Faculdade Interamericana de Educação, 1970/

Área de identificação

tipo de entidade

Entidade coletiva

Forma autorizada do nome

Faculdade Interamericana de Educação, 1970/

Forma(s) paralela(s) de nome

Forma normalizada do nome de acordo com outras regras

Outra(s) forma(s) do nome

identificadores para entidades coletivas

Área de descrição

datas de existência

1970-10-25/

história

NA 5ª Reunião do Conselho Interamericano de Cultura, conseguiu-se a aprovação do Projeto da Faculdade Interamericana de Educação, que ocorreu em Maracay, Venezuela, com a presença do Ministro da Educação e Cultura Tarso de Moraes Dutra, como membro da delegação brasileira, resultou a aprovação do 1º curso de pós-graduação, colocando a UFSM em destaque internacional.

Foi o Dr. Tarso de Moraes Dutra foi quem indicou a UFSM para ser a primeira faculdade de caráter Multinacional em pós-graduação. A faculdade recebeu alunos-mestres de 11 Países Americanos. O Reitor, professor José Mariano da Rocha Filho com a colaboração do Coronel Milo Darci Aita instalaram oficialmente o curso em 27 de janeiro de 1970. Em quatro de fevereiro de 1970 o professor Dr. Francisco Céspedes, Diretor de Departamento de Assuntos Educativos da Organização dos Estados Americanos ministrou a aula inaugural do curso.

A Faculdade Interamericana de Educação tinha como objetivo a formação de técnicos da educação e administradores escolares em nível de pós-graduação, fornecendo-lhes possibilidades teorias e praticas de estudo concentrado de ciências e técnicas pedagógicas, assim estimulando pesquisas educacionais e treinamento de pesquisadores, gerando recursos humanos qualificados aos países Latino-Americanos. Promover o intercambio de diversos paises das Américas. Gerar 30 bolsistas de Países como Brasil, México, Chile, El Salvador, Nicarágua, Uruguai, Haiti, Barbados, Trinidad, Tobago, Colômbia, Paraguai, Estados Unidos da América do Norte, Republica Dominicana, Honduras, Peru, Argentina, Guatemala, Costa Rica, Bolívia, Panamá, Venezuela sendo dessas 30 bolsas 9 brasileiras.

No encerramento do primeiro período da faculdade foram apresentados 28 trabalhos, e destes 17 teses foram defendidas e aprovadas.

No início de março de 1968, a UFSM passou a sediar a Faculdade Interamericana de Educação. As atividades do Curso de Pós-graduação para Pessoal Especializado em educação tiveram início a 26 de janeiro de 1970.

Em seu segundo ano de funcionamento, a F.I.E ofereceu trinta vagas, sendo quinze destinadas a candidatos de países latino-americanos membros da OEA, e quinze reservadas a candidatos brasileiros. O curso, iniciado a 1º de março, teve a aula inaugural proferida,à 14 de abril, pelo Sr. Ministro da Educação e Cultura, Cel Jarbas Gonçalves Passarinho E Teve a duração de 10 meses e 20 dias.

Locais

status legal

funções, ocupações e atividades

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

contexto geral

Área de relacionamento

Área de controle

Identificador do registo de autoridade

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

ISO 8601

Estatuto

Nível de detalhe

Datas de criação, revisão ou eliminação

Línguas e escritas

Script(s)

Fontes

<b>Fonte Consultada:</b>
UFSM, Universidade Federal de Santa Maria. Relatório anual 1969. Santa Maria. p. 80-82
__________. Relatório Anual 1970. Santa Maria. p. 139-142.
__________. Relatório Anual 1973. p.132 e p.133
ISAIA, Luiz Gonzaga. UFSM: memórias. Santa Maria: Palotti, 2006. 400p.
Relatório Anual UFSM 1973. p.132 e p.133

Notas de manutenção

<b>Pesquisa realizada por:</b>
Fabiana Fagundes Fontana e Luiz Possebon