visuais e realização do LABART (Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais). Paralelo ao Simpósio, ocorre o FACTORS 4.0, promovido e realizado pelo LABART, no ano de 2017 em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF). Os dois eventos foram realizados no Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria. O Simpósio de Arte Contemporânea teve como tema Ações Expositivas e Estratégias Museais, a fim de promover a discussão em torno do papel do historiador, teórico e crítico de arte, em atuações transdisciplinares. As diferentes possibilidades de ações expositivas, projetos expográficos e estratégias museais no campo da Arte Contemporânea foram abordadas através de palestras e conferências de professores e pesquisadores da área. Já o O Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (FACTORS) reuniu artistas nacionais e estrangeiros, tanto com trajetória consolidada quanto de gerações mais recentes, que desenvolvem projetos nas mais diferentes linguagens no campo da arte, ciência e tecnologia. No ano de 2017, o FACTORS 4.0 teve como tema a Bioarte, que compreende a arte produzida através da utilização de seres vivos e recursos naturais, em contato com meios e tecnologias artificiais. O FACTORS 4.0 integrou também uma das ações da BIENALSUR.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

12º Simpósio de Arte Contemporânea e o Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 4.0 (FACTORS)

Fotografia de Nathalie Avila da Silva Martins.
De 30 de agosto a 1º de setembro, foi realizado o 12º Simpósio de Arte Contemporânea, com promoção do PPGART/Mestrado em Artes Visuais e realização do LABART (Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais). Paralelo ao Simpósio, ocorre o FACTORS 4.0, promovido e realizado pelo LABART, no ano de 2017 em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF). Os dois eventos foram realizados no Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria. O Simpósio de Arte Contemporânea teve como tema Ações Expositivas e Estratégias Museais, a fim de promover a discussão em torno do papel do historiador, teórico e crítico de arte, em atuações transdisciplinares. As diferentes possibilidades de ações expositivas, projetos expográficos e estratégias museais no campo da Arte Contemporânea foram abordadas através de palestras e conferências de professores e pesquisadores da área. Já o O Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (FACTORS) reuniu artistas nacionais e estrangeiros, tanto com trajetória consolidada quanto de gerações mais recentes, que desenvolvem projetos nas mais diferentes linguagens no campo da arte, ciência e tecnologia. No ano de 2017, o FACTORS 4.0 teve como tema a Bioarte, que compreende a arte produzida através da utilização de seres vivos e recursos naturais, em contato com meios e tecnologias artificiais. O FACTORS 4.0 integrou também uma das ações da BIENALSUR.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

12º Simpósio de Arte Contemporânea e o Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 4.0 (FACTORS)

Fotografia de Nathalie Avila da Silva Martins.
De 30 de agosto a 1º de setembro, foi realizado o 12º Simpósio de Arte Contemporânea, com promoção do PPGART/Mestrado em Artes Visuais e realização do LABART (Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais). Paralelo ao Simpósio, ocorre o FACTORS 4.0, promovido e realizado pelo LABART, no ano de 2017 em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF). Os dois eventos foram realizados no Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria. O Simpósio de Arte Contemporânea teve como tema Ações Expositivas e Estratégias Museais, a fim de promover a discussão em torno do papel do historiador, teórico e crítico de arte, em atuações transdisciplinares. As diferentes possibilidades de ações expositivas, projetos expográficos e estratégias museais no campo da Arte Contemporânea foram abordadas através de palestras e conferências de professores e pesquisadores da área. Já o O Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (FACTORS) reuniu artistas nacionais e estrangeiros, tanto com trajetória consolidada quanto de gerações mais recentes, que desenvolvem projetos nas mais diferentes linguagens no campo da arte, ciência e tecnologia. No ano de 2017, o FACTORS 4.0 teve como tema a Bioarte, que compreende a arte produzida através da utilização de seres vivos e recursos naturais, em contato com meios e tecnologias artificiais. O FACTORS 4.0 integrou também uma das ações da BIENALSUR.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

12º Simpósio de Arte Contemporânea e o Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 4.0 (FACTORS)

Fotografia de Nathalie Avila da Silva Martins.
De 30 de agosto a 1º de setembro, foi realizado o 12º Simpósio de Arte Contemporânea, com promoção do PPGART/Mestrado em Artes Visuais e realização do LABART (Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais). Paralelo ao Simpósio, ocorre o FACTORS 4.0, promovido e realizado pelo LABART, no ano de 2017 em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF). Os dois eventos foram realizados no Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria. O Simpósio de Arte Contemporânea teve como tema Ações Expositivas e Estratégias Museais, a fim de promover a discussão em torno do papel do historiador, teórico e crítico de arte, em atuações transdisciplinares. As diferentes possibilidades de ações expositivas, projetos expográficos e estratégias museais no campo da Arte Contemporânea foram abordadas através de palestras e conferências de professores e pesquisadores da área. Já o O Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (FACTORS) reuniu artistas nacionais e estrangeiros, tanto com trajetória consolidada quanto de gerações mais recentes, que desenvolvem projetos nas mais diferentes linguagens no campo da arte, ciência e tecnologia. No ano de 2017, o FACTORS 4.0 teve como tema a Bioarte, que compreende a arte produzida através da utilização de seres vivos e recursos naturais, em contato com meios e tecnologias artificiais. O FACTORS 4.0 integrou também uma das ações da BIENALSUR.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

12º Simpósio de Arte Contemporânea e o Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 4.0 (FACTORS)

Fotografia de Nathalie Avila da Silva Martins.
De 30 de agosto a 1º de setembro, foi realizado o 12º Simpósio de Arte Contemporânea, com promoção do PPGART/Mestrado em Artes Visuais e realização do LABART (Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais). Paralelo ao Simpósio, ocorre o FACTORS 4.0, promovido e realizado pelo LABART, no ano de 2017 em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF). Os dois eventos foram realizados no Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria. O Simpósio de Arte Contemporânea teve como tema Ações Expositivas e Estratégias Museais, a fim de promover a discussão em torno do papel do historiador, teórico e crítico de arte, em atuações transdisciplinares. As diferentes possibilidades de ações expositivas, projetos expográficos e estratégias museais no campo da Arte Contemporânea foram abordadas através de palestras e conferências de professores e pesquisadores da área. Já o O Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (FACTORS) reuniu artistas nacionais e estrangeiros, tanto com trajetória consolidada quanto de gerações mais recentes, que desenvolvem projetos nas mais diferentes linguagens no campo da arte, ciência e tecnologia. No ano de 2017, o FACTORS 4.0 teve como tema a Bioarte, que compreende a arte produzida através da utilização de seres vivos e recursos naturais, em contato com meios e tecnologias artificiais. O FACTORS 4.0 integrou também uma das ações da BIENALSUR.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

12º Simpósio de Arte Contemporânea e o Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 4.0 (FACTORS)

Fotografia de Nathalie Avila da Silva Martins.
De 30 de agosto a 1º de setembro, foi realizado o 12º Simpósio de Arte Contemporânea, com promoção do PPGART/Mestrado em Artes Visuais e realização do LABART (Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais). Paralelo ao Simpósio, ocorre o FACTORS 4.0, promovido e realizado pelo LABART, no ano de 2017 em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF). Os dois eventos foram realizados no Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria. O Simpósio de Arte Contemporânea teve como tema Ações Expositivas e Estratégias Museais, a fim de promover a discussão em torno do papel do historiador, teórico e crítico de arte, em atuações transdisciplinares. As diferentes possibilidades de ações expositivas, projetos expográficos e estratégias museais no campo da Arte Contemporânea foram abordadas através de palestras e conferências de professores e pesquisadores da área. Já o O Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (FACTORS) reuniu artistas nacionais e estrangeiros, tanto com trajetória consolidada quanto de gerações mais recentes, que desenvolvem projetos nas mais diferentes linguagens no campo da arte, ciência e tecnologia. No ano de 2017, o FACTORS 4.0 teve como tema a Bioarte, que compreende a arte produzida através da utilização de seres vivos e recursos naturais, em contato com meios e tecnologias artificiais. O FACTORS 4.0 integrou também uma das ações da BIENALSUR.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

12º Simpósio de Arte Contemporânea e o Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul 4.0 (FACTORS)

Fotografia de Nathalie Avila da Silva Martins.
De 30 de agosto a 1º de setembro, foi realizado o 12º Simpósio de Arte Contemporânea, com promoção do PPGART/Mestrado em Artes Visuais e realização do LABART (Laboratório de Pesquisa em Arte Contemporânea, Tecnologia e Mídias Digitais). Paralelo ao Simpósio, ocorre o FACTORS 4.0, promovido e realizado pelo LABART, no ano de 2017 em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF). Os dois eventos foram realizados no Centro de Artes e Letras da Universidade Federal de Santa Maria. O Simpósio de Arte Contemporânea teve como tema Ações Expositivas e Estratégias Museais, a fim de promover a discussão em torno do papel do historiador, teórico e crítico de arte, em atuações transdisciplinares. As diferentes possibilidades de ações expositivas, projetos expográficos e estratégias museais no campo da Arte Contemporânea foram abordadas através de palestras e conferências de professores e pesquisadores da área. Já o O Festival de Arte, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (FACTORS) reuniu artistas nacionais e estrangeiros, tanto com trajetória consolidada quanto de gerações mais recentes, que desenvolvem projetos nas mais diferentes linguagens no campo da arte, ciência e tecnologia. No ano de 2017, o FACTORS 4.0 teve como tema a Bioarte, que compreende a arte produzida através da utilização de seres vivos e recursos naturais, em contato com meios e tecnologias artificiais. O FACTORS 4.0 integrou também uma das ações da BIENALSUR.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

3º simpósio de Arte Contemporânea

Fotógrafo desconhecido.
O evento ocorreu de 27 a 29 de agosto de 2008, no Centro de Artes e Letras (CAL) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).
Programação:
Dia 27/08
09:00 - Abertura – Conferencia
09:15 - "Processos híbridos: o caso brasileiro a partir dos anos 1980" – Tadeu Chiarelli/USP
10:00 – Café
10:30 – "Narrativas contemporâneas: imagem/lugares/hibridismos" – Ana Carvalho/UFRGS
12:00 – Almoço
14:00 – "Tu me olhas e eu te olho" Edemur Casanova/UFSM
14:30 - "O fascismo do traço: cruzamentos possíveis" Maristela Salvatori/UFRGS
15:00 – "Entre a fotografia e o vídeo" Alfredo Nicolaiewsky/UFRGS
15:30 – Café
16:00 – "Hibridações entre arte e design" – Reinilda Minuzzi/UFSM
16:30 – "Contexto transmidiático do design gráfico" – Berenice Gonçalves/UFSC
17:00 – Lançamentos de livros
18:00 – Exposição Mestrandos PPGART – Local MASM

Dia 28/08
09:00 – "Software art: interatividade, imersão, autonomia, mobilidade e hibridismo" – Diana Domingues/UCS
10:00 – Café
10:30 – "Relato de trabalhos artísticos desenvolvidos no Laboratório de pesquisa em arte e realidade virtual" – Suzete Venturelli/UNB
12:00 – Almoço
14:00 – "J.K Huysmans: um crítico de arte às avessas" – André Vieira/UFSM
14:30 – "Desafiando o efêmero – sobre o registro audiovisual de espetáculos teatrais" – Luciana Hartmann/UFSM
15:00 – "Processos híbridos com mídias móveis: da arte ao entretenimento" – Rosangela Leote/PUC-SP
15:30 – Café
16:00 – "Da multimídia às instalações interativas" – Yara Guasque/UDESC
16:30 – "Interfaces digitais: POA – VAL" – Sandra Rey/UFRGS
17:00 – Lançamento de livros
17:30 – Exposição Labart – Sala Claúdio Carriconde

Dia 29/08
09:00 – "Um espaço vazio cheio" – Milton Sogabe/UNESP
10:00 – Café
10:30 – "Arte e tecnologia: processos híbridos" – Nara Cristina Santos/UFSM
Encerramento

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Aniversário de 55 anos do Centro de Artes e Letras da UFSM

Fotografia de Maria Luísa Viana.
Foi criada uma programação especial organizada pelos professores do Centro de Artes e Lestras (CAL) em comemoração aos 55 anos do Centro. Uma das atividades foi a ação artística e cultural inspirada nas viradas culturais realizada no Teatro Caixa Preta e no lado de fora do CAL foram colocadas as esculturas da série (Des)Brotamentos, da artista plástica Catiuscia Dotto, egressa de Artes Visuais.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Aniversário de 55 anos do Centro de Artes e Letras da UFSM

Fotografia de Maria Luísa Viana.
Foi criada uma programação especial organizada pelos professores do Centro de Artes e Lestras (CAL) em comemoração aos 55 anos do Centro. Uma das atividades foi a ação artística e cultural inspirada nas viradas culturais realizada no Teatro Caixa Preta e no lado de fora do CAL foram colocadas as esculturas da série (Des)Brotamentos, da artista plástica Catiuscia Dotto, egressa de Artes Visuais.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Cal Farrapo

Fotógrafo desconhecido.
CAL Farrapo foi uma programação no Centro de Artes e Letras para a comemoração da Semana Farroupilha.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Cal Farrapo

Fotógrafo desconhecido.
CAL Farrapo foi uma programação no Centro de Artes e Letras para a comemoração da Semana Farroupilha.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Cal Farrapo

Fotógrafo desconhecido.
CAL Farrapo foi uma programação no Centro de Artes e Letras para a comemoração da Semana Farroupilha.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Cal Farrapo

Fotógrafo desconhecido.
CAL Farrapo foi uma programação no Centro de Artes e Letras para a comemoração da Semana Farroupilha.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Cal Farrapo

Fotógrafo desconhecido.
CAL Farrapo foi uma programação no Centro de Artes e Letras para a comemoração da Semana Farroupilha.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Cal Farrapo

Fotógrafo desconhecido.
CAL Farrapo foi uma programação no Centro de Artes e Letras para a comemoração da Semana Farroupilha.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Cal Farrapo

Fotógrafo desconhecido.
CAL Farrapo foi uma programação no Centro de Artes e Letras para a comemoração da Semana Farroupilha.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Colóquio de música nativista

O evento foi uma conversa entre Luiz Carlos Borges e os presentes –acadêmicos do curso de música e demais interessados- sobre a importância da cidade no cenário musical e carreira musical. Foi promovido pela Associação OSSM, curso de música da UFSM e CAL.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Colóquio de música nativista

O evento foi uma conversa entre Luiz Carlos Borges e os presentes –acadêmicos do curso de música e demais interessados- sobre a importância da cidade no cenário musical e carreira musical. Foi promovido pela Associação OSSM, curso de música da UFSM e CAL.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Colóquio de música nativista

O evento foi uma conversa entre Luiz Carlos Borges e os presentes –acadêmicos do curso de música e demais interessados- sobre a importância da cidade no cenário musical e carreira musical. Foi promovido pela Associação OSSM, curso de música da UFSM e CAL.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Colóquio de música nativista

O evento foi uma conversa entre Luiz Carlos Borges e os presentes –acadêmicos do curso de música e demais interessados- sobre a importância da cidade no cenário musical e carreira musical. Foi promovido pela Associação OSSM, curso de música da UFSM e CAL.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Colóquio de música nativista

O evento foi uma conversa entre Luiz Carlos Borges e os presentes –acadêmicos do curso de música e demais interessados- sobre a importância da cidade no cenário musical e carreira musical. Foi promovido pela Associação OSSM, curso de música da UFSM e CAL.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Colóquio de música nativista

O evento foi uma conversa entre Luiz Carlos Borges e os presentes –acadêmicos do curso de música e demais interessados- sobre a importância da cidade no cenário musical e carreira musical. Foi promovido pela Associação OSSM, curso de música da UFSM e CAL.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Colóquio de música nativista

O evento foi uma conversa entre Luiz Carlos Borges e os presentes –acadêmicos do curso de música e demais interessados- sobre a importância da cidade no cenário musical e carreira musical. Foi promovido pela Associação OSSM, curso de música da UFSM e CAL.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Resultados 1 a 50 de 347