Print preview Close

Showing 696 results

Archival description
Santa Maria/RS/Brasil Processo Seletivo de Ingresso Acadêmico
Print preview View:

696 results with digital objects Show results with digital objects

Vestibular UFSM 1974

O Concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) de 1974 foi um dos primeiros ofertados pela instituição e um dos que mais geraram polêmica. Uma denúncia feita por uma professora levou a uma investigação sobe uma suposta fraude nas provas e depois da confirmação da quebra de sigilo o concurso foi anulado e transferido. Acreditava-se que pelo menos 20% de todos os candidatos estavam envolvidos, além de dois funcionários da imprensa universitária e um estudante de Medicina, que foram enquadrados nos crimes de estelionato, quebra de sigilo administrativo, roubo e fraude. O inquérito apontou que as provas estavam sendo vendidas por um valor de 1500 a 3000 cruzeiros. A anulação por sua vez atingiu igualmente as doze extensões da UFSM, localizadas nas cidades de Livramento, Alegrete, Bagé, São Gabriel, São Borja, Santiago, Cruz Alta, Santa Cruz do Sul, Treze de Maio, Frederico
Fontes Pesquisadas:
QUARESMA, Erni. 50 estão detidos por fraude no vestibular. Folha da Manhã. Porto Alegre, ano V, 1974.
Comprovação de fraude anula o vestibular em Santa Maria. Correio do Povo. Porto Alegre. p. 22. 9 jan. 1974.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular UFSM 1974

O Concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) de 1974 foi um dos primeiros ofertados pela instituição e um dos que mais geraram polêmica. Uma denúncia feita por uma professora levou a uma investigação sobe uma suposta fraude nas provas e depois da confirmação da quebra de sigilo o concurso foi anulado e transferido. Acreditava-se que pelo menos 20% de todos os candidatos estavam envolvidos, além de dois funcionários da imprensa universitária e um estudante de Medicina, que foram enquadrados nos crimes de estelionato, quebra de sigilo administrativo, roubo e fraude. O inquérito apontou que as provas estavam sendo vendidas por um valor de 1500 a 3000 cruzeiros. A anulação por sua vez atingiu igualmente as doze extensões da UFSM, localizadas nas cidades de Livramento, Alegrete, Bagé, São Gabriel, São Borja, Santiago, Cruz Alta, Santa Cruz do Sul, Treze de Maio, Frederico
Fontes Pesquisadas:
QUARESMA, Erni. 50 estão detidos por fraude no vestibular. Folha da Manhã. Porto Alegre, ano V, 1974.
Comprovação de fraude anula o vestibular em Santa Maria. Correio do Povo. Porto Alegre. p. 22. 9 jan. 1974.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular UFSM 1974

O Concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) de 1974 foi um dos primeiros ofertados pela instituição e um dos que mais geraram polêmica. Uma denúncia feita por uma professora levou a uma investigação sobe uma suposta fraude nas provas e depois da confirmação da quebra de sigilo o concurso foi anulado e transferido. Acreditava-se que pelo menos 20% de todos os candidatos estavam envolvidos, além de dois funcionários da imprensa universitária e um estudante de Medicina, que foram enquadrados nos crimes de estelionato, quebra de sigilo administrativo, roubo e fraude. O inquérito apontou que as provas estavam sendo vendidas por um valor de 1500 a 3000 cruzeiros. A anulação por sua vez atingiu igualmente as doze extensões da UFSM, localizadas nas cidades de Livramento, Alegrete, Bagé, São Gabriel, São Borja, Santiago, Cruz Alta, Santa Cruz do Sul, Treze de Maio, Frederico
Fontes Pesquisadas:
QUARESMA, Erni. 50 estão detidos por fraude no vestibular. Folha da Manhã. Porto Alegre, ano V, 1974.
Comprovação de fraude anula o vestibular em Santa Maria. Correio do Povo. Porto Alegre. p. 22. 9 jan. 1974.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular UFSM 1974

O Concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) de 1974 foi um dos primeiros ofertados pela instituição e um dos que mais geraram polêmica. Uma denúncia feita por uma professora levou a uma investigação sobe uma suposta fraude nas provas e depois da confirmação da quebra de sigilo o concurso foi anulado e transferido. Acreditava-se que pelo menos 20% de todos os candidatos estavam envolvidos, além de dois funcionários da imprensa universitária e um estudante de Medicina, que foram enquadrados nos crimes de estelionato, quebra de sigilo administrativo, roubo e fraude. O inquérito apontou que as provas estavam sendo vendidas por um valor de 1500 a 3000 cruzeiros. A anulação por sua vez atingiu igualmente as doze extensões da UFSM, localizadas nas cidades de Livramento, Alegrete, Bagé, São Gabriel, São Borja, Santiago, Cruz Alta, Santa Cruz do Sul, Treze de Maio, Frederico
Fontes Pesquisadas:
QUARESMA, Erni. 50 estão detidos por fraude no vestibular. Folha da Manhã. Porto Alegre, ano V, 1974.
Comprovação de fraude anula o vestibular em Santa Maria. Correio do Povo. Porto Alegre. p. 22. 9 jan. 1974.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular UFSM 1974

O Concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) de 1974 foi um dos primeiros ofertados pela instituição e um dos que mais geraram polêmica. Uma denúncia feita por uma professora levou a uma investigação sobe uma suposta fraude nas provas e depois da confirmação da quebra de sigilo o concurso foi anulado e transferido. Acreditava-se que pelo menos 20% de todos os candidatos estavam envolvidos, além de dois funcionários da imprensa universitária e um estudante de Medicina, que foram enquadrados nos crimes de estelionato, quebra de sigilo administrativo, roubo e fraude. O inquérito apontou que as provas estavam sendo vendidas por um valor de 1500 a 3000 cruzeiros. A anulação por sua vez atingiu igualmente as doze extensões da UFSM, localizadas nas cidades de Livramento, Alegrete, Bagé, São Gabriel, São Borja, Santiago, Cruz Alta, Santa Cruz do Sul, Treze de Maio, Frederico
Fontes Pesquisadas:
QUARESMA, Erni. 50 estão detidos por fraude no vestibular. Folha da Manhã. Porto Alegre, ano V, 1974.
Comprovação de fraude anula o vestibular em Santa Maria. Correio do Povo. Porto Alegre. p. 22. 9 jan. 1974.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular UFSM 1974

O Concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) de 1974 foi um dos primeiros ofertados pela instituição e um dos que mais geraram polêmica. Uma denúncia feita por uma professora levou a uma investigação sobe uma suposta fraude nas provas e depois da confirmação da quebra de sigilo o concurso foi anulado e transferido. Acreditava-se que pelo menos 20% de todos os candidatos estavam envolvidos, além de dois funcionários da imprensa universitária e um estudante de Medicina, que foram enquadrados nos crimes de estelionato, quebra de sigilo administrativo, roubo e fraude. O inquérito apontou que as provas estavam sendo vendidas por um valor de 1500 a 3000 cruzeiros. A anulação por sua vez atingiu igualmente as doze extensões da UFSM, localizadas nas cidades de Livramento, Alegrete, Bagé, São Gabriel, São Borja, Santiago, Cruz Alta, Santa Cruz do Sul, Treze de Maio, Frederico
Fontes Pesquisadas:
QUARESMA, Erni. 50 estão detidos por fraude no vestibular. Folha da Manhã. Porto Alegre, ano V, 1974.
Comprovação de fraude anula o vestibular em Santa Maria. Correio do Povo. Porto Alegre. p. 22. 9 jan. 1974.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular UFSM 1974

O Concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) de 1974 foi um dos primeiros ofertados pela instituição e um dos que mais geraram polêmica. Uma denúncia feita por uma professora levou a uma investigação sobe uma suposta fraude nas provas e depois da confirmação da quebra de sigilo o concurso foi anulado e transferido. Acreditava-se que pelo menos 20% de todos os candidatos estavam envolvidos, além de dois funcionários da imprensa universitária e um estudante de Medicina, que foram enquadrados nos crimes de estelionato, quebra de sigilo administrativo, roubo e fraude. O inquérito apontou que as provas estavam sendo vendidas por um valor de 1500 a 3000 cruzeiros. A anulação por sua vez atingiu igualmente as doze extensões da UFSM, localizadas nas cidades de Livramento, Alegrete, Bagé, São Gabriel, São Borja, Santiago, Cruz Alta, Santa Cruz do Sul, Treze de Maio, Frederico
Fontes Pesquisadas:
QUARESMA, Erni. 50 estão detidos por fraude no vestibular. Folha da Manhã. Porto Alegre, ano V, 1974.
Comprovação de fraude anula o vestibular em Santa Maria. Correio do Povo. Porto Alegre. p. 22. 9 jan. 1974.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular UFSM 1974

O Concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) de 1974 foi um dos primeiros ofertados pela instituição e um dos que mais geraram polêmica. Uma denúncia feita por uma professora levou a uma investigação sobe uma suposta fraude nas provas e depois da confirmação da quebra de sigilo o concurso foi anulado e transferido. Acreditava-se que pelo menos 20% de todos os candidatos estavam envolvidos, além de dois funcionários da imprensa universitária e um estudante de Medicina, que foram enquadrados nos crimes de estelionato, quebra de sigilo administrativo, roubo e fraude. O inquérito apontou que as provas estavam sendo vendidas por um valor de 1500 a 3000 cruzeiros. A anulação por sua vez atingiu igualmente as doze extensões da UFSM, localizadas nas cidades de Livramento, Alegrete, Bagé, São Gabriel, São Borja, Santiago, Cruz Alta, Santa Cruz do Sul, Treze de Maio, Frederico
Fontes Pesquisadas:
QUARESMA, Erni. 50 estão detidos por fraude no vestibular. Folha da Manhã. Porto Alegre, ano V, 1974.
Comprovação de fraude anula o vestibular em Santa Maria. Correio do Povo. Porto Alegre. p. 22. 9 jan. 1974.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular UFSM 1974

O Concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) de 1974 foi um dos primeiros ofertados pela instituição e um dos que mais geraram polêmica. Uma denúncia feita por uma professora levou a uma investigação sobe uma suposta fraude nas provas e depois da confirmação da quebra de sigilo o concurso foi anulado e transferido. Acreditava-se que pelo menos 20% de todos os candidatos estavam envolvidos, além de dois funcionários da imprensa universitária e um estudante de Medicina, que foram enquadrados nos crimes de estelionato, quebra de sigilo administrativo, roubo e fraude. O inquérito apontou que as provas estavam sendo vendidas por um valor de 1500 a 3000 cruzeiros. A anulação por sua vez atingiu igualmente as doze extensões da UFSM, localizadas nas cidades de Livramento, Alegrete, Bagé, São Gabriel, São Borja, Santiago, Cruz Alta, Santa Cruz do Sul, Treze de Maio, Frederico
Fontes Pesquisadas:
QUARESMA, Erni. 50 estão detidos por fraude no vestibular. Folha da Manhã. Porto Alegre, ano V, 1974.
Comprovação de fraude anula o vestibular em Santa Maria. Correio do Povo. Porto Alegre. p. 22. 9 jan. 1974.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular UFSM 1974

O Concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) de 1974 foi um dos primeiros ofertados pela instituição e um dos que mais geraram polêmica. Uma denúncia feita por uma professora levou a uma investigação sobe uma suposta fraude nas provas e depois da confirmação da quebra de sigilo o concurso foi anulado e transferido. Acreditava-se que pelo menos 20% de todos os candidatos estavam envolvidos, além de dois funcionários da imprensa universitária e um estudante de Medicina, que foram enquadrados nos crimes de estelionato, quebra de sigilo administrativo, roubo e fraude. O inquérito apontou que as provas estavam sendo vendidas por um valor de 1500 a 3000 cruzeiros. A anulação por sua vez atingiu igualmente as doze extensões da UFSM, localizadas nas cidades de Livramento, Alegrete, Bagé, São Gabriel, São Borja, Santiago, Cruz Alta, Santa Cruz do Sul, Treze de Maio, Frederico
Fontes Pesquisadas:
QUARESMA, Erni. 50 estão detidos por fraude no vestibular. Folha da Manhã. Porto Alegre, ano V, 1974.
Comprovação de fraude anula o vestibular em Santa Maria. Correio do Povo. Porto Alegre. p. 22. 9 jan. 1974.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular UFSM 1974

O Concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) de 1974 foi um dos primeiros ofertados pela instituição e um dos que mais geraram polêmica. Uma denúncia feita por uma professora levou a uma investigação sobe uma suposta fraude nas provas e depois da confirmação da quebra de sigilo o concurso foi anulado e transferido. Acreditava-se que pelo menos 20% de todos os candidatos estavam envolvidos, além de dois funcionários da imprensa universitária e um estudante de Medicina, que foram enquadrados nos crimes de estelionato, quebra de sigilo administrativo, roubo e fraude. O inquérito apontou que as provas estavam sendo vendidas por um valor de 1500 a 3000 cruzeiros. A anulação por sua vez atingiu igualmente as doze extensões da UFSM, localizadas nas cidades de Livramento, Alegrete, Bagé, São Gabriel, São Borja, Santiago, Cruz Alta, Santa Cruz do Sul, Treze de Maio, Frederico
Fontes Pesquisadas:
QUARESMA, Erni. 50 estão detidos por fraude no vestibular. Folha da Manhã. Porto Alegre, ano V, 1974.
Comprovação de fraude anula o vestibular em Santa Maria. Correio do Povo. Porto Alegre. p. 22. 9 jan. 1974.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular UFSM 1974 – reunião da comissão encarregada

O Concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) de 1974 foi um dos primeiros ofertados pela instituição e um dos que mais geraram polêmica. Uma denúncia feita por uma professora levou a uma investigação sobe uma suposta fraude nas provas e depois da confirmação da quebra de sigilo o concurso foi anulado e transferido. Acreditava-se que pelo menos 20% de todos os candidatos estavam envolvidos, além de dois funcionários da imprensa universitária e um estudante de Medicina, que foram enquadrados nos crimes de estelionato, quebra de sigilo administrativo, roubo e fraude. O inquérito apontou que as provas estavam sendo vendidas por um valor de 1500 a 3000 cruzeiros. A anulação por sua vez atingiu igualmente as doze extensões da UFSM, localizadas nas cidades de Livramento, Alegrete, Bagé, São Gabriel, São Borja, Santiago, Cruz Alta, Santa Cruz do Sul, Treze de Maio, Frederico.
Fontes Pesquisadas:
QUARESMA, Erni. 50 estão detidos por fraude no vestibular. Folha da Manhã. Porto Alegre, ano V, 1974.
Comprovação de fraude anula o vestibular em Santa Maria. Correio do Povo. Porto Alegre. p. 22. 9 jan. 1974.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular UFSM 1974 – reunião da comissão encarregada

O Concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) de 1974 foi um dos primeiros ofertados pela instituição e um dos que mais geraram polêmica. Uma denúncia feita por uma professora levou a uma investigação sobe uma suposta fraude nas provas e depois da confirmação da quebra de sigilo o concurso foi anulado e transferido. Acreditava-se que pelo menos 20% de todos os candidatos estavam envolvidos, além de dois funcionários da imprensa universitária e um estudante de Medicina, que foram enquadrados nos crimes de estelionato, quebra de sigilo administrativo, roubo e fraude. O inquérito apontou que as provas estavam sendo vendidas por um valor de 1500 a 3000 cruzeiros. A anulação por sua vez atingiu igualmente as doze extensões da UFSM, localizadas nas cidades de Livramento, Alegrete, Bagé, São Gabriel, São Borja, Santiago, Cruz Alta, Santa Cruz do Sul, Treze de Maio, Frederico.
Fontes Pesquisadas:
QUARESMA, Erni. 50 estão detidos por fraude no vestibular. Folha da Manhã. Porto Alegre, ano V, 1974.
Comprovação de fraude anula o vestibular em Santa Maria. Correio do Povo. Porto Alegre. p. 22. 9 jan. 1974.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular UFSM 1974 – reunião da comissão encarregada

O Concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) de 1974 foi um dos primeiros ofertados pela instituição e um dos que mais geraram polêmica. Uma denúncia feita por uma professora levou a uma investigação sobe uma suposta fraude nas provas e depois da confirmação da quebra de sigilo o concurso foi anulado e transferido. Acreditava-se que pelo menos 20% de todos os candidatos estavam envolvidos, além de dois funcionários da imprensa universitária e um estudante de Medicina, que foram enquadrados nos crimes de estelionato, quebra de sigilo administrativo, roubo e fraude. O inquérito apontou que as provas estavam sendo vendidas por um valor de 1500 a 3000 cruzeiros. A anulação por sua vez atingiu igualmente as doze extensões da UFSM, localizadas nas cidades de Livramento, Alegrete, Bagé, São Gabriel, São Borja, Santiago, Cruz Alta, Santa Cruz do Sul, Treze de Maio, Frederico.
Fontes Pesquisadas:
QUARESMA, Erni. 50 estão detidos por fraude no vestibular. Folha da Manhã. Porto Alegre, ano V, 1974.
Comprovação de fraude anula o vestibular em Santa Maria. Correio do Povo. Porto Alegre. p. 22. 9 jan. 1974.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular UFSM 1974 – reunião da comissão encarregada

O Concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) de 1974 foi um dos primeiros ofertados pela instituição e um dos que mais geraram polêmica. Uma denúncia feita por uma professora levou a uma investigação sobe uma suposta fraude nas provas e depois da confirmação da quebra de sigilo o concurso foi anulado e transferido. Acreditava-se que pelo menos 20% de todos os candidatos estavam envolvidos, além de dois funcionários da imprensa universitária e um estudante de Medicina, que foram enquadrados nos crimes de estelionato, quebra de sigilo administrativo, roubo e fraude. O inquérito apontou que as provas estavam sendo vendidas por um valor de 1500 a 3000 cruzeiros. A anulação por sua vez atingiu igualmente as doze extensões da UFSM, localizadas nas cidades de Livramento, Alegrete, Bagé, São Gabriel, São Borja, Santiago, Cruz Alta, Santa Cruz do Sul, Treze de Maio, Frederico.
Fontes Pesquisadas:
QUARESMA, Erni. 50 estão detidos por fraude no vestibular. Folha da Manhã. Porto Alegre, ano V, 1974.
Comprovação de fraude anula o vestibular em Santa Maria. Correio do Povo. Porto Alegre. p. 22. 9 jan. 1974.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular UFSM 1974 – reunião da comissão encarregada

O Concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) de 1974 foi um dos primeiros ofertados pela instituição e um dos que mais geraram polêmica. Uma denúncia feita por uma professora levou a uma investigação sobe uma suposta fraude nas provas e depois da confirmação da quebra de sigilo o concurso foi anulado e transferido. Acreditava-se que pelo menos 20% de todos os candidatos estavam envolvidos, além de dois funcionários da imprensa universitária e um estudante de Medicina, que foram enquadrados nos crimes de estelionato, quebra de sigilo administrativo, roubo e fraude. O inquérito apontou que as provas estavam sendo vendidas por um valor de 1500 a 3000 cruzeiros. A anulação por sua vez atingiu igualmente as doze extensões da UFSM, localizadas nas cidades de Livramento, Alegrete, Bagé, São Gabriel, São Borja, Santiago, Cruz Alta, Santa Cruz do Sul, Treze de Maio, Frederico.
Fontes Pesquisadas:
QUARESMA, Erni. 50 estão detidos por fraude no vestibular. Folha da Manhã. Porto Alegre, ano V, 1974.
Comprovação de fraude anula o vestibular em Santa Maria. Correio do Povo. Porto Alegre. p. 22. 9 jan. 1974.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular 1976

Candidatos ao concurso vestibular.
Câmara alta, espontâneo, plano geral, com profundidade.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Vestibular 1976

Fila candidatos ao concurso vestibular esperando o ônibus em frente o Hospital Universitário de Santa Maria.
Câmara alta, espontâneo, plano geral, com profundidade.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (Brasil)

Results 1 to 50 of 696