Sala do Acervo artístico da UFSM

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

  • Localizada nos fundos da Biblioteca Central Manoel Marques de Souza

Nota(s) da fonte

Mostrar nota(s)

Termos hierárquicos

Sala do Acervo artístico da UFSM

Termos equivalentes

Sala do Acervo artístico da UFSM

Termos associados

Sala do Acervo artístico da UFSM

51 Descrição arquivística resultados para Sala do Acervo artístico da UFSM

51 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos

Exposição Trajetória da Arqueologia no LASCA

Fotografia por André Luís Ramos Soares.
O Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas promoveu uma exposição sobre a trajetória da arqueologia no Rio Grande do Sul. A mostra esteve disponível no Acervo Artístico da UFSM, junto ao prédio da Biblioteca Central. Foi possível conferir artefatos arqueológicos do Laboratório, relacionados aos povos que passaram pelo território do Rio Grande do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Exposição Trajetória da Arqueologia no LASCA

Fotografia por André Luís Ramos Soares.
O Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas promoveu uma exposição sobre a trajetória da arqueologia no Rio Grande do Sul. A mostra esteve disponível no Acervo Artístico da UFSM, junto ao prédio da Biblioteca Central. Foi possível conferir artefatos arqueológicos do Laboratório, relacionados aos povos que passaram pelo território do Rio Grande do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Exposição Trajetória da Arqueologia no LASCA

Fotógrafo não identificado.
Solenidade de inauguração da exposição sobre a trajetória da arqueologia no Rio Grande do Sul promovida pelo Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas (LASCA). A solenidade contou com a presença do Reitor Luciano Schuch, da vice-reitora Martha Bohrer Adaime, do Pró-Reitor de Extensão Flavi Ferreira Lisboa Filho, da Coordenadora de Cultura e Arte Vera Lúcia Portinho Vianna, da Chefe da Divisão de Museus Jaqueline do Carmo Trentim Machado, do Coordenador do Lasca André Luís Ramos Soares e do Museólogo Bernardo Duque de Paula. A mostra esteve disponível no Acervo Artístico da UFSM, junto ao prédio da Biblioteca Central. Foi possível conferir artefatos arqueológicos do Laboratório, relacionados aos povos que passaram pelo território do Rio Grande do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Exposição Trajetória da Arqueologia no LASCA

Fotógrafo não identificado.
Solenidade de inauguração da exposição sobre a trajetória da arqueologia no Rio Grande do Sul promovida pelo Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas (LASCA). A solenidade contou com a presença do Reitor Luciano Schuch, da vice-reitora Martha Bohrer Adaime, do Pró-Reitor de Extensão Flavi Ferreira Lisboa Filho, da Coordenadora de Cultura e Arte Vera Lúcia Portinho Vianna, da Chefe da Divisão de Museus Jaqueline do Carmo Trentim Machado, do Coordenador do Lasca André Luís Ramos Soares e do Museólogo Bernardo Duque de Paula. A mostra esteve disponível no Acervo Artístico da UFSM, junto ao prédio da Biblioteca Central. Foi possível conferir artefatos arqueológicos do Laboratório, relacionados aos povos que passaram pelo território do Rio Grande do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Exposição Trajetória da Arqueologia no LASCA

Fotógrafo não identificado.
Solenidade de inauguração da exposição sobre a trajetória da arqueologia no Rio Grande do Sul promovida pelo Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas (LASCA). A solenidade contou com a presença do Reitor Luciano Schuch, da vice-reitora Martha Bohrer Adaime, do Pró-Reitor de Extensão Flavi Ferreira Lisboa Filho, da Coordenadora de Cultura e Arte Vera Lúcia Portinho Vianna, da Chefe da Divisão de Museus Jaqueline do Carmo Trentim Machado, do Coordenador do Lasca André Luís Ramos Soares e do Museólogo Bernardo Duque de Paula. A mostra esteve disponível no Acervo Artístico da UFSM, junto ao prédio da Biblioteca Central. Foi possível conferir artefatos arqueológicos do Laboratório, relacionados aos povos que passaram pelo território do Rio Grande do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Exposição Trajetória da Arqueologia no LASCA

Fotógrafo não identificado.
Solenidade de inauguração da exposição sobre a trajetória da arqueologia no Rio Grande do Sul promovida pelo Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas (LASCA). A solenidade contou com a presença do Reitor Luciano Schuch, da vice-reitora Martha Bohrer Adaime, do Pró-Reitor de Extensão Flavi Ferreira Lisboa Filho, da Coordenadora de Cultura e Arte Vera Lúcia Portinho Vianna, da Chefe da Divisão de Museus Jaqueline do Carmo Trentim Machado, do Coordenador do Lasca André Luís Ramos Soares e do Museólogo Bernardo Duque de Paula. A mostra esteve disponível no Acervo Artístico da UFSM, junto ao prédio da Biblioteca Central. Foi possível conferir artefatos arqueológicos do Laboratório, relacionados aos povos que passaram pelo território do Rio Grande do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Exposição Trajetória da Arqueologia no LASCA

Fotografia por André Luís Ramos Soares.
O Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas promoveu uma exposição sobre a trajetória da arqueologia no Rio Grande do Sul. A mostra esteve disponível no Acervo Artístico da UFSM, junto ao prédio da Biblioteca Central. Foi possível conferir artefatos arqueológicos do Laboratório, relacionados aos povos que passaram pelo território do Rio Grande do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Exposição Trajetória da Arqueologia no LASCA

Fotografia por André Luís Ramos Soares.
O Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas promoveu uma exposição sobre a trajetória da arqueologia no Rio Grande do Sul. A mostra esteve disponível no Acervo Artístico da UFSM, junto ao prédio da Biblioteca Central. Foi possível conferir artefatos arqueológicos do Laboratório, relacionados aos povos que passaram pelo território do Rio Grande do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Exposição Trajetória da Arqueologia no LASCA

Fotografia por André Luís Ramos Soares.
O Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas promoveu uma exposição sobre a trajetória da arqueologia no Rio Grande do Sul. A mostra esteve disponível no Acervo Artístico da UFSM, junto ao prédio da Biblioteca Central. Foi possível conferir artefatos arqueológicos do Laboratório, relacionados aos povos que passaram pelo território do Rio Grande do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Exposição Trajetória da Arqueologia no LASCA

Fotógrafo não identificado.
Solenidade de inauguração da exposição sobre a trajetória da arqueologia no Rio Grande do Sul promovida pelo Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas (LASCA). A solenidade contou com a presença do Reitor Luciano Schuch, da vice-reitora Martha Bohrer Adaime, do Pró-Reitor de Extensão Flavi Ferreira Lisboa Filho, da Coordenadora de Cultura e Arte Vera Lúcia Portinho Vianna, da Chefe da Divisão de Museus Jaqueline do Carmo Trentim Machado, do Coordenador do Lasca André Luís Ramos Soares e do Museólogo Bernardo Duque de Paula. A mostra esteve disponível no Acervo Artístico da UFSM, junto ao prédio da Biblioteca Central. Foi possível conferir artefatos arqueológicos do Laboratório, relacionados aos povos que passaram pelo território do Rio Grande do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Exposição Trajetória da Arqueologia no LASCA

Fotógrafo não identificado.
Solenidade de inauguração da exposição sobre a trajetória da arqueologia no Rio Grande do Sul promovida pelo Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas (LASCA). A solenidade contou com a presença do Reitor Luciano Schuch, da vice-reitora Martha Bohrer Adaime, do Pró-Reitor de Extensão Flavi Ferreira Lisboa Filho, da Coordenadora de Cultura e Arte Vera Lúcia Portinho Vianna, da Chefe da Divisão de Museus Jaqueline do Carmo Trentim Machado, do Coordenador do Lasca André Luís Ramos Soares e do Museólogo Bernardo Duque de Paula. A mostra esteve disponível no Acervo Artístico da UFSM, junto ao prédio da Biblioteca Central. Foi possível conferir artefatos arqueológicos do Laboratório, relacionados aos povos que passaram pelo território do Rio Grande do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Exposição Trajetória da Arqueologia no LASCA

Fotógrafo não identificado.
Solenidade de inauguração da exposição sobre a trajetória da arqueologia no Rio Grande do Sul promovida pelo Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas (LASCA). A solenidade contou com a presença do Reitor Luciano Schuch, da vice-reitora Martha Bohrer Adaime, do Pró-Reitor de Extensão Flavi Ferreira Lisboa Filho, da Coordenadora de Cultura e Arte Vera Lúcia Portinho Vianna, da Chefe da Divisão de Museus Jaqueline do Carmo Trentim Machado, do Coordenador do Lasca André Luís Ramos Soares e do Museólogo Bernardo Duque de Paula. A mostra esteve disponível no Acervo Artístico da UFSM, junto ao prédio da Biblioteca Central. Foi possível conferir artefatos arqueológicos do Laboratório, relacionados aos povos que passaram pelo território do Rio Grande do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Exposição Trajetória da Arqueologia no LASCA

Fotógrafo não identificado.
Solenidade de inauguração da exposição sobre a trajetória da arqueologia no Rio Grande do Sul promovida pelo Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas (LASCA). A solenidade contou com a presença do Reitor Luciano Schuch, da vice-reitora Martha Bohrer Adaime, do Pró-Reitor de Extensão Flavi Ferreira Lisboa Filho, da Coordenadora de Cultura e Arte Vera Lúcia Portinho Vianna, da Chefe da Divisão de Museus Jaqueline do Carmo Trentim Machado, do Coordenador do Lasca André Luís Ramos Soares e do Museólogo Bernardo Duque de Paula. A mostra esteve disponível no Acervo Artístico da UFSM, junto ao prédio da Biblioteca Central. Foi possível conferir artefatos arqueológicos do Laboratório, relacionados aos povos que passaram pelo território do Rio Grande do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Exposição Trajetória da Arqueologia no LASCA

Fotógrafo não identificado.
Solenidade de inauguração da exposição sobre a trajetória da arqueologia no Rio Grande do Sul promovida pelo Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas (LASCA). A solenidade contou com a presença do Reitor Luciano Schuch, da vice-reitora Martha Bohrer Adaime, do Pró-Reitor de Extensão Flavi Ferreira Lisboa Filho, da Coordenadora de Cultura e Arte Vera Lúcia Portinho Vianna, da Chefe da Divisão de Museus Jaqueline do Carmo Trentim Machado, do Coordenador do Lasca André Luís Ramos Soares e do Museólogo Bernardo Duque de Paula. A mostra esteve disponível no Acervo Artístico da UFSM, junto ao prédio da Biblioteca Central. Foi possível conferir artefatos arqueológicos do Laboratório, relacionados aos povos que passaram pelo território do Rio Grande do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Exposição Trajetória da Arqueologia no LASCA

Fotografia por André Luís Ramos Soares.
O Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas promoveu uma exposição sobre a trajetória da arqueologia no Rio Grande do Sul. A mostra esteve disponível no Acervo Artístico da UFSM, junto ao prédio da Biblioteca Central. Foi possível conferir artefatos arqueológicos do Laboratório, relacionados aos povos que passaram pelo território do Rio Grande do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Exposição Trajetória da Arqueologia no LASCA

Fotografia por André Luís Ramos Soares.
O Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas promoveu uma exposição sobre a trajetória da arqueologia no Rio Grande do Sul. A mostra esteve disponível no Acervo Artístico da UFSM, junto ao prédio da Biblioteca Central. Foi possível conferir artefatos arqueológicos do Laboratório, relacionados aos povos que passaram pelo território do Rio Grande do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Exposição Trajetória da Arqueologia no LASCA

Fotógrafo não identificado.
Solenidade de inauguração da exposição sobre a trajetória da arqueologia no Rio Grande do Sul promovida pelo Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas (LASCA). A solenidade contou com a presença do Reitor Luciano Schuch, da vice-reitora Martha Bohrer Adaime, do Pró-Reitor de Extensão Flavi Ferreira Lisboa Filho, da Coordenadora de Cultura e Arte Vera Lúcia Portinho Vianna, da Chefe da Divisão de Museus Jaqueline do Carmo Trentim Machado, do Coordenador do Lasca André Luís Ramos Soares e do Museólogo Bernardo Duque de Paula. A mostra esteve disponível no Acervo Artístico da UFSM, junto ao prédio da Biblioteca Central. Foi possível conferir artefatos arqueológicos do Laboratório, relacionados aos povos que passaram pelo território do Rio Grande do Sul.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento Catálogos Murais e Esculturas

Foi realizada, no acervo artístico da UFSM, a solenidade de lançamento do “Catálogo Murais da UFSM: 1971-2021”, organizado pela arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, e do “Catálogo de Esculturas da UFSM: Campus de Santa Maria”, organizado pela arquivista Flávia Simone Botega Jappe e pelo professor José Francisco Goulart. Participaram da cerimônia o professor Flavi Ferreira Lisboa Filho, Pró-Reitor de Extensão e Vera Lucia Portinho Vianna, professora e coordenadora de Cultura e Arte. O objetivo das publicações é trazer ao conhecimento do público o acervo artístico da UFSM, além de perpetuar a história destas obras artísticas.
O Catálogo Murais é fruto da Exposição Murais da UFSM produzida em outubro de 2018 também sob curadoria de Cristina, na qual foram exibidos 21 murais da Universidade, pintados de 1971 a 2018. A partir desta exposição, foi realizada extensa pesquisa no acervo de negativos fotográficos, no acervo documental e bibliográfico da universidade, chegando-se a um total de 33 murais. Foi estabelecida uma linha de tempo com o primeiro mural pintado em 1971, na inauguração do Planetário UFSM, mais oito na década de 70, um na década de 80, seis na década de 90, 15 a partir dos anos 2000 e dois murais com data desconhecida, além de elaboradas as biografias dos 36 muralistas. O Catálogo de Esculturas registra informações sobre cada obra – autores, características técnicas e localização, esculturas públicas expostas ao ar livre, no campus sede da UFSM. O trabalho de pesquisa surgiu por meio da preocupação com a possibilidade de se perder o contexto de produção e as informações básicas das obras, como produto do Mestrado em Patrimônio Cultural da UFSM, unindo duas Graduações – Artes Visuais e Arquivologia. Fotografia de Rafael Happke.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento Catálogos Murais e Esculturas

Foi realizada, no acervo artístico da UFSM, a solenidade de lançamento do “Catálogo Murais da UFSM: 1971-2021”, organizado pela arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, e do “Catálogo de Esculturas da UFSM: Campus de Santa Maria”, organizado pela arquivista Flávia Simone Botega Jappe e pelo professor José Francisco Goulart. Participaram da cerimônia o professor Flavi Ferreira Lisboa Filho, Pró-Reitor de Extensão e Vera Lucia Portinho Vianna, professora e coordenadora de Cultura e Arte. O objetivo das publicações é trazer ao conhecimento do público o acervo artístico da UFSM, além de perpetuar a história destas obras artísticas.
O Catálogo Murais é fruto da Exposição Murais da UFSM produzida em outubro de 2018 também sob curadoria de Cristina, na qual foram exibidos 21 murais da Universidade, pintados de 1971 a 2018. A partir desta exposição, foi realizada extensa pesquisa no acervo de negativos fotográficos, no acervo documental e bibliográfico da universidade, chegando-se a um total de 33 murais. Foi estabelecida uma linha de tempo com o primeiro mural pintado em 1971, na inauguração do Planetário UFSM, mais oito na década de 70, um na década de 80, seis na década de 90, 15 a partir dos anos 2000 e dois murais com data desconhecida, além de elaboradas as biografias dos 36 muralistas. O Catálogo de Esculturas registra informações sobre cada obra – autores, características técnicas e localização, esculturas públicas expostas ao ar livre, no campus sede da UFSM. O trabalho de pesquisa surgiu por meio da preocupação com a possibilidade de se perder o contexto de produção e as informações básicas das obras, como produto do Mestrado em Patrimônio Cultural da UFSM, unindo duas Graduações – Artes Visuais e Arquivologia. Fotografia de Rafael Happke.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento Catálogos Murais e Esculturas

Foi realizada, no acervo artístico da UFSM, a solenidade de lançamento do “Catálogo Murais da UFSM: 1971-2021”, organizado pela arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, e do “Catálogo de Esculturas da UFSM: Campus de Santa Maria”, organizado pela arquivista Flávia Simone Botega Jappe e pelo professor José Francisco Goulart. Participaram da cerimônia o professor Flavi Ferreira Lisboa Filho, Pró-Reitor de Extensão e Vera Lucia Portinho Vianna, professora e coordenadora de Cultura e Arte. O objetivo das publicações é trazer ao conhecimento do público o acervo artístico da UFSM, além de perpetuar a história destas obras artísticas.
O Catálogo Murais é fruto da Exposição Murais da UFSM produzida em outubro de 2018 também sob curadoria de Cristina, na qual foram exibidos 21 murais da Universidade, pintados de 1971 a 2018. A partir desta exposição, foi realizada extensa pesquisa no acervo de negativos fotográficos, no acervo documental e bibliográfico da universidade, chegando-se a um total de 33 murais. Foi estabelecida uma linha de tempo com o primeiro mural pintado em 1971, na inauguração do Planetário UFSM, mais oito na década de 70, um na década de 80, seis na década de 90, 15 a partir dos anos 2000 e dois murais com data desconhecida, além de elaboradas as biografias dos 36 muralistas. O Catálogo de Esculturas registra informações sobre cada obra – autores, características técnicas e localização, esculturas públicas expostas ao ar livre, no campus sede da UFSM. O trabalho de pesquisa surgiu por meio da preocupação com a possibilidade de se perder o contexto de produção e as informações básicas das obras, como produto do Mestrado em Patrimônio Cultural da UFSM, unindo duas Graduações – Artes Visuais e Arquivologia. Fotografia de Rafael Happke.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento Catálogos Murais e Esculturas

Foi realizada, no acervo artístico da UFSM, a solenidade de lançamento do “Catálogo Murais da UFSM: 1971-2021”, organizado pela arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, e do “Catálogo de Esculturas da UFSM: Campus de Santa Maria”, organizado pela arquivista Flávia Simone Botega Jappe e pelo professor José Francisco Goulart. Participaram da cerimônia o professor Flavi Ferreira Lisboa Filho, Pró-Reitor de Extensão e Vera Lucia Portinho Vianna, professora e coordenadora de Cultura e Arte. O objetivo das publicações é trazer ao conhecimento do público o acervo artístico da UFSM, além de perpetuar a história destas obras artísticas.
O Catálogo Murais é fruto da Exposição Murais da UFSM produzida em outubro de 2018 também sob curadoria de Cristina, na qual foram exibidos 21 murais da Universidade, pintados de 1971 a 2018. A partir desta exposição, foi realizada extensa pesquisa no acervo de negativos fotográficos, no acervo documental e bibliográfico da universidade, chegando-se a um total de 33 murais. Foi estabelecida uma linha de tempo com o primeiro mural pintado em 1971, na inauguração do Planetário UFSM, mais oito na década de 70, um na década de 80, seis na década de 90, 15 a partir dos anos 2000 e dois murais com data desconhecida, além de elaboradas as biografias dos 36 muralistas. O Catálogo de Esculturas registra informações sobre cada obra – autores, características técnicas e localização, esculturas públicas expostas ao ar livre, no campus sede da UFSM. O trabalho de pesquisa surgiu por meio da preocupação com a possibilidade de se perder o contexto de produção e as informações básicas das obras, como produto do Mestrado em Patrimônio Cultural da UFSM, unindo duas Graduações – Artes Visuais e Arquivologia. Fotografia de Rafael Happke.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento Catálogos Murais e Esculturas

Foi realizada, no acervo artístico da UFSM, a solenidade de lançamento do “Catálogo Murais da UFSM: 1971-2021”, organizado pela arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, e do “Catálogo de Esculturas da UFSM: Campus de Santa Maria”, organizado pela arquivista Flávia Simone Botega Jappe e pelo professor José Francisco Goulart. Participaram da cerimônia o professor Flavi Ferreira Lisboa Filho, Pró-Reitor de Extensão e Vera Lucia Portinho Vianna, professora e coordenadora de Cultura e Arte. O objetivo das publicações é trazer ao conhecimento do público o acervo artístico da UFSM, além de perpetuar a história destas obras artísticas.
O Catálogo Murais é fruto da Exposição Murais da UFSM produzida em outubro de 2018 também sob curadoria de Cristina, na qual foram exibidos 21 murais da Universidade, pintados de 1971 a 2018. A partir desta exposição, foi realizada extensa pesquisa no acervo de negativos fotográficos, no acervo documental e bibliográfico da universidade, chegando-se a um total de 33 murais. Foi estabelecida uma linha de tempo com o primeiro mural pintado em 1971, na inauguração do Planetário UFSM, mais oito na década de 70, um na década de 80, seis na década de 90, 15 a partir dos anos 2000 e dois murais com data desconhecida, além de elaboradas as biografias dos 36 muralistas. O Catálogo de Esculturas registra informações sobre cada obra – autores, características técnicas e localização, esculturas públicas expostas ao ar livre, no campus sede da UFSM. O trabalho de pesquisa surgiu por meio da preocupação com a possibilidade de se perder o contexto de produção e as informações básicas das obras, como produto do Mestrado em Patrimônio Cultural da UFSM, unindo duas Graduações – Artes Visuais e Arquivologia. Fotografia de Rafael Happke.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento Catálogos Murais e Esculturas

Foi realizada, no acervo artístico da UFSM, a solenidade de lançamento do “Catálogo Murais da UFSM: 1971-2021”, organizado pela arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, e do “Catálogo de Esculturas da UFSM: Campus de Santa Maria”, organizado pela arquivista Flávia Simone Botega Jappe e pelo professor José Francisco Goulart. Participaram da cerimônia o professor Flavi Ferreira Lisboa Filho, Pró-Reitor de Extensão e Vera Lucia Portinho Vianna, professora e coordenadora de Cultura e Arte. O objetivo das publicações é trazer ao conhecimento do público o acervo artístico da UFSM, além de perpetuar a história destas obras artísticas.
O Catálogo Murais é fruto da Exposição Murais da UFSM produzida em outubro de 2018 também sob curadoria de Cristina, na qual foram exibidos 21 murais da Universidade, pintados de 1971 a 2018. A partir desta exposição, foi realizada extensa pesquisa no acervo de negativos fotográficos, no acervo documental e bibliográfico da universidade, chegando-se a um total de 33 murais. Foi estabelecida uma linha de tempo com o primeiro mural pintado em 1971, na inauguração do Planetário UFSM, mais oito na década de 70, um na década de 80, seis na década de 90, 15 a partir dos anos 2000 e dois murais com data desconhecida, além de elaboradas as biografias dos 36 muralistas. O Catálogo de Esculturas registra informações sobre cada obra – autores, características técnicas e localização, esculturas públicas expostas ao ar livre, no campus sede da UFSM. O trabalho de pesquisa surgiu por meio da preocupação com a possibilidade de se perder o contexto de produção e as informações básicas das obras, como produto do Mestrado em Patrimônio Cultural da UFSM, unindo duas Graduações – Artes Visuais e Arquivologia. Fotografia de Rafael Happke.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento Catálogos Murais e Esculturas

Foi realizada, no acervo artístico da UFSM, a solenidade de lançamento do “Catálogo Murais da UFSM: 1971-2021”, organizado pela arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, e do “Catálogo de Esculturas da UFSM: Campus de Santa Maria”, organizado pela arquivista Flávia Simone Botega Jappe e pelo professor José Francisco Goulart. Participaram da cerimônia o professor Flavi Ferreira Lisboa Filho, Pró-Reitor de Extensão e Vera Lucia Portinho Vianna, professora e coordenadora de Cultura e Arte. O objetivo das publicações é trazer ao conhecimento do público o acervo artístico da UFSM, além de perpetuar a história destas obras artísticas.
O Catálogo Murais é fruto da Exposição Murais da UFSM produzida em outubro de 2018 também sob curadoria de Cristina, na qual foram exibidos 21 murais da Universidade, pintados de 1971 a 2018. A partir desta exposição, foi realizada extensa pesquisa no acervo de negativos fotográficos, no acervo documental e bibliográfico da universidade, chegando-se a um total de 33 murais. Foi estabelecida uma linha de tempo com o primeiro mural pintado em 1971, na inauguração do Planetário UFSM, mais oito na década de 70, um na década de 80, seis na década de 90, 15 a partir dos anos 2000 e dois murais com data desconhecida, além de elaboradas as biografias dos 36 muralistas. O Catálogo de Esculturas registra informações sobre cada obra – autores, características técnicas e localização, esculturas públicas expostas ao ar livre, no campus sede da UFSM. O trabalho de pesquisa surgiu por meio da preocupação com a possibilidade de se perder o contexto de produção e as informações básicas das obras, como produto do Mestrado em Patrimônio Cultural da UFSM, unindo duas Graduações – Artes Visuais e Arquivologia. Fotografia de Rafael Happke.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento Catálogos Murais e Esculturas

Foi realizada, no acervo artístico da UFSM, a solenidade de lançamento do “Catálogo Murais da UFSM: 1971-2021”, organizado pela arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, e do “Catálogo de Esculturas da UFSM: Campus de Santa Maria”, organizado pela arquivista Flávia Simone Botega Jappe e pelo professor José Francisco Goulart. Participaram da cerimônia o professor Flavi Ferreira Lisboa Filho, Pró-Reitor de Extensão e Vera Lucia Portinho Vianna, professora e coordenadora de Cultura e Arte. O objetivo das publicações é trazer ao conhecimento do público o acervo artístico da UFSM, além de perpetuar a história destas obras artísticas.
O Catálogo Murais é fruto da Exposição Murais da UFSM produzida em outubro de 2018 também sob curadoria de Cristina, na qual foram exibidos 21 murais da Universidade, pintados de 1971 a 2018. A partir desta exposição, foi realizada extensa pesquisa no acervo de negativos fotográficos, no acervo documental e bibliográfico da universidade, chegando-se a um total de 33 murais. Foi estabelecida uma linha de tempo com o primeiro mural pintado em 1971, na inauguração do Planetário UFSM, mais oito na década de 70, um na década de 80, seis na década de 90, 15 a partir dos anos 2000 e dois murais com data desconhecida, além de elaboradas as biografias dos 36 muralistas. O Catálogo de Esculturas registra informações sobre cada obra – autores, características técnicas e localização, esculturas públicas expostas ao ar livre, no campus sede da UFSM. O trabalho de pesquisa surgiu por meio da preocupação com a possibilidade de se perder o contexto de produção e as informações básicas das obras, como produto do Mestrado em Patrimônio Cultural da UFSM, unindo duas Graduações – Artes Visuais e Arquivologia. Fotografia de Rafael Happke.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento Catálogos Murais e Esculturas

Foi realizada, no acervo artístico da UFSM, a solenidade de lançamento do “Catálogo Murais da UFSM: 1971-2021”, organizado pela arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, e do “Catálogo de Esculturas da UFSM: Campus de Santa Maria”, organizado pela arquivista Flávia Simone Botega Jappe e pelo professor José Francisco Goulart. Participaram da cerimônia o professor Flavi Ferreira Lisboa Filho, Pró-Reitor de Extensão e Vera Lucia Portinho Vianna, professora e coordenadora de Cultura e Arte. O objetivo das publicações é trazer ao conhecimento do público o acervo artístico da UFSM, além de perpetuar a história destas obras artísticas.
O Catálogo Murais é fruto da Exposição Murais da UFSM produzida em outubro de 2018 também sob curadoria de Cristina, na qual foram exibidos 21 murais da Universidade, pintados de 1971 a 2018. A partir desta exposição, foi realizada extensa pesquisa no acervo de negativos fotográficos, no acervo documental e bibliográfico da universidade, chegando-se a um total de 33 murais. Foi estabelecida uma linha de tempo com o primeiro mural pintado em 1971, na inauguração do Planetário UFSM, mais oito na década de 70, um na década de 80, seis na década de 90, 15 a partir dos anos 2000 e dois murais com data desconhecida, além de elaboradas as biografias dos 36 muralistas. O Catálogo de Esculturas registra informações sobre cada obra – autores, características técnicas e localização, esculturas públicas expostas ao ar livre, no campus sede da UFSM. O trabalho de pesquisa surgiu por meio da preocupação com a possibilidade de se perder o contexto de produção e as informações básicas das obras, como produto do Mestrado em Patrimônio Cultural da UFSM, unindo duas Graduações – Artes Visuais e Arquivologia. Fotografia de Rafael Happke.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento Catálogos Murais e Esculturas

Foi realizada, no acervo artístico da UFSM, a solenidade de lançamento do “Catálogo Murais da UFSM: 1971-2021”, organizado pela arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, e do “Catálogo de Esculturas da UFSM: Campus de Santa Maria”, organizado pela arquivista Flávia Simone Botega Jappe e pelo professor José Francisco Goulart. Participaram da cerimônia o professor Flavi Ferreira Lisboa Filho, Pró-Reitor de Extensão e Vera Lucia Portinho Vianna, professora e coordenadora de Cultura e Arte. O objetivo das publicações é trazer ao conhecimento do público o acervo artístico da UFSM, além de perpetuar a história destas obras artísticas.
O Catálogo Murais é fruto da Exposição Murais da UFSM produzida em outubro de 2018 também sob curadoria de Cristina, na qual foram exibidos 21 murais da Universidade, pintados de 1971 a 2018. A partir desta exposição, foi realizada extensa pesquisa no acervo de negativos fotográficos, no acervo documental e bibliográfico da universidade, chegando-se a um total de 33 murais. Foi estabelecida uma linha de tempo com o primeiro mural pintado em 1971, na inauguração do Planetário UFSM, mais oito na década de 70, um na década de 80, seis na década de 90, 15 a partir dos anos 2000 e dois murais com data desconhecida, além de elaboradas as biografias dos 36 muralistas. O Catálogo de Esculturas registra informações sobre cada obra – autores, características técnicas e localização, esculturas públicas expostas ao ar livre, no campus sede da UFSM. O trabalho de pesquisa surgiu por meio da preocupação com a possibilidade de se perder o contexto de produção e as informações básicas das obras, como produto do Mestrado em Patrimônio Cultural da UFSM, unindo duas Graduações – Artes Visuais e Arquivologia. Fotografia de Rafael Happke.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento Catálogos Murais e Esculturas

Foi realizada, no acervo artístico da UFSM, a solenidade de lançamento do “Catálogo Murais da UFSM: 1971-2021”, organizado pela arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, e do “Catálogo de Esculturas da UFSM: Campus de Santa Maria”, organizado pela arquivista Flávia Simone Botega Jappe e pelo professor José Francisco Goulart. Participaram da cerimônia o professor Flavi Ferreira Lisboa Filho, Pró-Reitor de Extensão e Vera Lucia Portinho Vianna, professora e coordenadora de Cultura e Arte. O objetivo das publicações é trazer ao conhecimento do público o acervo artístico da UFSM, além de perpetuar a história destas obras artísticas.
O Catálogo Murais é fruto da Exposição Murais da UFSM produzida em outubro de 2018 também sob curadoria de Cristina, na qual foram exibidos 21 murais da Universidade, pintados de 1971 a 2018. A partir desta exposição, foi realizada extensa pesquisa no acervo de negativos fotográficos, no acervo documental e bibliográfico da universidade, chegando-se a um total de 33 murais. Foi estabelecida uma linha de tempo com o primeiro mural pintado em 1971, na inauguração do Planetário UFSM, mais oito na década de 70, um na década de 80, seis na década de 90, 15 a partir dos anos 2000 e dois murais com data desconhecida, além de elaboradas as biografias dos 36 muralistas. O Catálogo de Esculturas registra informações sobre cada obra – autores, características técnicas e localização, esculturas públicas expostas ao ar livre, no campus sede da UFSM. O trabalho de pesquisa surgiu por meio da preocupação com a possibilidade de se perder o contexto de produção e as informações básicas das obras, como produto do Mestrado em Patrimônio Cultural da UFSM, unindo duas Graduações – Artes Visuais e Arquivologia. Fotografia de Rafael Happke.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Lançamento Catálogos Murais e Esculturas

Foi realizada, no acervo artístico da UFSM, a solenidade de lançamento do “Catálogo Murais da UFSM: 1971-2021”, organizado pela arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, e do “Catálogo de Esculturas da UFSM: Campus de Santa Maria”, organizado pela arquivista Flávia Simone Botega Jappe e pelo professor José Francisco Goulart. Participaram da cerimônia o professor Flavi Ferreira Lisboa Filho, Pró-Reitor de Extensão e Vera Lucia Portinho Vianna, professora e coordenadora de Cultura e Arte. O objetivo das publicações é trazer ao conhecimento do público o acervo artístico da UFSM, além de perpetuar a história destas obras artísticas.
O Catálogo Murais é fruto da Exposição Murais da UFSM produzida em outubro de 2018 também sob curadoria de Cristina, na qual foram exibidos 21 murais da Universidade, pintados de 1971 a 2018. A partir desta exposição, foi realizada extensa pesquisa no acervo de negativos fotográficos, no acervo documental e bibliográfico da universidade, chegando-se a um total de 33 murais. Foi estabelecida uma linha de tempo com o primeiro mural pintado em 1971, na inauguração do Planetário UFSM, mais oito na década de 70, um na década de 80, seis na década de 90, 15 a partir dos anos 2000 e dois murais com data desconhecida, além de elaboradas as biografias dos 36 muralistas. O Catálogo de Esculturas registra informações sobre cada obra – autores, características técnicas e localização, esculturas públicas expostas ao ar livre, no campus sede da UFSM. O trabalho de pesquisa surgiu por meio da preocupação com a possibilidade de se perder o contexto de produção e as informações básicas das obras, como produto do Mestrado em Patrimônio Cultural da UFSM, unindo duas Graduações – Artes Visuais e Arquivologia. Fotografia de Rafael Happke.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Murais da UFSM

Fotografia de Rafael Happke. O mural, localizado na Sala do Acervo Artístico da Biblioteca Central Manoel Marques de Souza foi criado pelo artista João César de Melo Batista e a data de criação é desconhecida. A fotografia deste mural foi produzida para integrar o Catálogo Murais da UFSM, um desdobramento da Exposição Murais da UFSM, produzida no segundo semestre de 2018 como atividade do Projeto Rastros de Extensão da Pró-Reitoria de Extensão, com apoio do Departamento de Arquivo Geral e curadoria da arquivista Cristina Strohschoen dos Santos, cujo objetivo era valorizar o patrimônio artístico da universidade, em especial o muralismo.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Wellington Felipe Hack.
No Acervo Artístico da UFSM, localizado no prédio da Biblioteca Central, em parceria com a Estante Gamer, foi oferecido espaço para expor videogames antigos, com modelos dos anos 70 até os anos 2000. Os videogames são restaurados, catalogados e até vendidos pela Estante Gamer, exposição esta sob responsabilidade de Mateus Medeiros, estudante de História –Licenciatura na UFSM. Para tornar a mostra mais interativa, foram disponibilizados diversos jogos de videogame para o público. As televisões utilizadas na atividade foram cedidas pela UFSM, e algumas foram inclusive doadas à Estante Gamer. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer. 

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Wellington Felipe Hack.
No Acervo Artístico da UFSM, localizado no prédio da Biblioteca Central, em parceria com a Estante Gamer, foi oferecido espaço para expor videogames antigos, com modelos dos anos 70 até os anos 2000. Os videogames são restaurados, catalogados e até vendidos pela Estante Gamer, exposição esta sob responsabilidade de Mateus Medeiros, estudante de História –Licenciatura na UFSM. Para tornar a mostra mais interativa, foram disponibilizados diversos jogos de videogame para o público. As televisões utilizadas na atividade foram cedidas pela UFSM, e algumas foram inclusive doadas à Estante Gamer. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer. 

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Danusa Frazzon da Cunha.
No Acervo Artístico da UFSM, localizado na Biblioteca Central, em parceria com a Estante Gamer, foi oferecido espaço para expor videogames antigos, com modelos dos anos 70 até os anos 2000. Os videogames são restaurados, catalogados e até vendidos pela Estante Gamer, exposição esta sob responsabilidade de Mateus Medeiros, estudante de História – Licenciatura na UFSM desde 2020. Para tornar a mostra mais interativa, foram disponibilizados diversos jogos de videogame para o público. As televisões utilizadas na atividade foram cedidas pela UFSM, e algumas foram inclusive doadas à Estante Gamer. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. No largo do Planetário foram realizadas apresentações de dança de turmas dos grupos Ritmo de Camobi, Companhia Diácono Danças Urbanas e Cia de Danças UFSM, além de contar com animação do DJ PC. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Danusa Frazzon da Cunha.
No Acervo Artístico da UFSM, localizado na Biblioteca Central, em parceria com a Estante Gamer, foi oferecido espaço para expor videogames antigos, com modelos dos anos 70 até os anos 2000. Os videogames são restaurados, catalogados e até vendidos pela Estante Gamer, exposição esta sob responsabilidade de Mateus Medeiros, estudante de História – Licenciatura na UFSM desde 2020. Para tornar a mostra mais interativa, foram disponibilizados diversos jogos de videogame para o público. As televisões utilizadas na atividade foram cedidas pela UFSM, e algumas foram inclusive doadas à Estante Gamer. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. No largo do Planetário foram realizadas apresentações de dança de turmas dos grupos Ritmo de Camobi, Companhia Diácono Danças Urbanas e Cia de Danças UFSM, além de contar com animação do DJ PC. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Wellington Felipe Hack.
No Acervo Artístico da UFSM, localizado no prédio da Biblioteca Central, em parceria com a Estante Gamer, foi oferecido espaço para expor videogames antigos, com modelos dos anos 70 até os anos 2000. Os videogames são restaurados, catalogados e até vendidos pela Estante Gamer, exposição esta sob responsabilidade de Mateus Medeiros, estudante de História –Licenciatura na UFSM. Para tornar a mostra mais interativa, foram disponibilizados diversos jogos de videogame para o público. As televisões utilizadas na atividade foram cedidas pela UFSM, e algumas foram inclusive doadas à Estante Gamer. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer. 

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Wellington Felipe Hack.
No Acervo Artístico da UFSM, localizado no prédio da Biblioteca Central, em parceria com a Estante Gamer, foi oferecido espaço para expor videogames antigos, com modelos dos anos 70 até os anos 2000. Os videogames são restaurados, catalogados e até vendidos pela Estante Gamer, exposição esta sob responsabilidade de Mateus Medeiros, estudante de História –Licenciatura na UFSM. Para tornar a mostra mais interativa, foram disponibilizados diversos jogos de videogame para o público. As televisões utilizadas na atividade foram cedidas pela UFSM, e algumas foram inclusive doadas à Estante Gamer. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer. 

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Danusa Frazzon da Cunha.
No Acervo Artístico da UFSM, localizado na Biblioteca Central, em parceria com a Estante Gamer, foi oferecido espaço para expor videogames antigos, com modelos dos anos 70 até os anos 2000. Os videogames são restaurados, catalogados e até vendidos pela Estante Gamer, exposição esta sob responsabilidade de Mateus Medeiros, estudante de História – Licenciatura na UFSM desde 2020. Para tornar a mostra mais interativa, foram disponibilizados diversos jogos de videogame para o público. As televisões utilizadas na atividade foram cedidas pela UFSM, e algumas foram inclusive doadas à Estante Gamer. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. No largo do Planetário foram realizadas apresentações de dança de turmas dos grupos Ritmo de Camobi, Companhia Diácono Danças Urbanas e Cia de Danças UFSM, além de contar com animação do DJ PC. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Danusa Frazzon da Cunha.
No Acervo Artístico da UFSM, localizado na Biblioteca Central, em parceria com a Estante Gamer, foi oferecido espaço para expor videogames antigos, com modelos dos anos 70 até os anos 2000. Os videogames são restaurados, catalogados e até vendidos pela Estante Gamer, exposição esta sob responsabilidade de Mateus Medeiros, estudante de História – Licenciatura na UFSM desde 2020. Para tornar a mostra mais interativa, foram disponibilizados diversos jogos de videogame para o público. As televisões utilizadas na atividade foram cedidas pela UFSM, e algumas foram inclusive doadas à Estante Gamer. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. No largo do Planetário foram realizadas apresentações de dança de turmas dos grupos Ritmo de Camobi, Companhia Diácono Danças Urbanas e Cia de Danças UFSM, além de contar com animação do DJ PC. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Danusa Frazzon da Cunha.
O Laboratório de Arqueologia, Sociedade e Cultura das Américas (Lasca) promoveu visitas mediadas à exposição “A trajetória da Arqueologia no Rio Grande do Sul”, aberta desde 2019 no LASCA e, agora, no Acervo Artístico. A exposição contou com artefatos, maquetes e painéis explicativos sobre a arqueologia no estado. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. No largo do Planetário foram realizadas apresentações de dança de turmas dos grupos Ritmo de Camobi, Companhia Diácono Danças Urbanas e Cia de Danças UFSM, além de contar com animação do DJ PC. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Danusa Frazzon da Cunha.
O Laboratório de Arqueologia, Sociedade e Cultura das Américas (Lasca) promoveu visitas mediadas à exposição “A trajetória da Arqueologia no Rio Grande do Sul”, aberta desde 2019 no LASCA e, agora, no Acervo Artístico. A exposição contou com artefatos, maquetes e painéis explicativos sobre a arqueologia no estado. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. No largo do Planetário foram realizadas apresentações de dança de turmas dos grupos Ritmo de Camobi, Companhia Diácono Danças Urbanas e Cia de Danças UFSM, além de contar com animação do DJ PC. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Danusa Frazzon da Cunha.
A Rota dos Murais integrou a programação do Viva o Campus, sendo guiada pela Mestranda em Patrimônio Cultural Aline Brito Fialho, com saída do Centro de Tecnologia (CT) e finalizando com visita ao Acervo Artístico. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. No largo do Planetário foram realizadas apresentações de dança de turmas dos grupos Ritmo de Camobi, Companhia Diácono Danças Urbanas e Cia de Danças UFSM, além de contar com animação do DJ PC. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Danusa Frazzon da Cunha.
A Rota dos Murais integrou a programação do Viva o Campus, sendo guiada pela Mestranda em Patrimônio Cultural Aline Brito Fialho, com saída do Centro de Tecnologia (CT) e finalizando com visita ao Acervo Artístico. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. No largo do Planetário foram realizadas apresentações de dança de turmas dos grupos Ritmo de Camobi, Companhia Diácono Danças Urbanas e Cia de Danças UFSM, além de contar com animação do DJ PC. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Danusa Frazzon da Cunha.
No Acervo Artístico da UFSM, localizado na Biblioteca Central, em parceria com a Estante Gamer, foi oferecido espaço para expor videogames antigos, com modelos dos anos 70 até os anos 2000. Os videogames são restaurados, catalogados e até vendidos pela Estante Gamer, exposição esta sob responsabilidade de Mateus Medeiros, estudante de História – Licenciatura na UFSM desde 2020. Para tornar a mostra mais interativa, foram disponibilizados diversos jogos de videogame para o público. As televisões utilizadas na atividade foram cedidas pela UFSM, e algumas foram inclusive doadas à Estante Gamer. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. No largo do Planetário foram realizadas apresentações de dança de turmas dos grupos Ritmo de Camobi, Companhia Diácono Danças Urbanas e Cia de Danças UFSM, além de contar com animação do DJ PC. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Danusa Frazzon da Cunha.
O Laboratório de Arqueologia, Sociedade e Cultura das Américas (Lasca) promoveu visitas mediadas à exposição “A trajetória da Arqueologia no Rio Grande do Sul”, aberta desde 2019 no LASCA e, agora, no Acervo Artístico. A exposição contou com artefatos, maquetes e painéis explicativos sobre a arqueologia no estado. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. No largo do Planetário foram realizadas apresentações de dança de turmas dos grupos Ritmo de Camobi, Companhia Diácono Danças Urbanas e Cia de Danças UFSM, além de contar com animação do DJ PC. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Danusa Frazzon da Cunha.
O Laboratório de Arqueologia, Sociedade e Cultura das Américas (Lasca) promoveu visitas mediadas à exposição “A trajetória da Arqueologia no Rio Grande do Sul”, aberta desde 2019 no LASCA e, agora, no Acervo Artístico. A exposição contou com artefatos, maquetes e painéis explicativos sobre a arqueologia no estado. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. No largo do Planetário foram realizadas apresentações de dança de turmas dos grupos Ritmo de Camobi, Companhia Diácono Danças Urbanas e Cia de Danças UFSM, além de contar com animação do DJ PC. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Danusa Frazzon da Cunha.
A Rota dos Murais integrou a programação do Viva o Campus, sendo guiada pela Mestranda em Patrimônio Cultural Aline Brito Fialho, com saída do Centro de Tecnologia (CT) e finalizando com visita ao Acervo Artístico. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. No largo do Planetário foram realizadas apresentações de dança de turmas dos grupos Ritmo de Camobi, Companhia Diácono Danças Urbanas e Cia de Danças UFSM, além de contar com animação do DJ PC. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Danusa Frazzon da Cunha.
A Rota dos Murais integrou a programação do Viva o Campus, sendo guiada pela Mestranda em Patrimônio Cultural Aline Brito Fialho, com saída do Centro de Tecnologia (CT) e finalizando com visita ao Acervo Artístico. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. No largo do Planetário foram realizadas apresentações de dança de turmas dos grupos Ritmo de Camobi, Companhia Diácono Danças Urbanas e Cia de Danças UFSM, além de contar com animação do DJ PC. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial 5 Anos do Centro de Convenções

Fotografia por Danusa Frazzon da Cunha.
A Rota dos Murais integrou a programação do Viva o Campus, sendo guiada pela Mestranda em Patrimônio Cultural Aline Brito Fialho, com saída do Centro de Tecnologia (CT) e finalizando com visita ao Acervo Artístico. A primeira edição do Viva o Campus de 2022 marcou o retorno do tradicional evento, depois de dois anos de suspensão devido à pandemia, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte. O tema desta edição foi a comemoração dos cinco anos do Centro de Convenções da UFSM. Para conhecer melhor as artes da Universidade, foram feitas tours guiadas pelo campus: a Rota das Esculturas e a Rota dos Murais. O planetário exibiu sessões de três filmes. No largo do Planetário foram realizadas apresentações de dança de turmas dos grupos Ritmo de Camobi, Companhia Diácono Danças Urbanas e Cia de Danças UFSM, além de contar com animação do DJ PC. Todas as atrações foram voluntárias, sem nenhum custo para a UFSM. A Polifeira também esteve presente. O Acervo Artístico, localizado na Biblioteca Central, sediou a Mostra Reavivando um Patrimônio e a Mostra de Videogames Retrô da Estante Gamer.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial Dia Mundial do Rock

Fotografia por Josieli Guidolin Rossi.
A Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte, promoveu no dia 10 de julho de 2022 o especial ao Dia Mundial do Rock: Viva o Rock no Campus. O evento foi aberto a toda a comunidade e aconteceu entre as 14h e 17h. Esta edição do Viva o Campus ainda contou com a banda Nevoero, que se apresentou no largo do Planetário; a participação da Polifeira do Agricultor; visitação ao Acervo Artístico, com a mostra “Reavivando um Patrimônio”; exposição no Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas (LASCA), com a temática “A Trajetória da Arqueologia no Rio Grande do Sul”; e ainda passeios pela Rota dos Murais e Rota das Esculturas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Viva o Campus: Especial Dia Mundial do Rock

Fotografia por Josieli Guidolin Rossi.
A Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, por meio da Coordenadoria de Cultura e Arte, promoveu no dia 10 de julho de 2022 o especial ao Dia Mundial do Rock: Viva o Rock no Campus. O evento foi aberto a toda a comunidade e aconteceu entre as 14h e 17h. Esta edição do Viva o Campus ainda contou com a banda Nevoero, que se apresentou no largo do Planetário; a participação da Polifeira do Agricultor; visitação ao Acervo Artístico, com a mostra “Reavivando um Patrimônio”; exposição no Laboratório de Arqueologia, Sociedades e Culturas das Américas (LASCA), com a temática “A Trajetória da Arqueologia no Rio Grande do Sul”; e ainda passeios pela Rota dos Murais e Rota das Esculturas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Resultados 1 a 50 de 51