Tipo 1974.006.001 - Vestibular UFSM 1974 – reunião da comissão encarregada

Código de referência

BR RSUFSM UFSM-0-1-2-1-2-ICO-1974.006.001

Título

Vestibular UFSM 1974 – reunião da comissão encarregada

Data(s)

  • 1974-01-21 (Produção)

Nível de descrição

Tipo

Dimensão e suporte

01 fotograma de negativo flexível 35mm, P&B.

Nome do produtor

(14 de dezembro de 1960 até hoje)

História administrativa

A Universidade Federal de Santa Maria, idealizada e fundada pelo Prof. Dr. José Mariano da Rocha Filho em 14 de dezembro de 1960 e instalada solenemente em 18 de março de 1961, foi a primeira universidade instalada fora do eixo das capitais do estado no Brasil com a denominação de Universidade de Santa Maria.
A UFSM é uma Instituição Federal de Ensino Superior constituída como Autarquia Especial vinculada ao Ministério da Educação. 
A UFSM, por meio do Programa de Ingresso ao Ensino Superior - PEIES, desenvolve acompanhamento intensivo a 925 escolas participantes do ensino médio, trinta CRE's e os estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e São Paulo.
A UFSM possui, hoje, em pleno desenvolvimento, cursos, programas e projetos nas mais diversas áreas do conhecimento humano. A Instituição mantém 66 cursos de Graduação Presenciais, 10 cursos de Educação a Distância e 72 cursos de Pós-Graduação Permanente.

Nome do produtor

(1998)

História administrativa

A Coordenadoria de Comunicação Social foi criada oficialmente na estrutura organizacional da Universidade Federal de Santa Maria pela RCU 016/98 de 30/12/1998, Parecer 013/98 da 570º reunião da Comissão de Legislação e Regimentos. Esse ato também determinou a criação das estruturas da Imprensa Universitária e Rádio Universidade.
A origem desse órgão remonta a 1962, quando foi criado o Departamento de Divulgação, Intercâmbio e Extensão Cultural, subordinado à Reitoria. Em 1971, a nomenclatura foi alterada para Departamento de Comunicação, ainda subordinado à Reitoria, pelo Parecer 465/71, do Conselho Federal de Educação. Em 1973 esse órgão foi desativado pelo Parecer 41/73 da sessão 189 do Conselho Universitário. Somente em 1978 a Resolução UFSM nº 17 criou o Departamento de Divulgação, que abarcava as funções do extinto Departamento de Comunicação. Esse Departamento contava com duas unidades: a Divisão de Imprensa Universitária e a Divisão Rádio Universidade. Sendo que na Divisão de Imprensa Universitária, em 1981, pela Resolução UFSM nº 117, foi criado o Setor Editorial que, logo em 1982, pela Resolução UFSM nº 016, tornou-se, oficialmente, a Divisão Editorial.
Em 1987, a Resolução UFSM nº 025 desativa o Departamento de Divulgação. Dessa forma os setores que formavam a Divisão Editorial foram reencaminhados. O Setor Editorial ficou vinculado à Reitoria e o Setor Fotográfico e de Relações Públicas ficou vinculado ao Gabinete do Reitor.
Em 1988, o Regimento Geral da Reitoria transforma em órgão suplementar central a Divisão de Imprensa Universitária, a Divisão Rádio Universidade e a Divisão Editorial permanece até 1998, com a criação da Coordenadoria de Comunicação Social pela RCU 016/98 de 30/12/1998, Parecer 013/98 da 570º reunião da Comissão de Legislação e Regimentos.

Fonte imediata de aquisição ou transferência

Âmbito e conteúdo

O Concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) de 1974 foi um dos primeiros ofertados pela instituição e um dos que mais geraram polêmica. Uma denúncia feita por uma professora levou a uma investigação sobe uma suposta fraude nas provas e depois da confirmação da quebra de sigilo o concurso foi anulado e transferido. Acreditava-se que pelo menos 20% de todos os candidatos estavam envolvidos, além de dois funcionários da imprensa universitária e um estudante de Medicina, que foram enquadrados nos crimes de estelionato, quebra de sigilo administrativo, roubo e fraude. O inquérito apontou que as provas estavam sendo vendidas por um valor de 1500 a 3000 cruzeiros. A anulação por sua vez atingiu igualmente as doze extensões da UFSM, localizadas nas cidades de Livramento, Alegrete, Bagé, São Gabriel, São Borja, Santiago, Cruz Alta, Santa Cruz do Sul, Treze de Maio, Frederico.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de organização

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Identificador(es) alternativo(s)

Pontos de acesso - Assuntos

Pontos de acesso - Locais

Pontos de acesso de género

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Estatuto

Nível de detalhe

Datas de criação, revisão, eliminação

Línguas e escritas

Script(s)

Fontes

Objeto digital (Master) Área de direitos

Objeto digital (Referência) Área de direitos

Objeto digital (Visualização) Área de direitos

Área de aquisição

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Locais relacionados