Instituto de Educação Olavo Bilac, 1901/

Identity area

Type of entity

Corporate body

Authorized form of name

Instituto de Educação Olavo Bilac, 1901/

Parallel form(s) of name

Standardized form(s) of name according to other rules

Other form(s) of name

Identifiers for corporate bodies

Description area

Dates of existence

1901/

History

A história do Instituto Estadual de Educação Olavo Bilac (IEEOB) iniciou em 1901, há 110 anos atrás quando o então governador estadual, Borges de Medeiros, fundou o Colégio Distrital em Santa Maria, começando a funcionar em setembro do mesmo ano com três professores e 190 alunos. Cinco anos depois, o Colégio Distrital transformou-se em Escola Complementar, formando professores primários, e, no ano de 1910, as Escolas Complementares tornaram-se Colégio Elementares, contando apenas com ensino primário. Já no ano de 1916, houve criação do curso noturno destinado à alfabetização gratuita de adultos.

Admar Pozzobom enfatizou que a “Era Vargas” foi divisor de águas na história do país e também da instituição, pois, em 1932, aconteceu a formação da primeira turma de professores e, no ano de 1938, inauguração do prédio central com a denominação de denominada Olavo Bilac, em homenagem ao escritor brasileiro. Anos mais tarde, em 1962, quando Adelmo Simas Genro foi diretor do estabelecimento de ensino, o nome mudou para Instituto de Educação Olavo Bilac.
Atualmente, o Instituto Estadual de Educação Olavo Bilac (IEEOB) é uma das poucas escolas que oferecem o curso Normal em nível médio e pós-médio, além de Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos (EJA), Classe Especial e Ensino Médio Regular.

Localizado na rua Conde de Porto Alegre, 655 em Santa Maria.

<b>Fonte Consultada:</b>
Câmara de Vereadores de Santa Maria. Instituto de Educação Olavo Bilac recebe homenagem do Legislativo. Disponível em: < http://www.camara-sm.rs.gov.br/2010/?conteudo=noticia&id=675>. Acesso em 05 out. 2011.

<b>Pesquisa realizada por:</b>
Fabiana Fontana

Places

Legal status

Functions, occupations and activities

Mandates/sources of authority

Internal structures/genealogy

General context

Relationships area

Control area

Authority record identifier

Institution identifier

Rules and/or conventions used

Status

Level of detail

Dates of creation, revision and deletion

Language(s)

Script(s)

Sources

Maintenance notes