Rocha, Maria Zulmira Dias Mariano da, 1918/2019

Área de identificação

tipo de entidade

Pessoa

Forma autorizada do nome

Rocha, Maria Zulmira Dias Mariano da, 1918/2019

Forma(s) paralela(s) de nome

Forma normalizada do nome de acordo com outras regras

  • Rocha, Maria Zulmira Dias Mariano da (ABNT)

Outra(s) forma(s) do nome

identificadores para entidades coletivas

Área de descrição

datas de existência

1918-09-24 /2019-10-08

história

Uma mulher que participa ativamente do seu tempo e realiza múltiplas tarefas, simultaneamente, com dedicação extrema. Casou aos 18 anos, teve 12 filhos, foi professora universitária e diretora do Museu Educativo Gama D’Eça, da UFSM. Mãe e esposa dedicada lutou ao lado de seu marido pela interiorização do ensino superior no Brasil e cuidou da formação intelectual dos filhos, com perseverante permanência.
Filha de Patrício Dias Ferreira e Manuela Velho Dias, nasce em 24 de setembro de 1918, em Caçapava do Sul. Aos nove anos vai estudar em Bagé, no Colégio Espírito Santo, e dois anos após segue para Porto Alegre, para continuar seus estudos no Colégio Bom Conselho, onde se destaca tanto pela liderança quanto pelo desenvolvimento de múltiplas atividades extra-classe: participa do grêmio estudantil, joga tênis e tem aulas de latim, grego, pintura e poesia. Desde a adolescência costuma fazer anotações nos livros, discutindo e atualizando dados, quando diverge do autor.
Em Porto Alegre conhece José Mariano da Rocha Filho, por intermédio de sua irmã Maria Clara Mariano da Rocha, também interna do Colégio Bom Conselho. No mesmo dia em que a conheceu, José Mariano a pediu em casamento. Ela tinha apenas 14 anos.
Após terminar o ginásio, Maria Zulmira cursa o Pré-médico, onde é colega do santa-mariense Antonio Isaia. A aspiração de cursar medicina é interrompida pelo casamento, em 1938, quando vem morar em Santa Maria. A partir desse ano, Maria Zulmira concilia as atividades de mãe, esposa, e parceira de José Mariano, ao fazer o clipping das notícias e organizar as repercussões do movimento pela interiorização do ensino superior na mídia, além de encarregar-se da correspondência e datilografar textos e discursos para o marido. Ao mesmo tempo, é uma mãe presente na vida dos filhos e acompanha o seu desenvolvimento intelectual, desde os deveres de casa até a execução dos trabalhos.
Após o nascimento de seus doze filhos, decide completar os estudos superiores e presta vestibular para Geografia em 1965. Em 1969, ingressa no quadro docente da UFSM, lotada no Departamento de Geociências, lecionando as disciplinas Biogeografia e Geografia do Brasil.
Em 1971, é indicada por Hélios Homero Bernardi, vice-reitor no exercício da Reitoria, para organizar o Museu Educativo e tomar as providências administrativas cabíveis, sem ônus para a UFSM (portaria nº 4856/71). No mesmo ano participa da Comissão Organizadora da Reunião do Conselho Deliberativo do Grupo Universitário Latino-Americano para Reforma e Aperfeiçoamento do Ensino (GULERPE) que ocorreu em Santa Maria.
Durante todo o período em que Mariano da Rocha esteve à frente da reitoria, liderou a organização do Natal dos Filhos dos Operários da UFSM, com festa e distribuição de presentes. Como Presidente da Associação dos Amigos do Museu Educativo Gama d’Eça (AAME), promove anualmente a campanha “Ponha Cristo em Seu Natal”, com o objetivo de lembrar e prestigiar o Aniversariante, campanha que tem a cada ano mais adeptos.
Maria Zulmira também liderou o movimento para a criação da Creche da UFSM, conseguindo doações da comunidade e a adesão incondicional dos funcionários e professores, que doavam mensalmente contribuições para a construção.

Locais

status legal

funções, ocupações e atividades

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

contexto geral

Área de relacionamento

Área de controle

Identificador do registo de autoridade

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Estatuto

Nível de detalhe

Datas de criação, revisão ou eliminação

Registro de autoridade criado por Neiva Pavezi em 19 de agosto de 2011.
Registro de autoridade atualizado por Cristina Strohschoen dos Santos em 08 de outubro de 2019.

Línguas e escritas

Script(s)

Fontes

<b>Fonte consultada:</b>
UFSM. Notícias da UFSM. Museu Gama d\'Eça expõe A força de uma mulher. Disponível em: <http://sucuri.ufsm.br/noticias/noticia.php?id=32072>. Acesso em: 19 ago. 2011.

Notas de manutenção